Page 3 of 169

Sofrer e Perdoar

Meditação para o Dia 29 de Julho

Como é doce a paciência dos santos! Sabem sofrer e sabem perdoar! Um homem perverso e cruel atirou com violência uma pedra que foi ferir gravemente o santo e pobrezinho São Bento Labre. Inclinou-se humildemente o santo, tomou a pedra, beijou-a e colocou-a respeitosamente num muro do caminho. Prosseguiu a viagem a rezar todo o tempo pelo seu agressor. Que doçura e paciência! Isto é ser cristão, é ser verdadeiro discípulo de Jesus Cristo! Continue reading

A Vida: imenso dom de um Amor sem fim

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Recentemente li que muitas mulheres estão congelando seus óvulos até que encontrem seu parceiro ideal ou até que se realizem profissionalmente. Então, sim, engravidarão.

É o ser humano que, tornando-se seu próprio deus, dono de si mesmo sem de si mesmo ser dono, termina por vilipendiar o próprio ser humano. Para quem crê, todos os seres merecem nosso respeito e, de modo particular, o ser humano, imagem de Deus! Continue reading

Presteza para o Sacrifício

Capítulo 55. Presteza para o Sacrifício - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
NUNCA como hoje, neste período de tréguas (porque dificilmente podemos chamar aos nossos tempos «pacíficos»), houve tão grande presteza para o sacrifício. Este espírito ainda não se patenteia em toda a sua clareza; permanece oculto, como a água debaixo da terra.

Continue reading

A Escola dos Santos

Meditação para o Dia 28 de Julho

A escola dos santos foi a escola da cruz. Não se encontrará um só que não tenha passado por muitas e grandes tribulações para chegar à glória. E todos abençoaram e amaram apaixonadamente a cruz.

“Os santos – diz a Imitação (1) – e amigos de Cristo serviram o Senhor em fome, em sede, em frio e nudez, em trabalhos e fadigas, em vigílias e jejuns, em orações e santas meditações, em perseguições e muitos opróbrios. Oh! Quantas e quão graves tribulações padeciam os apóstolos, os mártires, os confessores, as virgens e todos os demais que quiseram seguir as pisadas de Cristo! Pois aborreceram neste mundo suas vidas para as possuírem na eternidade” (2)

Continue reading

As Santas Escrituras segundo a fé da Igreja de Cristo

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Amigo, vai aqui um pouco de catequese para que nossas ideias sejam realmente católicas, fieis à constante Tradição Apostólica presente na Igreja de Cristo:

A Bíblia não é um livro único; é uma coleção de 73 escritos, produzidos num arco de cerca de 1.300 anos.

Neles, nesses livros, está contida a Palavra de Deus, porque foi o próprio Espírito do Senhor quem, misteriosamente, como só Ele sabe fazer, inspirou tudo quanto os autores sagrados escreveram.

É um incrível e admirável mistério: por trás das palavras humanas dos autores daqueles textos está a Palavra única do próprio Deus! Continue reading

Como Vencer os Maus Hábitos

Capítulo 54. Como Vencer os Maus Hábitos - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
«TENHO mau gênio», ou «bebo demais», «estou sempre a criticar» ou «sou preguiçoso», são queixas familiares a quantos acreditam ainda que a nobreza de caráter é um objetivo importante. Não fariam tais afirmações se não tivessem um forte desejo de romper a cadeia dos hábitos maus. E podem realizar este desejo, porque todo o hábito mau pode ser suprimido. Mas para se libertar dele, requerem-se quatro coisas: Continue reading

Prosperidade – Castigo

Meditação para o Dia 27 de Julho

“Eu tremo – dizia Santo Ambrósio – quando vejo o pecador feliz”

É a prosperidade castigo. O homem feliz na terra se esquece do Céu, materializa-se, nada sabe. “Quem não sofre que é que pode saber?” – pergunta a Escritura. Os prazeres enervam e nos tornam incapazes de pensar nas coisas eternas. Diz São Paulo, e com razão, que o homem animal não percebe as coisas espirituais. Falai em Deus, alma e eternidade a um desses gozadores da vida. Ele não vos entenderá. Continue reading

O que nos torna normais

Capítulo 53. O que nos torna normais - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
SE não tivermos uma ideia clara do que é ser normal, jamais saberemos quando nos afastamos do padrão de saúde mental e moral. E por isso a compreensão de como um ser humano «funciona»… ou deve «funcionar» ajudar-nos-á a dominar-nos a tempo, e a aplicar travão às nossas tendências para a anormalidade. Continue reading

Um Grande Sacramento

Meditação para o Dia 26 de Julho

Quando Maria Antonieta seguiu o caminho do Patíbulo, disse, com muita fé e resignação:

“Vou receber um grande sacramento”

Ela tinha razão. O sofrimento é, na verdade, um sacramento, que um santo acrescentava aos sete da Igreja. O oitavo Sacramento de amor e de misericórdia! Quantas graças não nos traz do Céu! O que perdeu a graça a encontra, muitas vezes, na dor. Quantos santos, em gozo da glória, estariam talvez hoje no Inferno, se não tivessem sofrido, se a Divina Providência não os houvesse ferido com a adversidade! Continue reading

Moralidade de Espirro

Capítulo 52. Moralidade de Espirro - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
ENTRE muitos pensadores superficiais de nossos dias, há tendência para ensinar que todo o ato humano é um reflexo sobre o qual não podemos ter domínio. Desejariam classificar a ação generosa como não digna de mais apreço que o pestanejar, o crime como não mais voluntário que um espirro. Esses falsos pensadores julgam que o homem está «condicionado» a agir desta ou daquela maneira, sem liberdade de eleição nem responsabilidade pelas suas boas ou más ações. Afirmam que o crime e o pecado são causados por falta de campos de jogos, ou por um traumatismo de infância, que transformou a vítima em «criança difícil» e a impediu, para sempre, de se «adaptar» à realidade e às suas exigências. Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑