Meditação para o Dia 12 de Setembro

1. O demônio, aproveitando a fome de Jesus, após seu jejum de quarenta dias, tentou-o para que convertesse pedras em pão; mas Jesus replicou com as palavras da Santa Escritura:

“Não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai de Deus”

Também tu nunca viverás no rigor da palavra, se não procurares ter relações íntimas com Deus. Bens terrenos jamais matarão a sede de felicidade que sente o coração, nem consolarão nas horas de dor e menos ainda afastarão o sofrimento e a morte. Aprecias devidamente a palavra de Deus, a propagação de seu reino e a salvação de tua alma? Ou preferes a tudo isso gozos da terra?

2. a) Satanás tentou Jesus à vaidade:

“Se és filho de Deus, lança-te daqui abaixo”

Nunca cedes à vaidade, menosprezando, pelo respeito humano, deveres pequenos e preferindo fazer o que cai na vista dos homens?

b) “Todas estas coisas te darei, se, prostrando-te, me adorares”. O demônio, insolentemente, exige honras divinas e promete o que não pode cumprir. E se te pudesse dar o mundo todo, que te aproveitaria, se viesses a perder a alma? Mas não preferes, de fato, muitas vezes, a terra ao céu?

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 270)