Meditação para o Dia 14 de Setembro

1. Ao outro dia, ainda João estava e dois de seus discípulos. E, vendo a Jesus, que passava, disse: ‘Eis ali o cordeiro de Deus’“. São João não perdeu nenhuma ocasião de dar testemunho de Jesus. Aproveitas assim todas as graças que Deus te oferece? Segues a todas as boas inspirações? Dos discípulos de João só dois seguem a Jesus. Deus dirige os corações. A ti, entre milhões, deu a verdadeira fé. Mostras-te grato por tamanha distinção? Não deixes de notar: o que aproveita a vocação, se não cumprires as obrigações todas? E mais: Quem te deu e ainda dá tantas graças que, talvez, não aproveitas, poderá, no futuro, dá-las a outros mais reconhecidos.

2. a) E foram seguindo a Jesus“. Quão preciosa é a graça de Deus! Oxalá que a aproveites como estes discípulos! Jesus perguntou-lhes:

“Quem procurais?”

A terra ou o céu? A vossa ou a minha honra? E tu, que procuras?… Tua vida deu e continua dando a resposta.

b) Eles lhe responderam: Rabi, onde habitas? Ele lhes disse: Vinde e vede“. Também a ti Jesus não deixará sem resposta. Como os discípulos, encontrá-lo-ás na maior pobreza e humildade. Procurando aí, o acharás… Visitas a Jesus Sacramentado tanto quanto o respeito e a gratidão o exigem?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 272)