Tag: espírito santo (Page 1 of 3)

Gozo de Maria Santíssima na descida do Espírito Santo

Capítulo 25: Gozo de Maria Santíssima na descida do Espírito Santo
Como se preparou para O receber

Depois que Jesus Cristo subiu ao céu, elevando-Se por virtude própria à vista de Sua bendita Mãe e saudosos discípulos, recolheram-se todos ao cenáculo, e no silêncio do retiro se prepararam pelo exercício da oração para receberem o Espírito Santo, que o Divino Mestre lhes havia prometido enviar. Juntos todos no mesmo lugar, concordes de coração e vontade, formaram os votos mais ardentes para chamarem a si aquele divino Paráclito. Maria principalmente solicitava com maior eficácia a vinda deste Consolador divino, pelo fervor de suas súplicas, pureza de seus desejos e ânsias do seu amor.

Imitemos tão excelentes disposições para receber o Deus da caridade, que se apraz em comunicar-Se às almas fervorosas que O buscam fora do tumulto do mundo, e Lhe dirigem ardentes e sinceros votos. Continue reading

A Alma Infiel e a Alma Fiel

Meditação para o Sábado de Pentecostes. A Alma Infiel e a Alma Fiel

Meditação para o Sábado de Pentecostes

SUMARIO

Continuaremos as nossas meditações sobre a correspondência à graça, e veremos:

1.° O que arrisca a alma infiel à graça;

2.° O que lucra a alma fiel.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos conservarmos, durante o dia, atentos à voz interior do Espírito Santo para ouvir o que Ele exige de nós;

2.° De Lhe obedecermos em tudo com prontidão e generosidade.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Salmista:

“Se vós ouvirdes hoje a sua voz, vede não endureçais o vosso coração” – Hodie si vocem ejus audieritis, nolite abdurare corda vestra (Sl 93, 8)

Continue reading

Fidelidade à conduto do Espírito Santo

Meditação para a Quinta-feira de Pentecostes. Fidelidade à conduto do Espírito Santo

Meditação para a Quinta-feira de Pentecostes

SUMARIO

Estudaremos:

1.° A obrigação que toda a alma cristã tem de seguir a conduta do Espírito de Deus;

2.° O que exige de nós essa divina conduta.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos conservarmos todo o dia no recolhimento interior e exterior, para observar e ouvir as inspirações do Espírito de Deus;

2.º De obedecermos com amor e prontidão a este divino Espírito em tudo o que nos sugerir.

O nosso ramalhete será a palavra do Apóstolo:

“Todos os que são levados pelo espírito de Deus, esses tais são filhos de Deus, isto é, cristãos” – Quicumque Spiritu Dei aguntur, ii sunt filli Dei (Rm 8, 14)

Continue reading

Ação do Espírito Santo em nós

Meditação para a Quarta-feira de Pentecostes. Ação do Espírito Santo em nós

Meditação para a Quarta-feira de Pentecostes

SUMARIO

Continuaremos as nossas meditações sobre o Espírito Santo; estudaremos a Sua ação sobre as almas, e veremos:

1.° Como Ele ilumina a nossa inteligência;

2.º Como eleva o nosso coração;

3.° Como aperfeiçoa os nossos atos.

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De perguntarmos a nós mesmos durante o dia:

É efetivamente o Espírito de Deus que me anima neste momento; que me faz orar isto, dizer esta palavra, deter-me neste pensamento? Nada há de humano nas minhas intenções e nos meus projetos?

2.º A resolução de nos precatarmos de preocupação dos desejos ou das afeições, que nos impediriam de ouvir o Espírito Santo.

O nosso ramalhete espiritual será a invocação da Igreja:

“Vinde, ó espírito criador, visitai a mente dos vossos” – Veni, Creator Spiritus, mentes tuorum visita

Continue reading

Deveres para com o Espírito Santo

Meditação para a Segunda-feira de Pentecostes. Deveres para com o Espírito Santo

Meditação para a Segunda-feira de Pentecostes

SUMARIO

Meditaremos:

1.° A adoração e as ações de graças, que devemos ao Espírito Santo;

2.° A reparação pelo passado e as petições para o futuro, que lhe são igualmente devidas.

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De recebermos com grande devoção, como palavra de Deus, os bons pensamentos e as inspirações do Espírito Santo;

2.° De os amadurecermos pela reflexão, e de os pormos bem em prática.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Apóstolo:

“O Espírito de Deus habita em vós” – Spiritus Dei habitat in vobis (1Cor 3, 16)

Continue reading

Descida do Espírito Santo

Meditação para o Domingo de Pentecostes. Descida do Espírito Santo

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João 14, 23-30

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: «Se alguém me tem amor, há-de guardar a minha palavra; e o meu Pai o amará, e Nós viremos a ele e nele faremos morada. Quem não me tem amor não guarda as minhas palavras; e a palavra que ouvis não é minha, mas é do Pai, que me enviou.»

Segunda promessa do Espírito – «Fui-vos revelando estas coisas enquanto tenho permanecido convosco; mas o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, esse é que vos ensinará tudo, e há-de recordar-vos tudo o que Eu vos disse.»

Jesus deixa a sua paz – «Deixo-vos a paz; dou-vos a minha paz. Não é como a dá o mundo, que Eu vo-la dou. Não se perturbe o vosso coração nem se acobarde. Ouvistes o que Eu vos disse: ‘Eu vou, mas voltarei a vós.’ Se me tivésseis amor, havíeis de alegrar-vos por Eu ir para o Pai, pois o Pai é mais do que Eu. Digo-vo-lo agora, antes que aconteça, para crerdes quando isso acontecer.

Já não falarei muito convosco, pois está a chegar o dominador deste mundo; ele nada pode contra mim, mas o mundo tem de saber que Eu amo o Pai e atuo como o Pai me mandou.

Continue reading

Dom de Fortaleza

Meditação para o Sábado antes do Pentecostes. Dom de Fortaleza

Meditação para o Sábado antes do Pentecostes

SUMARIO

Meditaremos sobre o Dom de Fortaleza, o último e o complemento dos dons do Espírito Santo, que nos falta meditar, e veremos:

1.° O que é o homem sem este dom;

2.° O que vem a ser com este dom.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De passarmos santamente esta véspera do Pentecostes, para atrair o Espírito Santo a nós;

2.° De chamarmos muitas vezes em nosso auxílio o Dom de Fortaleza, e de não fazermos hoje nenhuma ação baixa e vil, nenhuma concessão à nossa má natureza.

Conservaremos como ramalhete espiritual a suplica da Igreja:

“Ó Espírito Santo, dai aos vossos fiéis que em vós confiam, os vossos sete dons” – Da tuis fidelibus in te confidentibus sacrum septenarium (Pros. Pent.)

Continue reading

Dom de Temor de Deus

Meditação para a Sexta-feira antes do Pentecostes. Dom de Temor de Deus

Meditação para a Sexta-feira antes do Pentecostes

SUMARIO

Meditaremos sobre o Dom de Temor de Deus, e veremos:

1.° A excelência deste dom tão pouco compreendido;

2.° A desgraça daqueles que o não possuem.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De pedirmos hoje muitas vezes ao Espírito Santo o Dom de Temor de Deus, que nos fará praticar todas as outras virtudes;

2.º De nos conservarmos no respeito de Deus na oração, na igreja, em toda a parte.

Repetiremos frequentes vezes como ramalhete espiritual as palavras de Davi:

“Bem-aventurado o homem que teme ao Senhor” – Beatus vir, qui timet Dominum (Sl 111, 1)

Continue reading

Dom de Piedade

Meditação para a Quinta-feira antes do Pentecostes. Dom de Piedade

Meditação para a Quinta-feira antes do Pentecostes

SUMARIO

Continuaremos as nossas orações a respeito dos sete dons do Espírito Santo e meditaremos o Dom de Piedade. Veremos:

1.° O que é este dom com relação a Deus;

2.º O que é com relação ao próximo.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De passarmos num especial recolhimento de espírito os três dias, que nos separam do Pentecostes, a fim de que nesse dia solene o Espírito Santo ache a nossa alma bem disposta;

2.º De vermos sempre em Deus um Pai cheio de ternura, e de procurarmos antes amá-lO do que temê-lO;

3.° De vermos no próximo um filho de Deus, um irmão de Jesus Cristo; e por estes títulos, de o tratarmos com eterno respeito.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Paulo:

“Deus mandou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Pai, Pai” – Misi Deus Spiritum Filii sui in corda vestra, clamantem: Abba, Pater (Gl 4, 6)

Continue reading

Dom de Conselho

Meditação para a Terça-feira antes do Pentecostes. Dom de Conselho

Meditação para a Terça-feira antes do Pentecostes

SUMARIO

Continuaremos a meditar os dons do Espírito Santo, e tomando por objeto da nossa oração o Dom de Conselho, veremos:

1.° A excelência deste dom;

2.° As condições com que se comunica;

3.° Os obstáculos, que o afastam da alma.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De desconfiarmos do nosso próprio espírito, e de pormos a nossa confiança no espírito de Deus a respeito de tudo o que temos a fazer, seja na ordem espiritual, seja na ordem temporal;

2.° De chamarmos em nosso auxílio o espírito de Deus com frequentes e fervorosas orações jaculatórias;

3.° De não anteciparmos pela precipitação nem retardarmos pela lentidão a ação do Espírito Santo em nós.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do salmo:

“O nosso espírito que é bom, Senhor, me conduzirá a uma terra de retidão” – Spiritus tuus bonus deducet me in terram rectam (Sl 142, 10)

Continue reading

« Older posts

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑