Meditação para o Dia 07 de Dezembro

Consolem-se as boas almas, cheias de ardor apostólico, na sua enfermidade. Esta página Diário da Confidente do Amor Misericordioso há de lhes falar ao coração. Estava enferma a esposa predileta de Nosso Senhor.

– “Minha Benigna – disse-lhes Jesus – agora estás aqui sem nada fazer e tinhas tanto que escrever! Entretanto, agora fazes muito mais, porque fazes a Minha Vontade. Que fiz Eu quando estava oculto no seio de Minha Santíssima Mãe? Vim para salvar o mundo e fazia a Vontade de Meu Pai. Assim, há muitas almas que desejariam fazer muito para Minha Glória, quereriam percorrer o mundo para convertê-lo; entretanto, estão presas a um leito e, ainda entregues nas mãos de outros. Pois bem! Por um só ato de resignação à Minha Vontade, elas fazem mais do que se percorressem o mundo para salvar as almas. Escreve isto que me dá prazer, porque vai fazer muito bem às almas. Minha Benigna, essas almas não devem perder as suas energias em inúteis e estéreis desejos de ação. Se elas desejassem fazer grandes coisas por mim, mas não fossem resignadas à minha Vontade, seus desejos não teriam valor e não fariam outra coisa além de as fatigar e esgotar, como fazem os muitos ramos numa planta. Ao invés, quando elas estão resignadas à minha Vontade, têm o mérito dos desejos e, se Eu quiser, por elas posso fazer muito bem às almas.” (1)

Oh! Apóstolos enfermos, lede esta página de ouro e guardai-a no coração!

Referências:

(1) Soeur Benigne – c.v.

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 366)