Tag: vida cristã (page 2 of 21)

Santos desejos do Céu

Meditação para a Quarta-feira da Segunda Semana da Quaresma. Santos desejos do Céu

Meditação para a Quarta-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

Consideraremos na nossa meditação:

1.° Que o mistério da transfiguração deve incutir-nos santos desejos do céu;

2.° Que estes santos desejos são muito úteis à alma.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos desapegarmos da terra, e de não amarmos senão as coisas do céu;

2.° De concebermos multas vezes santos desejos por forma de orações jaculatórias.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Bernardo:

“Quão formosa és, pátria minha! Quão formosa és!” – Quam pulchra es, patria mea, quam pulchra es!

Continue reading

O Cristão vive do Espírito e no Espírito

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XI – Terça-feira da II semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o 118/119, 81-88:

81A minha alma espera na tua salvação:
confio na tua palavra.
82Os meus olhos suspiram pelo cumprimento da tua promessa:
«Quando virás consolar-me?»
83Estou como um odre exposto ao fumo,
mas não me esqueci dos teus preceitos.
84Quantos dias restarão ao teu servo?
Quando condenarás os que me perseguem?
85Os orgulhosos, que não obedecem à tua lei,
abriram covas para mim.
86Todos os teus mandamentos são verdadeiros;
ajuda-me contra os que me perseguem à traição.
87Por pouco não me eliminaram desta terra,
mas nunca reneguei os teus preceitos.
88Dá-me a vida, segundo a tua bondade,
e cumprirei as ordens da tua boca.

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 3, 5-6:

5Aquele que vos concede o Espírito e opera milagres entre vós, será, pois, que o faz pelas obras da Lei ou pela pregação da fé?

6Assim foi com Abraão: teve fé em Deus e isso foi-lhe atribuído à conta de justiça.

Continue reading

Grandezas de Jesus revelada no Tabor

Meditação para a Terça-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

O mistério da transfiguração, que meditamos esta semana, faz sobressair admiravelmente três belas verdades:

1.° As grandezas de Jesus Cristo;

2.° O poder da Sua mediação;

3.° A autoridade dos Seus ensinos.

— Depois destas considerações, tornaremos a resolução:

1.° De conservarmos em nós um grande respeito para com Jesus Cristo, e uma grande confiança na  Sua mediação;

2.° De imitarmos Jesus Cristo e de obedecermos às Suas inspirações.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Evangelho:

“Este é aquele meu querido Filho, em quem tenho posto toda a minha complacência; ouvi-o” – Illic est Filius meus dilectus, in quo mihi bene complacui: ipsum audite (Mt 17, 5)

Continue reading

Necessidade e método da Oração

Meditação para a Segunda-feira da Segunda Semana da Quaresma. Necessidade e método da Oração

Meditação para a Segunda-feira da Segunda Semana da Quaresma

SUMARIO

Como o Evangelho, apresentando-nos Nosso Senhor transfigurado enquanto orava, nos revela com isto que a oração é o meio de alcançarmos as graças do céu, meditaremos:

1.º A necessidade da oração;

2.° As condições requeridas para a fazer bem.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De sermos exatíssimos em prepararmos o nosso objeto de oração de tarde e de manhã, e de começarmos sempre o dia com este exercício;

2.° De conservarmos durante o dia os bons pensamentos e bons sentimentos da oração da manhã.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Evangelho:

“Enquanto orava, pareceu todo outro o seu rosto” – Facta est, dum oraret, species vultus ejus altera (Lc 9, 29)

Continue reading

O Exame Particular de Consciência

Meditação para o Sábado da Primeira Semana da Quaresma. O Exame Particular de Consciência

Meditação para a Sábado da Septuagésima

SUMARIO

Meditaremos:

1.° Na natureza e importância do exame particular de consciência;

2.° Na maneira de o fazer

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De cumprirmos fielmente daqui em diante este exercício;

2.° De o fazermos consoante as regras dos mestres da vida espiritual.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de Jeremias:

“Constitui-te para arrancares e destruíres, para edificares e plantares” – Constitui te… ut evellas, et destruas… aedifices, et plantes (Jr 1, 10)

Continue reading

Maneira de fazer o Exame de Consciência

Meditação para a Quinta-feira da Primeira Semana da Quaresma. Maneira de fazer o Exame de Consciência

Meditação para a Quinta-feira da Primeira Semana da Quaresma

SUMARIO

Meditaremos na maneira de fazer o exame de consciência, e veremos:

1.° Os caracteres deste exame;

2.° Os atos que devem acompanhá-lo.

— Tomaremos depois a resolução:

1.º De observarmos no nosso exame as regras indicadas pelos santos;

2.º De o fazermos com uma sincera dor das nossas culpas e com um firme propósito de emenda.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do santo rei Ezequias:

“Repassarei diante de vós pela memória toda a minha vida com amargura da minha alma” – Recogitabo tibi omnes annos meos in amaritudine animae meae (Is 28, 15)

Continue reading

As Três Tentações de Jesus no Deserto

Meditação para a Segunda-feira da Primeira Semana da Quaresma. As Três Tentações de Jesus no Deserto

Meditação para a Segunda-feira da Primeira Semana da Quaresma

SUMARIO

Meditaremos sobre as três tentações de Jesus no deserto, a saber:

1.° Um cuidado excessivo do corpo e da saúde;

2.° O amor-próprio, que presume de suas forças e deseja mostrar-se;

3.° A ambição e o interesse próprio.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De evitarmos o demasiado apuro no cuidado do corpo;

2.° De tendermos somente para Deus em todas as coisas.

O nosso ramalhete espiritual será o conselho do Apóstolo São Tiago:

“Resisti ao demônio, e ele fugirá de vós” – Resistite diabolo, et fugiet a vobis (Tg 4, 7)

Continue reading

As Tentações em Geral

Meditação para o Sábado da Páscoa. As Tentações em Geral

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus 1-11

Então, o Espírito conduziu Jesus ao deserto, a fim de ser tentado pelo diabo. Jejuou durante quarenta dias e quarenta noites e, por fim, teve fome.

O tentador aproximou-se e disse-lhe: «Se Tu és o Filho de Deus, ordena que estas pedras se convertam em pães.» Respondeu-lhe Jesus: «Está escrito: Nem só de pão vive o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.» Então, o diabo conduziu-o à cidade santa e, colocando-o sobre o pináculo do templo, disse-lhe: «Se Tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo, pois está escrito:

Dará a teu respeito ordens aos seus anjos;
eles suster-te-ão nas suas mãos
para que os teus pés não se firam nalguma pedra.»
Disse-lhe Jesus: «Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus!»

Em seguida, o diabo conduziu-o a um monte muito alto e, mostrando-lhe todos os reinos do mundo com a sua glória, disse-lhe: «Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares.» Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.»

Então, o diabo deixou-o e chegaram os anjos e serviram-no.

Continue reading

Santidade do Tempo Quaresmal

Meditação para o Sábado depois das Cinzas. Santidade do Tempo Quaresmal

Meditação para o Sábado depois das Cinzas

SUMARIO

Meditaremos:

1.° A santidade do tempo quaresmal;

2.° Os meios de santificar este tempo.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De resguardarmos melhor o nosso coração e os nossos sentidos do pecado e da distração;

2.° De tratarmos durante este tempo da reforma do defeito que mais nos importa corrigir.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Paulo:

“Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora os dias de salvação” – Ecce nunc tempus acceptabile, ecce nunc dies salutis (2Cor 6, 2)

Continue reading

Jesus coroado de Espinhos

Meditação para a Sexta-feira da Quinquagésima. Jesus coroado de Espinhos

Meditação para a Sexta-feira da Quinquagésima

SUMARIO

Conformando-nos com o espírito da Igreja, meditaremos sobre a coroação de espinhos, e admiraremos neste mistério:

1.° Um mistério de dor e de humilhação;

2.° Um precioso ensino para a salvação.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De aceitarmos de boa vontade as mortificações e humilhações que sobrevierem;

2.° De fazermos muitas vezes atos de contrição por causa da nossa sensualidade e do nosso amor-próprio.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra de São Bernardo:

“Envergonhemo-nos de ser um membro delicado debaixo de uma cabeça coroada de espinhos” – Pudeat sub spinato capite membrum fieri delicatum (Serm. V, in Fest, omn. SS. n.º 9)

Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2019 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑