Meditação para Dia 26 de Março

1. Levado Jesus a Caifás, “os príncipes dos sacerdotes e todo o Conselho buscavam algum testemunho falso contra Jesus, para o entregar à morte“. Que ódio diabólico, que lança mão da mentira e da calúnia para conseguir seus fins perversos! Os juízes, cujo ofício era proteger o inocente, procuravam testemunhos falsos! A tanto leva o ódio, a paixão. Quantas vezes poderias e deverias defender teu próximo, se não atendesses à voz da paixão e do egoísmo!

2. a)E não o achavam“. Que belo testemunho para a inocência de Jesus, único na história do mundo! Até os mais encarniçados inimigos não lhe descobrem uma falta sequer. Que feliz também tu, se o demônio nada tiver a dizer contra ti no dia do juízo, ao menos desde o dia de hoje!

b)Jesus, estava calado“. Uma vida sem mancha é a melhor defesa. Jesus cala-se, quando podia provar sua inocência; tu ainda te escusarás, quando a consciência te acusa? E não suportarás nunca uma censura, justa ou injusta, por amor a teu Jesus?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 100)