Meditação para o Dia 30 de Junho

“Mas eles, perturbados e espantados, cuidavam que viam algum espírito. E disse-lhes: Por que estais vós turbados e que pensamentos são estes que vos sobem aos corações? Olhai para as minhas mãos e pés, porque sou eu mesmo. E, dizendo isto, mostrou-lhes suas mãos, os pés e o lado” (1)

Não há outro recurso quando a gente se vê pobre, miserável e coberto de pecados: olhar as mãos, os pés e o lado de Jesus, isto é, as suas Chagas Sagradas! “Meus méritos são as Vossas Chagas”, dizia São Boaventura.

“Perturbados e espantados, diz o Evangelista, os discípulos receberam o Mestre.

– Por que estais perturbados e que pensamentos são esses que vos sobem aos corações?”

Assim fala Nosso Senhor às almas tímidas e desconfiadas, e atormentadas de pensamentos tristes e desesperadores. E, para lhes dar confiança, mostra-lhes as Chagas:

“Olhai para minhas mãos e pés e o lado”

Quando o desespero de Caim e de Judas me tentar dizendo: “Teu pecado é grande demais para que tenhas perdão”, meu Jesus Crucificado, lançarei, cheio de confiança, um olhar às Vossas Santas Chagas e, principalmente, às Chagas de Vosso Coração aberto pela lança. Tenho certeza do perdão, com a firmeza do meu bom propósito. Meu Jesus, ainda que a minha alma se cubra de todos os pecados que, por desgraça, podem se cometer, nunca permitais cometa eu o monstruoso pecado de Caim e de Judas: a desconfiança de Vossa Misericórdia!

Referências:
(1) São João 20, 26-29; São Marcos 16,14; São Lucas 24,36-39

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 197)