Sofrimento das Injúrias e Verdadeira Paciência

Meditação para o Dia 19 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XIX – L. III

Jesus: Que dizes, filho? Cessa de queixar-te, considerando minha paixão e os sofrimentos dos santos. AINDA NÃO RESISTISTE ATÉ DERRAMAR SANGUE. Pouco é o que padeces em comparação com o que padeceram meus servos, tão fortemente tentados, provados e exercitados por tão diversos modos. Traze à memória as mui graves penas por que passaram, para que facilmente sofras teus pequenos trabalhos. E, se não te parecem pequenos, olha, não seja a tua impaciência que os figure pesados. Sejam, porém, grandes ou pequenos, procura levá-los todos com paciência. Quanto mais te dispuseres a sofrer, tanto mais cordato serás e maior será teu merecimento. Continue reading

Paciência e Luta contra as Paixões

Meditação para o Dia 18 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XII – L. III

A alma: Deus e Senhor meu, vejo quão necessária me é a paciência, porque nesta vida acontecem muitas adversidades. Faça eu o que fizer para ter paz, nunca minha vida estará sem batalha e sem dor.

Jesus Cristo: Assim é, filho meu, mas não quero que faças consistir a paz na isenção de tentações ou em não encontrar coisa alguma que te aflija. Antes, quando tiveres padecido muitas tribulações e experimentado muitas adversidades, então crê que achaste a paz. Se disseres que não podes sofrer tanto, como sofrerás o fogo do purgatório? Continue reading

Por que Buscas Descanso?

Meditação para o Dia 17 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. X – L. II

Para que buscas descanso se nasceste para o trabalho? Dispõe-te à paciência, mais do que à consolação, e a levar a cruz antes do que ter alegria. Que homem mundano não receberia de boa vontade a consolação e alegria espiritual se delas sempre pudesse gozar? As consolações espirituais excedem a todos os prazeres do mundo e os deleites da carne. Porque todas as delícias do mundo ou são torpes ou vãs, e só as espirituais são alegres e honestas, geradas pelas virtudes e infundidas por Deus nos corações puros. Mas ninguém pode lograr continuamente estas consolações divinas à medida do seu desejo, porque breve é o tempo em que não há tentação. Continue reading

Consolação e Perturbações

Meditação para o Dia 16 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. IX – L. II

Quando Deus te der alguma consolação espiritual, receba-a agradecido,reconhecendo que é dom de Deus e não merecimento teu. Com ela não te desvaneças nem te alegres em excesso, nem presumas vãmente de ti, mas humilha-te pelo dom recebido e sê mais acautelado e timorato em todas as tuas obras, porque passará aquela hora de alegria e virá a tentação. Quando te for tirada a consolação, não desesperes logo, mas espera com humildade e paciência que volte esta alegria celeste, porque todo poderoso é Deus para dá-la de novo e ainda maior que a precedente. Isto não é novo nem estranho para os que têm experiência dos caminhos do Senhor. Continue reading

O Paraíso na Terra

Meditação para o Dia 15 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XII vs. 11 – L. II

Quando chegares ao estado em que a aflição te seja suave e gostosa por amor de Jesus Cristo, dá-te então por feliz, porque achaste o paraíso na terra. Mas, enquanto o padecer te for molesto e buscares evitá-la, crê que te vai mal, e onde quer que fores, contigo irá a tribulação. Se te resolveres, como deves, a sofrer e morrer, logo te irá melhor e acharás a paz. E, ainda quando fosses arrebatado, como São Paulo, ao terceiro Céu, nem por isso estarias isento de padecer. “Eu lhe mostrarei – diz Jesus – quando convém que ele sofra por meu nome”. Continue reading

Levar a Cruz e Amar a Cruz

Meditação para o Dia 14 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XII vs. 8-9-10-11 – L. II

Quanto mais se debilita a carne pela aflição, tanto mais se fortalece o espírito pela graça interior. E, às vezes, é tal o seu amor dos sofrimentos e tanto o desejo de conformar-se a Jesus Cristo Crucificado, que não quer estar um só momento sem dor e tribulação, pois crê ser tanto mais aceito a Deus quanto forem maiores os trabalhos que por seu respeito puder sofrer. Não é isto virtude humana, senão graça de Jesus Cristo, que tão poderosamente faz tão grandes coisas na carne frágil, fazendo-lhe que ame e sofra com afeto intenso aqueles mesmos males a que naturalmente tem horror e aversão. Não há coisa mais contrária à inclinação do homem que levar a cruz, amar a cruz, castigar o corpo e pô-lo em servidão, fugir das honras, sofrer de bom grado as injúrias, desprezar-se a si mesmo e desejar que o desprezem; suportar as aflições e desgraças e não desejar prosperidade alguma neste mundo. Se consideras as tuas forças, acharás que nada disto podes fazer. Porém, se confiares no Senhor do Céu, Ele te enviará celestial fortaleza e terás poder sobre a carne e o mundo. Continue reading

Leva tua Cruz de Boa Vontade!

Meditação para o Dia 13 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XII v. 4 – L. II

Deus quer que aprendas a sofrer a tribulação sem alívio, sujeitando-te de todo a Ele e fazendo-te mais humilde com a tribulação. Ninguém sente mais vivamente a Paixão de Cristo que aquele que padece pelos semelhantes. Assim, sempre a cruz está preparada e em qualquer lugar te espera. Para qualquer parte que vás,não lhe podes fugir, porque, para onde quer que fores, levas a ti contigo e sempre acharás a ti mesmo. Ou te eleves ou te abaixes; ou te dês às coisas exteriores ou às interiores, em tudo acharás cruz. Continue reading

O Caminho Real da Santa Cruz

Meditação para o Dia 12 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XII – L. II

A muitos parecem duras estas palavras do Salvador: “Renuncia a ti mesmo, toma a tua cruz e segue-me”. Porém, muito mais duras parecerão aquelas que Ele pronunciar no dia de Juízo: “Apartai-vos de Mim, malditos, ide para o fogo eterno”. Os que agora ouvem e seguem de boa vontade a palavra da cruz, não temerão então a sentença da eterna condenação. Continue reading

Quão poucos são os que Amam a Cruz de Jesus Cristo

Meditação para o Dia 11 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. XI – L. II

Jesus Cristo tem agora muitos que amam o seu reino celestial, mas poucos que levam a sua cruz. Muitos desejam sua consolação e muito poucos desejam atribulação. Muitos companheiros acha de sua mesa e poucos de sua abstinência. Todos querem gozar de sua alegria, mas poucos querem sofrer alguma coisa por Ele. Muitos seguem a Jesus até o partir do pão, porém poucos até o beber o cálice da sua paixão. Muitos admiram seus milagres, mas poucos abraçam a ignomínia da cruz. Muitos amam a Jesus quando não há adversidade. Muitos O louvam e exaltam enquanto Dele recebem algumas consolações. Porém, se Jesus se lhes esconde e os deixa por algum tempo, logo se queixam ou demasiadamente desanimam. Aqueles, porém, que amam a Jesus por amor de Jesus e não por amor de sua própria consolação, tanto O louvam em toda tribulação e angústia decoração como nas mais doces consolações. E, ainda que nunca mais se lhes quisesse dar consolação, sempre O louvariam e Lhe dariam graças.

Continue reading

A Alegria da Boa Consciência

Meditação para o Dia 10 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. IV – L. II

“A glória do homem virtuoso é o bom testemunho da sua consciência.” Tem boa consciência e sempre terás alegria. A boa consciência é muito sofredora e conserva-se alegre nas adversidades. A má consciência está sempre inquieta e assustada. Gozarás de doce sossego se teu coração de nada te acusa. Não te alegres senão quando fizeres algum bem. Os maus nunca têm alegria verdadeira nem sentem paz interior, porque disse o Senhor: “Não há paz para o ímpio”. Continue reading

« Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑