Page 2 of 202

Cristo, nossa fé, razão da nossa esperança

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XII – Quarta-feira da II semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o 118/119, 81-88:

89SENHOR, a tua palavra permanece para sempre,
mais estável do que os céus.
90A tua fidelidade atravessa as gerações;
formaste a terra e ela continua firme.
91Pelos teus decretos, tudo se mantém até hoje,
porque tudo está ao teu serviço.
92Se a tua lei não fizesse as minhas delícias,
já teria sucumbido na minha aflição.
93Jamais esquecerei os teus preceitos,
pois é por eles que me dás a vida.
94Eu sou teu: salva-me,
pois sempre tenho seguido os teus preceitos!
95Os ímpios procuram a minha perdição,
mas eu estou atento às tuas ordens.
96Descubro limites em tudo o que parece perfeito,
mas os teus mandamentos são infinitos.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 3, 8-9:

8E como a Escritura previu que é pela fé que Deus justifica os gentios, anunciou previamente como evangelho a Abraão: Serão abençoados em ti todos os povos. 9Assim, os que dependem da fé são abençoados com o crente Abraão.

Continue reading

Santos desejos do Céu

Meditação para a Quarta-feira da Segunda Semana da Quaresma. Santos desejos do Céu

Meditação para a Quarta-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

Consideraremos na nossa meditação:

1.° Que o mistério da transfiguração deve incutir-nos santos desejos do céu;

2.° Que estes santos desejos são muito úteis à alma.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos desapegarmos da terra, e de não amarmos senão as coisas do céu;

2.° De concebermos multas vezes santos desejos por forma de orações jaculatórias.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Bernardo:

“Quão formosa és, pátria minha! Quão formosa és!” – Quam pulchra es, patria mea, quam pulchra es!

Continue reading

O Cristão vive do Espírito e no Espírito

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XI – Terça-feira da II semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o 118/119, 81-88:

81A minha alma espera na tua salvação:
confio na tua palavra.
82Os meus olhos suspiram pelo cumprimento da tua promessa:
«Quando virás consolar-me?»
83Estou como um odre exposto ao fumo,
mas não me esqueci dos teus preceitos.
84Quantos dias restarão ao teu servo?
Quando condenarás os que me perseguem?
85Os orgulhosos, que não obedecem à tua lei,
abriram covas para mim.
86Todos os teus mandamentos são verdadeiros;
ajuda-me contra os que me perseguem à traição.
87Por pouco não me eliminaram desta terra,
mas nunca reneguei os teus preceitos.
88Dá-me a vida, segundo a tua bondade,
e cumprirei as ordens da tua boca.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 3, 5-6:

5Aquele que vos concede o Espírito e opera milagres entre vós, será, pois, que o faz pelas obras da Lei ou pela pregação da fé?

6Assim foi com Abraão: teve fé em Deus e isso foi-lhe atribuído à conta de justiça.

Continue reading

Grandezas de Jesus revelada no Tabor

Meditação para a Terça-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

O mistério da transfiguração, que meditamos esta semana, faz sobressair admiravelmente três belas verdades:

1.° As grandezas de Jesus Cristo;

2.° O poder da Sua mediação;

3.° A autoridade dos Seus ensinos.

— Depois destas considerações, tornaremos a resolução:

1.° De conservarmos em nós um grande respeito para com Jesus Cristo, e uma grande confiança na  Sua mediação;

2.° De imitarmos Jesus Cristo e de obedecermos às Suas inspirações.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Evangelho:

“Este é aquele meu querido Filho, em quem tenho posto toda a minha complacência; ouvi-o” – Illic est Filius meus dilectus, in quo mihi bene complacui: ipsum audite (Mt 17, 5)

Continue reading

Os traços de Jesus Cristo Crucificado

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação X – Segunda-feira da II semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o 118/119, 73-80:

73As tuas mãos me criaram e formaram;
dá-me inteligência para aprender os teus mandamentos.
74Ao verem-me, os teus fiéis hão-de alegrar-se,
porque assentei a minha esperança na tua palavra.
75SENHOR, eu sei que as tuas sentenças são justas
e que me castigaste para meu proveito.
76Que a tua bondade me sirva de conforto,
conforme o que prometeste ao teu servo.
77Mostra-me a tua misericórdia e viverei,
porque a tua lei faz as minhas delícias.
78Sejam confundidos os insolentes,
que injustamente me torturam,
a mim que medito nos teus preceitos.
79Unam-se a mim os que te obedecem
e conheçam os teus preceitos.
80Que o meu coração obedeça às tuas leis,
para não ter de que me envergonhar.

Releia a exortação queixosa de São Paulo em Gl 3, 1. Releia novamente!

1Oh Gálatas insensatos! Quem vos enfeitiçou, a vós, a cujos olhos foi exposto Jesus Cristo crucificado?

Continue reading

Necessidade e método da Oração

Meditação para a Segunda-feira da Segunda Semana da Quaresma. Necessidade e método da Oração

Meditação para a Segunda-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

Como o Evangelho, apresentando-nos Nosso Senhor transfigurado enquanto orava, nos revela com isto que a oração é o meio de alcançarmos as graças do céu, meditaremos:

1.º A necessidade da oração;

2.° As condições requeridas para a fazer bem.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De sermos exatíssimos em prepararmos o nosso objeto de oração de tarde e de manhã, e de começarmos sempre o dia com este exercício;

2.° De conservarmos durante o dia os bons pensamentos e bons sentimentos da oração da manhã.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Evangelho:

“Enquanto orava, pareceu todo outro o seu rosto” – Facta est, dum oraret, species vultus ejus altera (Lc 9, 29)

Continue reading

Homilia para o II Domingo da Quaresma – Ano C

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Gn 15,5-12.17-18
Sl 26
Fl 3,17 – 4,1
Lc 9,28b-26

Antes de tudo, duas observações:

(1) A Palavra de Deus, neste Domingo, apresenta-nos um contraste muito forte entre escuridão e luz: escuridão da noite do Pai Abraão e luz do Cristo transfigurado;

(2) Chama atenção, num tempo tão austero como a Quaresma um evangelho tão esfuziante como o da Transfiguração.

Não cairia melhor na Páscoa, este texto? Por que a Igreja o coloca aqui, no início do tempo quaresmal? Continue reading

A Transfiguração

Meditação para o Segundo Domingo da Quaresma. A Transfiguração

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus 17, 1

Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e seu irmão João, e levou-os, só a eles, a um alto monte. Transfigurou-se diante deles: o seu rosto resplandeceu como o Sol, e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. Nisto, apareceram Moisés e Elias a conversar com Ele. Tomando a palavra, Pedro disse a Jesus: «Senhor, é bom estarmos aqui; se quiseres, farei aqui três tendas: uma para ti, uma para Moisés e outra para Elias.» Ainda ele estava a falar, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra, e uma voz dizia da nuvem: «Este é o meu Filho muito amado, no qual pus todo o meu agrado. Escutai-o.»

Ao ouvirem isto, os discípulos caíram com a face por terra, muito assustados. Aproximando-se deles, Jesus tocou-lhes, dizendo: «Levantai-vos e não tenhais medo.» Erguendo os olhos, os discípulos apenas viram Jesus e mais ninguém.

Enquanto desciam do monte, Jesus ordenou-lhes: «Não conteis a ninguém o que acabastes de ver, até que o Filho do Homem ressuscite dos mortos.»

Continue reading

“Insensatos!”

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação IX – Sábado da I semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o 118/119, 65-72:

65Trataste com bondade o teu servo,
segundo a tua palavra, SENHOR.
66Dá-me sabedoria e conhecimento,
pois confio nos teus mandamentos.
67Antes de me teres humilhado, eu pecava;
mas, agora, cumpro a tua palavra.
68Tu és bom e generoso;
ensina-me as tuas leis.
69Os soberbos forjam mentiras contra mim,
mas eu cumpro as tuas instruções de todo o coração.
70O seu coração tornou-se insensível,
mas eu deleito-me na tua lei.
71Foi bom para mim ter sido castigado,
pois assim aprendi os teus decretos.
72Prezo mais a lei da tua boca
do que milhões em ouro e prata.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 3, 1-5:

1Oh Gálatas insensatos! Quem vos enfeitiçou, a vós, a cujos olhos foi exposto Jesus Cristo crucificado? 2Só isto quero saber de vós: foi pelas obras da Lei que recebestes o Espírito ou pela pregação da fé? 3Sois tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, quereis agora, pela carne, chegar à perfeição?

4Foi em vão que experimentastes coisas tão grandiosas? Se é que foi mesmo em vão! 5Aquele que vos concede o Espírito e opera milagres entre vós, será, pois, que o faz pelas obras da Lei ou pela pregação da fé?

Continue reading

O Exame Particular de Consciência

Meditação para o Sábado da Primeira Semana da Quaresma. O Exame Particular de Consciência

Meditação para a Sábado da Septuagésima

SUMARIO

Meditaremos:

1.° Na natureza e importância do exame particular de consciência;

2.° Na maneira de o fazer

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De cumprirmos fielmente daqui em diante este exercício;

2.° De o fazermos consoante as regras dos mestres da vida espiritual.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de Jeremias:

“Constitui-te para arrancares e destruíres, para edificares e plantares” – Constitui te… ut evellas, et destruas… aedifices, et plantes (Jr 1, 10)

Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2019 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑