Meditação para o Dia 21 de Setembro

1. Um régulo, dirigindo-se a Jesus, “rogava-lhe que descesse e curasse seu filho, que estava para morrer“. Mais importante do que para o pai era a cura do filho, deve ser para ti a cura da tua alma. O régulo fez o longo caminho de Cafarnaum a Caná, pessoalmente, para ter maior certeza de um resultado feliz. Cuidas com tamanho zelo da salvação e dos bens de tua alma imortal? Um outro não se pode encarregar desta tarefa; só tu mesmo és competente e responsável.

2. a) Jesus retardou a satisfação do pedido, para dar ao pai e mais do que pedira, fortificando ainda sua fé. Continuas a pedir sempre com confiança, quando Deus parece não te ouvir logo? Ou antes, por desânimo, deixas de rezar? Neste caso, aprende dum pagão a ter maior perseverança.

b) E creu ele e toda a sua família“. O régulo mostrou-se grato pelo benefício recebido. Creu e fez com que toda a casa cresse em Jesus. Quantas vezes, na confissão, Jesus curou tua alma, dando-lhe nova vida! Onde a tua gratidão? Onde os que te devem sua conversão?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 279)