Tag: perdão (Page 2 of 6)

O Filho do Homem não veio para Perder as Almas

Meditação para o Dia 15 de Junho

“Enviou diante de Si mensageiros, que, caminhando, entraram numa cidade dos samaritanos para Lhe preparar pousada. E não O receberam, por ter aparência de que ia para Jerusalém. Vendo isto, Seus discípulos Tiago e João disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do Céu e os consuma? Porém, voltando-se para eles, repreendeu-os dizendo: Não sabeis de que espírito sois! O Filho do homem não veio para perder as almas, mas para salvá-las” (1)

Continue reading

Nem Eu te Condenarei

Meditação para o Dia 13 de Junho

“Mas Jesus, abaixando-se, escrevia com o dedo em terra. E, como continuassem a interrogá-lO, ergue-se e lhes disse: Aquele de vós que está sem pecado atire-lhe a primeira pedra. E, inclinando-se de novo, continuava a escrever em terra. Eles então, ouvindo isto, saíam, um após outro, começando pelos mais velhos e ficou só Jesus e a mulher que estava no meio. Erguendo-se, pois, Jesus disse-lhe: Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguém te condena? Ninguém, Senhor, respondeu ela. Nem eu te condenarei, disse-lhe então Jesus; vai e não peques mais.” (1)

Continue reading

Tem Confiança, vai em Paz e fica Sã

Meditação para o Dia 10 de Junho

“E disse Jesus: Alguém me tocou, porque conheci que uma virtude saíra de mim. E olhava em roda para ver aquela que isto havia feito. Porém a mulher, vendo que não esteve oculta, temendo e tremendo, bem certa do que lhe tinha acontecido, veio e se prostrou diante Dele e Lhe disse toda a verdade e declarou diante de todo povo por que causa O tocara e de que modo ficara logo curada. Então, vendo-a, disse-lhe: Tem confiança, filha, a tua fé te salvou, vai em paz e fica sã de tua enfermidade. E ficou sã a mulher desde aquela hora.” (1)

Continue reading

Vai em Paz

Meditação para o Dia 09 de Junho

…”Pelo que digo a ti: muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas, a quem menos perdoa, menos ama. E os que estavam junto à mesa começaram a dizer consigo mesmo: Quem é este que também perdoa pecados? E disse à mulher: A tua fé te salvou. Vai em paz.” (1)

Continue reading

Não Chores!

Meditação para o Dia 08 de Junho

“Aconteceu que ia depois para uma cidade chamada Naim e iam com ele os seus discípulos e uma grande multidão de povo. E, chegando perto da porta da cidade, eis que era levado um defunto, filho único de sua mãe, e esta era viúva, e vinha com ela muita gente da cidade. Logo que o Senhor a viu, movido de compaixão para com ela, disse-lhe: Não chores. E aproximou-se e tocou o esquife (pararam logo os que o levavam) e lhe disse: Moço, eu te ordeno, levanta-te. Então se assentou o que estava morto e começou a falar, e Jesus o entregou à sua mãe.” (1)

Continue reading

Cego de Misericórdia

Meditação para o Dia 08 de Abril

Estará Nosso Senhor descontente com as nossas misérias? E com os nossos defeitos? São inquirições angustiosas de certas almas que desejam amar a Nosso Senhor e se sentem fracas e desconfiadas. A uma pergunta destas, respondeu Santa Teresinha a uma de suas noviças:

“Sossegue. O Esposo que escolheu possui, certamente, todas as perfeições imagináveis, mas – se assim me é permitido falar – tem, ao mesmo tempo, dois grandes defeitos: é cego e ignora a ciência do cálculo. Essas falhas que seriam lastimáveis num esposo terreno, tornam infinitamente mais belo e amável o nosso Esposo celeste. Continue reading

“Perdoai-nos as nossas Dívidas”

Meditação para o Dia 16 de Novembro

1. O reino dos céus é comparado a um homem que quis tomar contas a seus servos. Ao tomar contas, apresentou-se um que lhe devia dez mil talentos“. Quantia enorme! Tu, entretanto, deves ainda mais, porque não há divida maior que a do pecado. Por ti, jamais poderás pagá-la. Que seria de ti, se Deus não se compadecesse? Como o rei ao servo, assim Deus a ti já muitas vezes perdoou toda a dívida. Aos anjos, que pecaram só uma vez, não perdoou. Não mereceste, entretanto, sorte igual? Onde tua gratidão? Continue reading

Pede e Perdoa

Meditação para o Dia 13 de Outubro

1. Quem te dera não teres necessidade de rezar:

“Perdoai-nos as nossas dívidas!”

Dívidas ingentes são teus pecados! Pecados esses, contados desde os primeiros dias do uso da razão! Quem lhes conhece o número? Pecados, cujo número não se diminuiu com o conhecimento da bondade de Deus. Pecados, cujo peso fez cair Jesus por terra no monte das Oliveiras e sair-lhe o sangue. E Jesus, que te manda pedir perdão de tão ingente dívida, também promete a remissão por meio de sincero arrependimento, acompanhado da exposição franca no tribunal da penitência. Como deves sentir ter ofendido a um Deus que nada de mal te fez! Continue reading

Perdoa sem Reservas

Meditação para o Dia 12 de Agosto

1. Não é suficiente não odiar a ninguém. Dirás: “Não quero mal, mas também nada tenho que ver com quem me ofendeu”? Palavra é essa detrás da qual se escondem aversão e rancor. Deus não exige indiferença e sim amor ao inimigo. Por ti, Jesus crucificado, embora tenhas ofendido grave e repetidamente, orou:

“Pai, perdoa-lhe, pois não sabe o que faz”

Queres o teu direito? Pois Deus quer o seu; quer que não seja ofendido por implacabilidade e quer que por ti seja amado todo aquele que Ele não exclui de seu amor. Continue reading

Perdoa!

Meditação para o Dia 11 de Agosto

1. Nada é mais custoso do que amar a quem ofende. Rebela-se o interior, opõe-se o amor próprio, e o coração insiste em seu direito. Todavia, é preciso, e não há que fugir a este dever.

“Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos têm ódio e orai pelos que vos perseguem e caluniam”

Este amor e este perdão são como que uma condição do perdão divino:

“Perdoai-nos as nossas dividas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”

Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑