Meditação para Dia 26 de Fevereiro

1.E quando chegou perto, ao ver a cidade, Jesus chorou sobre ela“. Lágrimas no meio de alegrias? Sim, porque Jesus veio para salvar a todos e viu que muitos, por culpa própria, não se salvariam. Que amor, o de Jesus que chora! Terá Ele já chorado sobre ti?… Talvez ainda há pouco? Não te faltam momentos em que te oferece suas graças. Aproveita-as melhor que a infeliz Jerusalém o tem feito. De uma graça única poderão depender muitas, e mesmo a salvação eterna.

2. a) Jesus prediz a destruição da cidade. Ela é o castigo do endurecimento do coração de seus habitantes. Como pelo primeiro pecado entrou a morte no mundo, assim a ele ainda hoje seguem grandes males na vida e na eternidade. É o único verdadeiro mal. Que cegueira, que loucura, que malícia cometê-lo com tanta felicidade!

b) A cena da destruição de Jerusalém é que, de alguma maneira, se reproduz na morte do pecador. Também este é rodeado de inimigos, que o procuram perder para sempre. Aproveita a graça, enquanto ainda podes. Prepara-te desde já, para não teres que recear este cerco dos inimigos.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 71)