Tag: virtudes (page 1 of 3)

Maria, oásis no Mundo Pervertido

Meditação para o Dia 11 de Dezembro

1. Já no Paraíso, Deus prometeu o redentor, mostrando assim a Sua misericórdia verdadeiramente infinita. Adiou, todavia, o cumprimento de Sua promessa, por muitos séculos, para que se tornasse bem visível a enorme miséria que resultou do pecado. Com poucas exceções, os homens todos se tinham afastado de seu Deus, adorando criaturas e entregando-se a indizíveis vícios. Por toda parte orgulho, egoísmo, impureza, crueldade. Quanto deves a Deus, que pela redenção transformou a terra de tal modo, que hoje é fácil salvar-te, desde que o queiras seriamente. Continue reading

Maria e José

Meditação para o Dia 10 de Dezembro

1. a) Conformando-se com a vontade de Deus, Maria Santíssima despojou-se com São José. Não receava por sua virgindade, que lhe era sobremodo cara; confiava tranquilamente na Onipotência divina, que de fato lha conservou. Aprende de tua Mãe a confiar, plenamente, em Deus, por maiores que sejam as tuas necessidades.

b) Deus não quis que a pureza de Sua Mãe fosse exposta a alguma suspeita. Cuidas assim de tua boa reputação, e também do bom nome de teu próximo?

Deus quis que o mistério da Encarnação, por algum tempo, fosse desconhecido pelo mundo. Escondes, do mesmo modo, o que talvez tens de bom e de louvável? Continue reading

As Portas de Belém

Menino Jesus reclinado em uma Manjedoura

Reclinou-O numa Manjedoura

Dos arredores de Belém, onde contemplávamos os pastores, vamos passar neste capítulo para a cidade, a cidadezinha onde Maria e José chegaram buscando pousada. Ao olhar para eles, procuraremos fazer uma meditação que seja, ao mesmo tempo, uma contemplação e um exame de consciência pessoal, como que um pequeno retiro espiritual de preparação para o Natal.

Há uma coisa que vemos em todos os presépios: o lugar onde Jesus nasceu é desamparado, um pobre estábulo onde se recolhe o gado. Umas vezes, tem a aparência de uma gruta – assim deve ter sido na realidade – e outras, a de um telheiro ou galpão de adobe e tábuas, chão batido e palha.

A tradição do presépio é fiel ao Evangelho (Lc 2, 1-7), pois nele se diz que Maria e José chegaram a Belém para se recensear, e

estando eles ali, completaram-se os dias dela. E deu à luz seu filho primogênito e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o numa manjedoura; porque não havia lugar para eles na estalagem.

Continue reading

Verdadeira Virtude

Meditação para o Dia 08 de Outubro

1. Eu vos digo que, se a vossa justiça não for maior e mais perfeita do que a dos escribas e a dos fariseus, não entrareis no reino dos céus“. Jesus condena o proceder dos que aparentemente cumprem a lei, nutrindo, entretanto, no coração, aversões ilícitas, orgulho e outros vícios. Nada te valerá seres justo aos olhos dos homens, não o sendo também perante Deus. Não serve de desculpa o procedimento incorreto ou mau de outros, por mais numerosos que estes sejam. Jesus avisou a todos que é larga a estrada que leva ao inferno e estreita a que leva ao céu. Continue reading

Virtudes de São João Batista

Meditação para o Dia 13 de Setembro

1. Os judeus de Jerusalém enviaram sacerdotes e levitas a São João, a perguntar-lhe:

“Tu quem és?”

São João impôs-se a todos pela santidade de sua vida e pelo sucesso de seus sermões. Falando de si, chamava-se “a voz que clama no deserto“, ainda que o próprio Jesus dele houvesse dito que era mais do que profeta. Como falas tu de ti? Não te glorias de bens, qualidades ou talentos que te foram dados por Deus? Desta ou daquela virtude real ou aparente? Responde com sinceridade à pergunta:

“Quem és tu em verdade, isto é, aos olhos de Deus?”

Continue reading

Deus Sabe de Ti

Meditação para o Dia 03 de Setembro

1. Se em verdade amas a Deus, rezarás não só com a boca, mas também com o coração e por todo o proceder.

“Seja feita a vossa vontade, assim na terra como nos céus”

Nada se dá, sem que Deus o permita. Por seu consentimento vem alegrias e dores, honras e humilhações, vida e morte. E tu serás pusilânime? Até murmurarás contra Deus? Dize antes como Jó, em todas as condições da vida:

“Seja bendito o nome do Senhor!”

Se de Deus recebeste tanto bem, por que não aceitarás dEle também alguma provação? É arte santa conformares-te com a vontade de Deus; arte, ao mesmo tempo, de inexcedível valor para ti. Continue reading

Sê Manso como Jesus

Meditação para o Dia 10 de Agosto

1. Um gênio pacífico concorre tanto para a própria paz como para a do próximo. Uma ofensa qualquer às vezes é suficiente para irritar-te e para te levar a pensamentos de desafeto e ódio, a palavras precipitadas, a atos de que depois terás de arrepender-te. Irritando-te, a ira começa a predominar no coração e a obscurecer a razão, causando muitos males, desalojando a virtude, que só pode existir em um coração pacífico, e fazendo entrarem as inimizades com suas consequências. Continue reading

A Virtude Cristã

Meditação para o Dia 29 de Julho

1. Sede perfeitos como é perfeito vosso Pai do céu“, é isto que Jesus exige de todos. Deves, pois, por ordem do próprio Salvador, adquirir virtudes, visto em sua posse consistir a perfeição. A virtude não é uma única ação boa, nem consiste em se estar isento de graves faltas ou em praticar exercícios exteriores de piedade. A virtude sobrenatural é mais; é ela que nos habilita para ações boas que tem por fim agradar a Deus. A virtude é, pois, uma aspiração perseverante ao bem e um exercício continuado, sendo por isso mais do que um entusiasmo passageiro. Ela deve inspirar e modificar todas as ações. Continue reading

Conheces-te a Ti Mesmo

Meditação para o Dia 03 de Julho

1. O olhar espiritual, tanto quanto o corporal, pode ser desviado ou ofuscado. Podes deixar de ver o que é necessário e útil para tua alma; teu próprio estado espiritual pode escapar ao teu conhecimento. Tal cegueira tem mais graves consequências do que a cegueira corporal. Se não te conheces, qualificar-te-ás erradamente, desconhecendo os perigos e não sabendo o que fazer ou corrigir. O inimigo da salvação alimenta, quanto pode, tão triste cegueira, servindo-se ora de distrações exteriores, de negócios e passatempos, ora do amor próprio que nada mais receia do que descobrir o que o contrarie. Continue reading

A Modéstia – Grande Meio de Aperfeiçoamento

Meditação para o Dia 28 de Junho

1. A modéstia é uma escada que conduz à perfeição. Por ela expiam-se os pecados, pois, sem recorrer a graves penitências, ela serve de mortificação universal que afeta todos os sentidos, a vista, a língua, o gosto, o andar, as inclinações. É uma mortificação possível a todos, inofensiva para saúde, e que não esgota as forças, mortificação praticável em todos os lugares, particulares ou públicos, sagrados ou profanos; em todo o tempo, de dia e de noite, ao estar-se só ou em companhia; mortificação sempre prudente, em que os excessos não são para temer; mortificação que leva a passos largos ao desprezo das comodidades. Continue reading

Older posts

© 2017 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑