Meditação para o Dia 09 de Dezembro

1. Deus não permitiu em Maria Santíssima nem uma sombra sequer de pecado; Sua Mãe devia ser, sob todo ponto de vista, irrepreensível. Contudo, Maria só uma vez recebeu em suas entranhas puríssimas o Verbo Encarnado. O mesmo Deus, porém, quer morar em teu coração, não só espiritualmente, mas entrar nele, muitas vezes, na Santa Comunhão, com o mesmo Corpo e Sangue que teve em Maria. Quanta pureza, quanta humildade, quanta virtude não te são por isso necessárias!

2. a)Apesar de ser cheia de graça, Maria vigiava solicitamente sobre si. Quanto mais tu, que és fraco e inclinado para o mal, como já provaste, deves vigiar sobre teus sentidos, tua imaginação, teu coração e teu entendimento!

b) Maria, por mais virtuosa e santa que fosse, sempre ainda progrediu na prática do bem. Não avançar é recuar. Onde estão teus progressos na virtude, desde os dias do uso da razão? “Só um é necessário”! Põe mãos à obra, enquanto ainda o podes fazer.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 358)