Origem do Mês do Rosário

Meditação para 01 de Outubro: A Origem do Mês do Rosário

Origem

Outubro é verdadeiramente o nosso mês das flores. O mês das rosas. A primavera.

Maio só o podemos chamar o mês das flores da nossa piedade e fervorosa devoção à Maria. É o nosso outono.

Só temos flores nos jardins porque vivemos numa primavera eterna.

Já não é assim outubro.

Vicejam rosas e lírios, as flores simbólicas de Nossa Senhora. É o nosso mês de Maria — Rosa mística, a Rainha do Santíssimo Rosário.

Ao mês de maio quis a piedade católica juntar mais um mês durante o ano, consagrado à Mãe de Deus. E como o Rosário é a mais bela e a mais alta expressão do culto à Maria, a rainha das devoções marianas, e, em outubro, se celebra a Festa litúrgica de Nossa Senhora do Rosário, ficou pois naturalmente consagrado este belo mês ao Rosário.

Esta prática piedosa não data de muitos anos. É bem nova, relativamente. Não tem um século. Um Dominicano espanhol, missionário nas Filipinas em Ocana, zeloso em propagar o Rosário quis facilitar a prática desta devoção e a ela pensou consagrar todo o mês de outubro.

Compôs um belo mês do Rosário.

Das Filipinas a devoção passou à Espanha onde trinta e três Bispos logo a acolheram e recomendaram para suas Dioceses.

A França em breve também a recebeu e propagou.

S. S. Pio IX enfim consagrou este novo mês de Maria, aprovando-o carinhosamente e concedendo-lhe as mesmas indulgências do mês de maio, em 28 de Julho de 1868.

Entretanto, a bela devoção não era conhecida e praticada além da Espanha, a França e as Filipinas. A Leão Xlll, o Papa do Rosário, se deve a propagação do mês do Rosário em todo o mundo. Este grande Pontífice quis ver o Rosário no seu lugar de honra de primeira devoção e rainha das devoções marianas.

O mês do Rosário pareceu então ao Papa o mais eficaz e poderoso meio de realizar o seu ideal.

Oportunidade do Mês do Rosário

Insistiu Leão XIII com outros pontífices seus antecessores sobre a oportunidade da devoção do Rosário.

E, na Encíclica admirável: Supremi Apostolatus de 1.º de Setembro de 1883 ordena que em todo mundo católico se consagre o mês de outubro ao Rosário de Maria para a salvação do mundo. Depois de lembrar as glórias do Rosário nos elogios de soberanos Pontífices, seus antecessores na cátedra de Pedro, e, de haver provado a necessidade extrema do recurso à Maria nas horas tormentosas da Igreja; comparando os nossos dias aos da época de São Domingos e da heresia Albigense e a do perigo da invasão Maometana conjurada por São Pio V pelo Rosário, Leão XIII escreve:

“Por tudo quanto dissemos, desejamos vivamente que todos os cristãos cuidadosamente pratiquem em público ou em particular, e também no seio das famílias, a piedosa devoção do Rosário. E para que este hábito não se perca queremos que todo o mês de outubro seja consagrado e dedicado à Celeste Rainha do Rosário. Decretamos e ordenamos, portanto, que em todo o mundo católico sejam celebradas com especial devoção as Festas de Nossa Senhora do Rosário com todas as solenidades do culto. Recitem-se piedosamente, pelo menos cinco dezenas do Rosário seguidas das Ladainhas da Virgem todos os dias, de primeiro de outubro até o dia 2 de Novembro. E isto se faça em todas as Igrejas paroquiais, e, se o Bispo julgar útil, em todas as Igrejas e Capelas.

Desejamos também que o povo assista em grande número a estes exercícios de piedade que serão feitos durante a Missa pela manhã, ou à tarde diante do Santíssimo Sacramento solenemente exposto.”

Na Encíclica Quamquam pluries de 15 de Agosto de 1889, Leão XIII manda acrescentar às Ladainhas depois do Terço, a oração de São José.

Eis aí o mês do Rosário como hoje o temos. A sua oportunidade não passou. Ao invés, os tempos são hoje piores e mais terríveis. O mundo tira agora as últimas consequências dos males apontados por Leão XIIl. Pois então, nunca foi mais oportuno o mês do Rosário.

***

EXEMPLO

Um Terço que traz felicidade

Pela estrada que ia de Anagni em direção a um castelo de Carpineto, na Itália, seguia um carro de luxo levando um jovem distinto da nobreza Romana e seu preceptor.

Ouvem gemidos e param.

Encontram um pobre pastorzinho a gemer com um dos pés todo ferido e ensanguentado.

O pobre menino chorava e, com o Terço nas mãos implorava a proteção de Nossa Senhora do Rosário.

— Que te aconteceu?

— Um carro me passou por cima deste pé e sofro horrorosamente aqui, atirado à beira da estrada…

O moço fidalgo, muito comovido, desceu do carro, foi a um regato ali próximo, trouxe água no chapéu, banhou as feridas, amarrou-as com um lenço umedecido.

— E onde moras meu pequeno?

— Lá naquele morro…

— Mas não poderás caminhar até lá, vamos levar-te primeiro a Carpineto onde farás o tratamento desse pé ferido, e depois te levaremos à tua casa.

O pequeno foi transportado ao carro com todo cuidado e carinho.

— Joaquim, diz o Mestre, que vai fazer rapaz?

— O que todo cristão deve fazer.

Hei de abandonar aqui este pobrezinho?!…

Ao chegar ao Castelo, a mamãe de Joaquim alegrou-se ao ver o bom coração do filho.

Recebeu nos braços o pastorzinho e lhe deu logo um bom quarto. É chamado o médico da família. Algumas horas mais tarde o carro do Castelo transportava o ferido à sua choupana.

Joaquim foi levá-lo e já lhe havia dado uma boa esmola e alguns presentes.

A pobre camponesa, mãe do pequeno ferido, chorava comovida e profundamente grata.

Ó meu bom moço que hei de fazer para vos provar o meu agradecimento? Nossa Senhora do Rosário vos abençoe e vos pague!

Só tenho o meu Rosário, só este Rosário e eu o rezarei muitas vezes na vossa intenção. É a gratidão desta pobre viúva. Meu Terço vos há de tornar feliz!

O moço fidalgo caridoso era Joaquim Pecci. Mais tarde foi o Padre Joaquim Pecci. Depois o Cardeal Pecci e finalmente Leão XIII, o Papa do Rosário, o Papa que instituiu o mês do Rosário.

Voltar para o Índice do livro Mês do Rosário, de Mons. Ascânio Brandão

(BRANDÃO, Monsenhor Ascânio. O Mês do Rosário, Edições do “Mensageiro do Santíssimo Rosário”, 1943, p. 9-14)

4 Comments

  1. María das Graças Batista

    Deus abençoe sempre este canal ..quero fazer parte

  2. Juliana de Quadros da Silva

    Que lindo saber um pouco da história do papa Leão XIII!

  3. Lucineia Fadin

    Glória a Deus, que bom seria se todos rezacem o Santo terço

  4. isadora

    Bora rezar pessoal,2021 esta ai pra comtemplarmos o nosso amado Rosário 📿

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

© 2022 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑