Tag: perseverança (page 1 of 8)

Ao Despertar

Meditação para o Dia 17 de Maio

O primeiro pensamento que ordinariamente nos assalta, pela manhã, ao despertar, é, o que nos possa estar reservado, no correr do dia, de alegrias ou de trabalhos e cruzes. Quando o peso da vida se nos faz sentir quase esmagador, basta esse pensamento para nos amargurar o coração.

Coragem, almas cristãs! Nosso Senhor não nos manda carregar a cruz de cada dia e segui-Lo? Continue reading

Doce Coração de Maria, sede a Nossa Salvação

Meditação para o Dia 16 de Maio

Sempre me encheu de suave emoção e terna piedade esta popularíssima invocação, que tão repetidamente ouvimos ressoar, tanto nas catedrais, como nas modestas capelinhas das estradas:

“Doce Coração de Maria, sede a nossa Salvação!”

Nesta vida tão fugaz, tão cheia de ilusões e desenganos, de amarguras e reveses, de flores de alegrias e venturas que, passando, deixam apenas duros espinhos; nesta vida tão triste, no exílio deste mundo – o coração de nossa Mãe do Céu é, ao mesmo tempo, nosso refúgio, nossa consolação e nossa alegria. Continue reading

Bem-Aventurados os que Choram

Meditação para o Dia 29 de Abril

“Bem-aventurados, isto é, felizes – diz Nosso Senhor – “os que choram.”

Este mundo é o vale das lágrimas. Nosso Senhor também chorou. Chorou a ingratidão de Jerusalém, chorou na sepultura de Lázaro, no Horto das Oliveiras e, antes, havia chorado nas palhinhas da manjedoura de Belém. Oh! Lágrimas Divinas e redentoras, sois nosso conforto! E, para santificar nossa dor, Jesus abençoa nossas lágrimas do alto da Montanha. Continue reading

Dias Perdidos

Meditação para o Dia 27 de Abril

O Imperador Tito, quando passava o dia sem fazer algum bem, costumava dizer:

“Perdi o meu dia”

Para nós, o dia perdido é o que passamos sem sofrer.

“A cruz – diz a Autora dos Avisos Espirituais – preserva os nossos dias da esterilidade”

Continue reading

O Medo da Cruz

Meditação para o Dia 22 de Abril

Nosso Senhor abraçou amorosamente a cruz, levou-a até o Calvário e nela morreu por amor de nós. Por que ter medo da cruz? Santo André, ao vê-la, não pôde conter os transportes de júbilo de sua alma e exclamou:

“Ó boa cruz!” – Ó boa cruz!”

Boa cruz, diz o Apóstolo. E nós a achamos sempre tão má quando vem a hora de abraçá-la! Como somos fracos e imperfeitos! E o medo da cruz, diz o santo Cura d’Ars, é a nossa maior cruz. Continue reading

Largura, Comprimento e Altura da Cruz

Meditação para o Dia 21 de Abril

A piedosa autora dos “Avisos espirituais” escreve, no seu livro de consolações, que devemos aceitar a cruz que Nosso Senhor nos envia, sem a diminuir em largura, nem em comprimento ou em altura. Tal como a recebemos, devemos levá-la até ao calvário, como o fez o nosso Divino Redentor. Aceitai vossa cruz na sua largura, que abraça todas as coisas e circunstâncias capazes de vos fazerem sofrer, todas as penas, tudo o que vier! Aceitai-a no seu comprimento, isto é, na duração. Dizei assim:

“Quanto tempo Nosso Senhor me quiser no sofrimento, sofrerei por seu amor, até à morte, se for de Sua Vontade!”

Continue reading

Minha Coroa de Espinhos

Meditação para o Dia 16 de Abril

Há pessoas que são vítimas de um mal intolerável: a dor de cabeça. Dor como a do martírio de uma coroa de espinhos. Outras, esgotadas pelo trabalho intelectual ou por preocupações e desgostos sérios, sentem-se enlouquecer de dor. Oh! Como é preciso ter paciência! A agitação aumenta o sofrimento. Para se poder suportá-lo, é mister que se encha a cabeça de pensamentos bons e consoladores!

“Não nos admiremos – dizia o mártir Santo Agapito – se a cabeça que deve ser coroada no Céu, sofra aqui na terra”

Continue reading

Em Liberdade

Meditação para o Dia 15 de Abril

Ninguém é mais livre do que a alma inteiramente abandonada à Vontade de Deus. Nada a perturba e embaraça. Luta, sofre, trabalha, sempre feliz, numa paz inalterável. As almas imperfeitas sofrem muito. Uma palavrinha as perturba, qualquer moléstia ou contrariedade as atira num mar de aflições e queixas desesperadas. A alma abandonada, confiante, só tem um ideal: fazer a vontade de Deus. Passará da saúde para a doença, da secura para as consolações, da calma para a tentação, dos reveses da sorte para a prosperidade, sempre conformada, humilde, feliz por cumprir a Vontade Daquele que tudo dispõe, neste mundo, para nosso bem. Continue reading

O Escultor Divino

Meditação para o Dia 13 de Abril

Para construir a Jerusalém celeste, quer o Senhor, pedras bem talhadas, obras-primas de arte e estátuas belas e vivas de amor. E Ele, o Divino Escultor, é quem prepara, talha e aperfeiçoa, com o cinzel das criaturas, as pedras vivas da Pátria celeste. O escultor, ante o bloco de mármore, sente palpitar a chama do seu ideal de artista. E bate, corta, desbasta, até que apareça aos seus olhos a estátua que idealizou. Assim faz Nosso Senhor conosco. Somos pedras vivas, destinadas à construção da Jerusalém celeste. Continue reading

Nem um Peixe!

Meditação para o Dia 09 de Abril

São Pedro e os companheiros passaram toda a noite a pescar, mas as redes se conservaram vazias. Nenhum peixe! Veio a manhã. Apareceu um Personagem Desconhecido e lhes pergunta se haviam pescado alguma coisa. “Não”, respondem secamente e desconfiados. Então lhes diz o Personagem Misterioso:

“Lançai a rede à direita”

Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑