Tag: serenidade

Concórdia

Concórdia, Tesouros de Cornélio à Lápide

Necessidade da concórdia

A razão e a vontade são duas irmãs; é preciso que harmonizem e que a vontade, que é inferior, esteja sujeita à razão e obedeça-lhe. Unidas estas duas irmãs, são fortes como uma cidade guerreira, são inexpugnáveis. Se, ao contrário, a razão e a vontade não estão de acordo, se a vontade levanta-se contra a razão, resultam divisões interiores que minam as forças de uma de outra.

Necessidade da concórdia consigo mesmo… Necessidade da concórdia com os demais!

A concórdia é o cimento que une as pedras de um muro; retirai o cimento, e o muro cairá. A concórdia é o laço que une e faz aderir entre si os membros da família e da sociedade; eliminai a concórdia, e os homens se desgarram como bestas ferozes. Mais caridade, mais justiça, mais indulgência, mais perdão!

O centro une todos os raios do círculo, tirai o centro, e o círculo desaparece. A concórdia é o centro das famílias, das cidades, das nações.

A discórdia causou a queda do Império Romano: o povo levantou-se contra os magistrados; os soldados levantaram-se contra o Senado; o próprio Senado dividiu-se também; e daí veio a ruína daquela grande e poderosa República. Continue reading

Do Homem Bom e Pacífico

Meditação para o Dia 09 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. III – L. II

“Procura, para ti primeiro, a paz e depois poderás procurá-la para outros. O homem pacífico é mais útil que o homem douto. O homem apaixonado até o bem converte em mal e crê no mal com facilidade. Pelo contrário, o homem bom e pacífico todas as coisas leva em bem. Quem está em boa paz, de ninguém suspeita mal; mas quem vive descontente e inquieto, com diversas suspeitas se atormenta, nem vive em sossego, nem deixa sossegar os outros. Continue reading

Jesus Manda aos Ventos

Meditação para o Dia 24 de Setembro

1. E subindo Ele para uma barca, o seguiram seus discípulos. E eis que se levantou no mar uma forte tempestade, tal, que as ondas cobriam a barca“. Os apóstolos seguiram a Jesus, apesar da tempestade que cede: não deixa nunca seu mestre, nem na bonança da ventura, nem no temporal da tribulação. Nem lá onde Jesus está faltam tempestades e tentações. Mas nada de desânimo! Está contigo quem tem poder para mandar aos ventos, por fortes que sejam. Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑