Tag: meditação (Page 2 of 131)

Festa da Natividade de Maria Santíssima

Quae est ista, quae progreditur quase aurora consurgens? — “Quem é esta que vai caminhando como a aurora quando se levanta?” (Ct 6, 9)

Sumário. A celeste Menina nasce destinada a ser Mãe de Deus; por isso nasce enriquecida de tamanha graça que excede a de todos os anjos e santos juntos. Façamos um ato de fé nesta grandeza inefável de Maria, e agradeçamo-la a Deus em seu nome. Mas alegremo-nos também por nossa causa, e aumentemos a nossa confiança, pois, ao mesmo tempo que a Santíssima Virgem foi destinada a ser Mãe do Redentor, foi destinada igualmente a ser Medianeira do gênero humano, e dispensadora de todas as graças. Continue reading

Solenidade do Santíssimo Redentor

Apud Dominum misericordia: et copiosa apud eum redemptio — “No Senhor está a misericórdia, e nele há copiosa redenção” (Pv 129, 7)

Sumário. Com muita razão compete a Jesus Cristo o título de Redentor dos homens, porque derramando o seu preciosíssimo Sangue, fez o que este nome significa. Quanto às almas, Ele as remiu da escravidão do demônio e santificando-as pela sua graça, fê-las filhas de Deus e herdeiras do céu. Quanto aos corpos, alimentando-os na presente vida com a santíssima Eucaristia, quer glorificá-los na outra, fazendo-os ressuscitar semelhantes ao seu próprio corpo. E, apesar disso, os homens pensam tão pouco em pagar a Jesus amor por amor! Ao contrário, retribuem-lhe o amor com a mais negra ingratidão! Continue reading

Festa do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo

Redemisti nos Deo in sanguine tuo… et fecisti nos Deo nostro regnum —“Remiste-nos para Deus com o teu sangue…e fizeste- nos para nosso Deus reino” (Ap 5, 9)

Sumário. O Senhor podia obter-nos a salvação sem sofrer; pois que uma só lágrima, uma só oração teria sido bastante para salvar uma infinidade de mundos. A fim de nos patentear, porém, o seu amor, quis derramar o seu Sangue até a última gota, no meio das mais atrozes dores. Como é que os homens respondem a um tão grande amor? Mostremo-nos ao menos nós gratos para com esse Coração amabilíssimo, e para reparar as ofensas que lhe tenhamos feito habituemo-nos a oferecer muitas vezes ao Eterno Pai este preço da nossa Redenção. Continue reading

Apostolado Perpétuo do Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus

Semper vivens ad interpelandum pro nobis — “Vivendo sempre para interceder por nós” (Hb 7, 25)

Sumário. O grande apostolado do Coração de Jesus se exerceu sobre a cruz, quando ofereceu por nós, a seu Pai, o seu sangue, a sua vida e os seus merecimentos. Mas o Coração de Jesus o exerce ainda continuamente sobre os nossos altares por meio da missa. Este apostolado redentor podemos exercê-lo com Jesus, quer celebrando, quer ouvindo a missa, unindo então as nossas intenções às intenções do seu adorável Coração. Ofereçamo-la ao Pai Eterno para nossa própria salvação e para a do próximo. Continue reading

O Coração de Jesus, Vítima Voluntária

Sagrado Coração de Jesus

Posuit Dominus in eo iniquitatem omnium nostrum — “Pôs o Senhor sobre ele a iniquidade de nós todos” (Is 53, 6)

Sumário. Jesus Cristo sabia que todos os sacrifícios dos animais, oferecidos a Deus no passado, não tinham podido satisfazer pelos pecados dos homens. Eis que então o Coração de Jesus, a inocência, a pureza, a santidade mesma, é carregado de todos os crimes; ei-lo tornado, por nosso amor, objeto das maldições divinas, por causa dos nossos pecados. Ó caridade incomparável, ó caridade infinita e divina do Coração de Jesus! Continue reading

O Coração de Jesus, Amigo das Almas Castas

Sagrado Coração de Jesus

Beati mundo corde, quoniam ipsi Deum videbunt — “Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus” (Mt 5, 8)

Sumário. O Coração de Jesus consagra afeto especial às virgens e às almas puras: elas lhe são tão caras como os anjos. Uma alma casta é a esposa predileta de Jesus. Esta virtude é que formou a união mais íntima entre Jesus e Maria, a Virgem das virgens, que mereceu a São José a glória incomparável de ser escolhido para pai nutrício de Jesus. Se queres também tornar-te caro ao Coração de Jesus, e merecer as suas ternas consolações, procura primar na castidade. Continue reading

Mágoas tardias da Alma negligente na hora da Morte

Iuravit per viventem in saecula saeculorum… Quia tempus non erit amplius — “Jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos… Não haverá mais tempo” (Ap 10, 6)

Sumário. Ai do moribundo que na vida se descuidou do bem da sua alma! À luz da vela bendita que então será acesa, verá as coisas do mundo bem diferentes do que agora se lhe afiguram. Dirá: Insensato que fui! Com tantos meios que Deus me proporcionou, podia santificar-me, e em vez disso, sou atormentado pelos mais acerbos remorsos. Dize-me, porém, meu irmão, de que servirá compreender esta verdade, quando já for tarde para remediar? Façamos agora o que na hora da morte desejaremos ter feito. Continue reading

Festa da Assunção de Maria Santíssima

Astitit regina a dextris tuis, in vestitu deaurato, circumdata varietate — “Apresentou-se a rainha à tua direita com manto de ouro, cercada de variedade” (Pv 44, 10)

Sumário. Maria morre, e acompanhada de inúmeros espíritos celestiais e de seu próprio Filho, entra no céu em alma e corpo. Deus abraça-a, abençoa-a e fá-la Rainha do universo, elevando-a acima de todos os anjos e santos. Regozijemo-nos com a divina Mãe, que é também a nossa, e avivemos a nossa confiança nela, invocando-a em todas as nossas necessidades. Roguemos-lhe sobretudo que, assim como ela morreu de puro amor a Deus, possamos nós morrer ao menos com contrição dos nossos pecados. Continue reading

O Coração de Jesus, modelo de Mansidão

Sagrado Coração de Jesus

Discite a me, quia mitis… sum corde — “Aprendei de mim, que sou manso… de coração” (Mt 11, 29)

Sumário. Um dos caracteres mais atrativos e especiais do Coração de Jesus é a virtude da mansidão. O nosso divino Redentor foi chamado Cordeiro, não somente por causa do sacrifício da cruz, em que devia ser imolado, mas ainda por causa da mansidão que mostrou durante toda a sua vida e particularmente no tempo da sua dolorosa Paixão. Ó! Quanto agrada ao Coração de Jesus um coração manso, que sabe suportar as afrontas I As suas orações são sempre agradáveis a Deus. Continue reading

Fuga para o Egito

São José, protetor da Sagrada Família

Surge et accipe puerum et matrem eius, et fuge in Aegyptum — “Levanta-te e toma o Menino e sua Mãe, e foge para o Egito” (Mt 2, 13)

Sumário. Consideremos a obediência pronta de São José. Apenas recebida a ordem do Anjo, apresta-se para a viagem ao Egito, posto que previsse os incômodos que semelhante viagem, bem como a sua permanência naquele lugar, devia causar tanto a ele mesmo como a sua Esposa e seu divino Filho. Como é que nós obedecemos aos mandamentos de Deus e às ordens dos nossos superiores? Ao menos, esforcemo-nos para o futuro por imitar o santo Patriarca, e unamo-nos a estes santos peregrinos na viagem que estamos fazendo para a eternidade. Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑