Page 2 of 212

Mãe da Santa Perseverança

Meditação para o dia 16 de Maio. Mãe da Santa Perseverança

Meditação para o dia 16 de Maio

Sem Maria não alcançamos a graça da Perseverança

A perseverança final é um dom divino tão grande, que, como disse o santo Concílio de Trento, é um dom de todo gratuito que por nada podemos merecer. Contudo Santo Agostinho diz que alcança de Deus a perseverança todos aqueles que lhe pedem. E conforme diz o padre Suárez, infalivelmente a alcançam, sendo diligentes até o fim da vida em pedi-la a Deus. Por isso escreve São Belarmino:

“Peça-se perseverança todos os dias, para se obtê-la cada dia”

Ora, se é verdade — como eu o tenho por certo, conforme a sentença hoje comum, como depois mostrarei no capítulo VI — se é verdade, digo, que quantas graças Deus nos dispensa, todas passam pelas mãos de Maria, é também verdade que só por meio de Maria poderemos esperar conseguir esta sublime graça da perseverança. Esta mesma graça promete ela a todos aqueles que fielmente a servem nesta vida.

“Os que agem por mim não pecarão, aqueles que me esclarecem, terão a vida eterna” (Eclo 24 30)

Continue reading

Excelência da Vida Interior

Meditação para a Quinta-feira da 3ª Semana depois da Páscoa. Excelência da Vida Interior

Meditação para a Quinta-feira da 3ª Semana depois da Páscoa

SUMARIO

Meditaremos sobre a excelência da vida interior, e para a compreender:

1.° A compararemos com a vida exterior, que é a vida mundana;

2.º Veremos que ela eleva o cristão à altura da vida divina em Jesus Cristo.

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De evitarmos tudo o que nos distrai ou atrai, como certas companhias ou certas conversações;

2.º De nos penetrarmos do espírito de Jesus Cristo, perguntando a nós mesmos muitas vezes:

É assim que falaria ou obraria Jesus Cristo?

É este o espírito ou a intenção que dirigiria as Suas palavras ou os Seus atos?

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São João:

“Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo para que nós vivamos por ele” – Filium suum unigenitum misit Deus in mundum, ut vivamus per ilium (1Jo 4, 9)

Continue reading

Maria, Mãe Clementíssima

Meditação para o dia 15 de Maio. Maria, Mãe Clementíssima

Meditação para o dia 15 de Maio

Maria é toda Clemência e Bondade

O autor dos discursos sobre Salve Rainha diz que Maria é a terra prometida pelo Senhor, na qual manava leite e mel. Quer assim mostrar-nos de modo bem intuitivo a grande bondade dessa Rainha para conosco, miseráveis e deserdados. São João acrescenta que Maria tem entranhas de tanta misericórdia, que merece ser chamada não só misericordiosa, mas a própria misericórdia. Por causa dos infelizes foi Maria constituída Mãe de Deus e colocada para lhes dispensar misericórdia, ensina-nos São Boaventura. Considera em seguida a imensa solicitude que ela tem para todos os miseráveis, bem como a sua grande bondade que acima de tudo deseja socorrer aos necessitados. Essa consideração leva o Santo a dizer:

“Quando olho para vós, ó Maria, parece-me não ver mais a divina justiça, mas a divina misericórdia somente, da qual estais cheia”

Em suma, tanta lhe é a piedade que, como diz Guerrico, abade, seu amoroso coração não pode cessar um momento de ser misericordioso conosco. Continue reading

Obrigação da Vida Interior

Meditação para a Quarta-feira da 3ª Semana depois da Páscoa. Obrigação da Vida Interior

Meditação para a Quarta-feira da 3ª Semana depois da Páscoa

SUMARIO

Depois de termos aprendido do exemplo de Nosso Senhor em que consiste a vida interior, veremos que esta vida é:

1.° Um dever de razão;

2.º Um dever de fé.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De evitarmos tudo o que distrai, e de nos lembrarmos de tempos a tempos da presença de Deus com um momento de recolhimento de espírito e de reflexão;

2.° De juntarmos às nossas diversas ocupações o frequente uso das orações jaculatórias, e principalmente a prática de oferecer a Deus cada uma das nossas ações.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de Jacó:

“Em verdade que o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia” – Vere Dominus est in loco isto, et ego nesciebam (Gn 28, 16)

Continue reading

Maria Santíssima nos vale no Tribunal Divino

Meditação para o dia 14 de Maio. Maria Santíssima nos vale no Tribunal Divino

Meditação para o dia 14 de Maio

Quando uma alma está pra sair desta vida, diz Isaías, se conturba o inferno todo e manda os demônios mais terríveis a tentá-la antes de sair do corpo e depois acusá-la, quando se apresentar ao tribunal de Jesus Cristo.

“O inferno via-se lá em baixo à tua chegada todo turbado, e diante de ti levanta gigantes” (Is 14 9)

Mas Ricardo diz que os demônios, em se tratando de uma alma patrocinada por Maria, não terão atrevimento, nem ainda para acusá-la. Pois sabem muito bem que o Juiz nunca condenou, nem condenará jamais uma alma patrocinada por sua grande Mãe. São Jerônimo escreve à virgem Eustóquium que Maria não só socorre os seus amados servos na sua morte, mas também os vem esperar na passagem para a eternidade, a fim de os animar e de os acompanhar até o tribunal divino. Continue reading

Princípios da Vida Interior

Meditação para a Terça-feira da 3ª Semana depois da Páscoa. Princípios da Vida Interior

Meditação para a Terça-feira da 3ª Semana depois da Páscoa

SUMARIO

Continuaremos a estudar a vida interior de Jesus Cristo, e a consideraremos em seus dois princípios fundamentais, que são:

1.° O espírito de oração;

2.º O espírito de sacrifício.

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De fazermos a nossa oração cada manhã antes de qualquer outra coisa;

2.º De fazermos de boa vontade os sacrifícios pequenos ou grandes, que a graça nos inspirar, ou que os acontecimentos nos pedirem.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Paulo:

“Andai dignamente diante de Deus, agradando-lhe em tudo” – Ambuletis digne Deo, per omnia placentes (Col 1, 10)

Continue reading

Maria ama e salva os pecadores

Meditação para o dia 13 de Maio. Maria ama e salva os pecadores

Meditação para o dia 13 de Maio

Efeitos do amor de Maria para com os pecadores

Suponhamos que uma mãe soubesse que dois filhos seus eram inimigos mortais, intentando um tirar a vida do outro. Em tal conjuntura não seria dever de toda boa mãe procurar encarecidamente como pacificá-los? Assim pergunta Conrado de Saxônia. Ora, Maria é Mãe de Jesus e Mãe dos homens. Aflige-se quando vê um pecador inimizado com Jesus e tudo faz por reconciliá-los com seu divino Filho. Continue reading

Vida Interior de Nosso Senhor

Meditação para a Segunda-feira da 3ª Semana depois da Páscoa

SUMARIO

Como depois das nossas meditações da semana passada, devemos conhecer e imitar Jesus Cristo, estudaremos a Sua vida interior, que o olho humano não viu e que por isso não exige menos as nossas meditações. O autor da Imitação ensina-nos em poucas palavras o que é a vida interior. Consiste, diz ele, em conservarmos o nosso coração:

1.º Recolhido em Deus;

2.º Desprendido de qualquer outra afeição (1).

Veremos como a santíssima alma de Jesus satisfez estas duas condições.

—Tomaremos a resolução:

1.º De nos entregarmos de todo o coração à vida contemplativa e de união com Deus;

2.º De reprimirmos a desordem dos sentidos e da imaginação, que é o princípio da vida dissipada.

O nosso ramalhete espiritual será estas duas palavras, que resumem os dois pontos da nossa meditação: Deus só.
Continue reading

Maria nos socorre prontamente

Meditação para o dia 12 de Maio. Maria nos socorre prontamente

Meditação para o dia 12 de Maio

Da prontidão de Maria em socorrer os que a invocam.
Maria ajuda em muitos apuros da vida

Como pobres filhos da infortunada Eva, somos réus da mesma culpa e condenados à mesma pena. Andamos errando por este vale de lágrimas, exilados de nossa pátria, chorando por tantas dores que nos afligem no corpo e no espírito. Feliz, porém, aquele que por entre tais misérias se dirige muitas vezes à consoladora do mundo, ao refúgio dos pecadores, à grande Mãe de Deus, Feliz quem a invoca e implora com devoção! Bem-aventurado o homem que me ouve e que vela todos os dias à entrada de minha casa (Pr 8 34). Bem-aventurado, diz Maria, quem ouve meus conselhos e permanece constantemente à porta de minha misericórdia, invocando minha intercessão e meu auxílio. Continue reading

Os Sofrimentos e as Provações da Vida

Meditação para o 3º Domingo depois da Páscoa. Os Sofrimentos e as Provações da Vida

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João 16, 16-22

«Ainda um pouco, e deixareis de me ver; e um pouco mais, e por fim me vereis.» 17Disseram entre si alguns dos discípulos: «Que é isso que Ele nos diz: ‘Ainda um pouco, e deixareis de me ver, e um pouco mais, e por fim me vereis’? E também: ‘Eu vou para o Pai’?» 18Diziam, pois: «Que quer Ele dizer com isto: ‘Ainda um pouco’? Não sabemos o que Ele está a anunciar!»

19Jesus, percebendo que o queriam interrogar, disse-lhes: «Estais entre vós a inquirir acerca disto que Eu disse: ‘Ainda um pouco, e deixareis de me ver, e um pouco mais, e por fim me vereis’? 20Em verdade, em verdade vos digo: haveis de chorar e lamentar-vos, ao passo que o mundo há-de gozar. Vós haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza há-de converter-se em alegria! 21A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque chegou a sua hora; mas, quando deu à luz o menino, já não se lembra da sua aflição, com a alegria de ter vindo um homem ao mundo. 22Também vós vos sentis agora tristes, mas Eu hei-de ver-vos de novo! Então, o vosso coração há-de alegrar-se e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria.

Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2019 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑