Meditação para o Dia 06 de Junho

1. E de repente partiu do céu um estrondo, como de vento“. O Espírito Santo vem de repente; se não estiveres preparado em cada momento, te expões ao perigo de não o receberes em teu coração. Veio do céu, donde vem todas as graças e onde deves procurar o auxílio em todas as necessidades. Como o vento, o ar, o Espírito Santo purifica a alma e a revigora, move o coração e o preserva da podridão do pecado. Quanto precisas do Espírito Santo, se tão poucos frutos de boas obras produziste até hoje!

2.E encheu toda a casa, onde estavam assentados“. Maria Santíssima, os apóstolos, os discípulos, todos receberam o Espírito Santo. Abre-lhe teu coração, fechando-o ao mesmo tempo às distrações mundanas, para que venha sobre ti, trazendo a luz à tua inteligência, força à tua vontade, constância a teu coração, de que tanto necessitas.

Uma vez, no batismo, o Espírito Santo já veio sobre ti e sem a tua cooperação. Onde os frutos até hoje? Agora só virá morar em tua alma, se, como os Apóstolos, o implorares a vir e te preparares.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 172)