Meditação para o Dia 01 de Novembro

Como nos faz bem o pensamento do Céu! Ajuda-nos a sofrer e nos enche de esperança! Escrevia Santa Teresinha à sua irmã:

“Tenho sede do Céu, dessa mansão bem-aventurada, onde se amará Jesus sem restrições! Mas, para lá chegar, é preciso sofrer e chorar; pois bem! Quero sofrer tudo o que aprouver ao meu Bem-Amado, quero deixar que Ele faça de sua bolinha o que quiser!” (1)

Logo estaremos na eternidade e veremos plenamente realizado, conforme nosso ardente desejo, o nosso sonho de eterna felicidade! Não nos impacientemos! “A figura deste mundo passa” – diz o profeta Isaías (Is 64, 4) –, e passa depressa. Logo chegaremos à Pátria, ao Céu. E lá não haverá lágrimas, nem morte, nem dor, nem luto, nem gemidos. Et absterget Deus omnem lacrymam ab oculis eorum: et mors ultra non erit, neque luctus, neque clamor, neque dolor erit ultra… Santa Maria Egipcíaca, após a sua maravilhosa conversão, foi viver no deserto, em cuja horrorosa solidão permaneceu mais de cinquenta anos, na mais dura penitência. Quando a santa estava quase a expirar, perguntou-lhe São Sózimo como pudera ela suportar, durante tantos anos e naquele lugar de horrores, uma vida tão austera:

“Meu padre, com a esperança do Céu!”

Ah! O Céu! O Céu! Que doce consolo para quem sofre! Santos do Paraíso, ajudai-me na luta pelo Céu!

Referências:

(1) Lettres – 5me. à Sainte Marie du Sacré Couer – (Hist. d’une ame-app)

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 328)