Meditação para o Dia 17 de Novembro

1. E, entrando em uma aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que pararam ao longe e levantaram a voz, dizendo: ‘Jesus, Mestre, compadece-te de nós’“. Lança um olhar sobre tua alma, talvez cheia de faltas e pecados, qual lepra espiritual. Se nada perceberes, pior para ti. Os santos encontraram em si faltas e manchas, e tu de tudo te julgas isento? Convence-te de teu mísero estado e recorre àquele que unicamente pode salvar-te. Oxalá que a lepra de tua alma não se torne incurável por adiares tanto uma conversão séria!

2. a) Ide, mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, enquanto iam, ficaram limpos“. Vê quem é o representante de Jesus na terra. Jesus respeitava os sacerdotes judaicos, apesar de serem eles seus inimigos. Aprende dEle a respeitar a todos que fazem suas vezes na terra, por imperfeitos que talvez sejam.

b) Dos dez curados só um voltou atrás, “engrandecendo a Deus em voz alta, e se prostrou em terra aos pés de Jesus, dando-lhe graças; e este era samaritano“. Incrível ingratidão dos outros nove! A quem te assemelhas, aos nove ingratos? Ou ao samaritano, que se mostra tão reconhecido?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 336)