Meditação para o Dia 03 de Outubro

Amor misericordioso é o que se inclina para a miséria, procurando-a, para transformá-la em ardente chama de amor. Santa Teresinha dizia que, quanto mais pobre e miserável é uma alma, tanto mais apta está para as operações do Amor que consome e transforma. Estas palavras são de Jesus:

“Vim trazer o fogo à terra. E que desejo Eu senão que ele acenda e arda?”

Neste mundo somos todos pobres, fracos, miseráveis. Que fazer então? Fugir, por indignos, do Amor? Não. Mesmo por isso devemos correr pressurosos para a fornalha ardente do Amor Misericordioso. Foi para a miséria que a Misericórdia baixou à terra. Sobre os escombros de nossa miséria, levanta o Senhor o seu trono de Misericórdia. Tão poucas são as almas que compreendem o Coração de Jesus! Quanto nos consola saber que, não obstante os abismos e o horror de nossa miséria, somos amados, e amados com um amor infinito, pelo Amor Misericordioso! Há muitas almas desconfiadas, timoratas e revoltadas contra Deus, porque não acreditam na Misericórdia, não conhecem o Amor Misericordioso. É a essas almas que o Anjo do Carmelo quer que se fale muito da Misericórdia, que se pregue o Amor, o Amor Misericordioso. Ó Santa Teresinha, anseio a graça de amar o Amor, e essa graça eu a imploro à missionária que vos fizestes, com estas palavras:

“Voltarei à terra para fazer amar o Amor!”

Voltar para o Índice do Breviário da Confiança

(Brandão, Ascânio. Breviário da Confiança: Pensamentos para cada dia do ano. Oficinas Gráficas “Ave-Maria”, 1936, p. 298)