Tag: trindade

Sinal da Cruz e Caridade

Meditação para a Quarta-feira da Trindade. Sinal da Cruz e Caridade

Meditação para a Quarta-feira da Trindade

SUMARIO

Continuaremos as nossas meditações sobre o culto da Santíssima Trindade, e refletiremos sobre dois atos deste culto: o primeiro é o sinal da cruz; o segundo é a prática da caridade cristã modelada pela união das três Pessoas Divinas entre Si.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De fazermos de ora em diante o sinal da cruz com grande respeito, de vermos neste sinal a nossa profissão de fé nos mistérios da Trindade, da Encarnação e da Redenção; e com esta consideração, de gostarmos de o fazer de manhã quando acordarmos, à noite quando nos deitarmos, e durante o dia nas nossas refeições e ações principais;

2.° De nos renovarmos na caridade para com o próximo, procurando fazer a felicidade dos que nos cercam e sofrer tudo aos outros sem causar o menor desgosto a pessoa alguma.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de Nosso Senhor:

“Pai, sejam eles um, como também nós somos um” – Ut sint unum, sicut et nos unim, sumus (Jo 17, 22)

Continue reading

Culto da Santíssima Trindade

Meditação para a Terça-feira da Trindade. Culto da Santíssima Trindade

Meditação para a Terça-feira da Trindade

SUMARIO

Meditaremos sobre o culto da Santíssima Trindade, e consideraremos dois atos deste culto: o primeiro é um pensamento frequente, ceio de respeito e de amor das três Pessoas divinas; o segundo é a prática das orações fervorosas em Sua honra.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos lembrarmos muitas vezes, com respeito e amor, das três Pessoas divinas, e de nada fazermos à Sua vista, que não seja Santo;

2.° De oferecermos a estas três adoráveis Pessoas todas as nossas ações e tribulações, não querendo viver, obrar e padecer senão por elas.

Conservaremos, como ramalhete espiritual, as aspirações de São Francisco Xavier, que repetiremos muitas vezes de dia e de noite:

“Ó Santíssima Trindade!” – O Sanctissima Trinitas!

Continue reading

A Trindade, encanto da Esperança e do Amor

Meditação para a Segunda-feira da Trindade. A Trindade, encanto da Esperança e do Amor

Meditação para a Segunda-feira da Trindade

SUMARIO

Consideraremos o Mistério da Santíssima Trindade:

1.° Como o encanto da esperança;

2.° Como o encanto do amor.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De repetirmos muitas vezes durante o dia esta aspiração: A Deus, um só em três Pessoas confiança e amor, e de acompanharmos todas as nossas orações deste dúplice sentimento, que tão bem merecem o Pai, o Filho e o Espírito Santo;

2.° De servirmos a Deus e de fazermos todas as nossas ações, não por espírito de temor, que é próprio dos escravos, mas por espírito de confiança e de amor, que convêm aos filhos.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Apóstolo:

“Deus não nos deu um espírito de pusilanimidade, mas de amor” – Non debit nobis Deus spiritum timoris, sed… dilectionis (2Tm 1, 7)

Continue reading

A Santa, Indivisa e Consubstancial Trindade – Parte 3

Santíssima Trindade. The Holy Trinity (Nicoletto Semitecolo)

Santíssima Trindade. The Holy Trinity (Nicoletto Semitecolo)


Por Dom Henrique Soares da Costa
Vimos, nos tópicos passados desta série de meditações, que Javé (Adonai) é o Deus eterno, o Deus de Israel; mas Ele, o Deus Único, o Indivisível, o Imultiplicável, o Simples, o Infinito fora do Qual nada há nem pode haver, Ele não é um Deus solitário: Ele é o Pai eterno do eterno Filho, que é Deus com Ele e como Ele! E mais: com o Pai e o Filho existe, ou melhor, é eternamente o Santo Espírito, Deus como o Pai, Deus como o Filho!

Na Páscoa, o Pai ressuscitou o Filho, divinizando-O, glorificando-O, na potência divina que é o Santo Espírito! Continue reading

A Santa, Indivisa e Consubstancial Trindade – Parte 2

Trindade Santa
Por Dom Henrique Soares da Costa

Vimos, no tópico passado, que nem o Antigo Testamento nem ninguém na época de Jesus suspeitava que Deus fosse trino, que o Filho e o Santo Espírito fossem Deus! O Deus de Israel chamava-se Javé (Jeová é uma tradução errada do nome de Deus) e basta!

Vimos também que Jesus Se apresentou e agiu como “filho de Deus“… Mas, na mentalidade dos judeus, “filho de Deus” não significava que Ele era igual a Deus, que Ele era Deus! Finalmente, vimos que Jesus agia e falava com uma autoridade que deixava os Seus contemporâneos espantados: “Sendo apenas homem, Tu Te fazes Deus!” (Jo 10,33)

Ficamos, no tópico passado, com uma pergunta: Como, então, a Igreja apostólica descobriu que Deus era trino? Foi no Dia da Ressurreição! Quando, naquele primeiro dia depois do sábado, o Ressuscitado veio ao encontro dos discípulos, eles foram surpreendidos. Não somente porque Jesus estava vivo, mas, sobretudo porque estava ressuscitado, quer dizer, completamente transfigurado: Seu corpo estava totalmente transformado; era o mesmo Jesus, trazia ainda as marcas da paixão, mas estava de tal modo glorificado que mal os discípulos conseguiam reconhecê-Lo! Antes, só O reconheciam porque Ele mesmo Se dava a conhecer (cf. Lc 24,15s.30s; 24,36ss; Jo 20,11ss; 20,26ss; 21,4ss). Continue reading

A Santa, Indivisa e Consubstancial Trindade – Parte 1

trindade
Por Dom Henrique Soares da Costa
O Deus dos cristãos é diferente de todos os outros: é único, original. Nossa fé professa que Ele é uno e trino – Triuno -, um só Deus na Trindade das Pessoas divinas. E, no entanto, na prática, os cristãos não compreendem bem o que isto significa nem percebem o quanto isto é importante, fundamental, para a nossa fé.

Basta dizer que sem a Trindade, se Deus não fosse trino, a criação não seria possível, a salvação não existiria e não haveria esperança para a história humana nem para o universo!Como?” – perguntam os cristãos, admirados com tais afirmações… Todas estas assertivas podem parecer exageradas. Se for assim, se para você tais afirmações são muito radicais, então é porque você é um desses, que não compreenderam ainda o quanto é fundamental, essencial mesmo, que Deus seja uno e trino. É para que, juntos, possamos aprofundar nossa compreensão deste que é o Mistério central da fé cristã, vou apresentar algumas meditações sobre a Santa Trindade.

E vou logo afirmando que nosso encontro com a Trindade Santa começou num Primeiro Dia da semana, que chamamos agora de Domingo. Isto mesmo: tudo começou num Domingo! Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑