Meditação para o Dia 09 de Dezembro

O pobre Jó, todo ferido, no auge do sofrimento e da miséria, ainda esperava no Senhor.

“Ainda que o Senhor me tirasse a vida, ainda assim esperaria Nele”

Deus recompensou tamanha confiança, e a saúde e a prosperidade voltaram à casa de Jó. Exemplos sublimes dessa confiança heroica, sempre os encontramos nas Escrituras e na vida dos santos. Nunca se ouviu dizer deixasse Nosso Senhor sem recompensa quem Nele confiou. A confiança faz milagres. Numa de suas viagens, São Martinho caiu nas mãos de salteadores, na estrada. Foi roubado e despojado. Iam já os bandidos matar o santo, quando, repentinamente, cheios de um pavor misterioso, puseram-no em liberdade, contra toda expectativa. Perguntaram depois ao santo Bispo se, no tamanho risco de vida por que passara, não teria sentido medo.

“Nenhum – respondeu ele – eu sabia que a Intervenção Divina era tanto mais certa quanto menos prováveis os recursos humanos”

Que bela confiança! Na viagem que fazemos para a Eternidade, quantas vezes não somos assaltados pelos inimigos de nossa pobre alma! Tentações, combates terríveis do inferno. Confiemos na Providência! Ela nos ajudará na hora extrema, quando talvez já não houver mais esperança de socorro humano.

“A Providência – diz São Francisco de Sales – só demora o seu socorro para provocar nossa confiança”

Confiança, pois. A confiança faz milagres!

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 368)