Tag: santa teresa

Festa de Santa Teresa de Jesus

Fulcite me floribus, stipate me malis; quia amore langueo — “Acudi-me com confortativos de flores, trazei-me pomos que me alentem, porque desfaleço de amor” (Ct 2, 5)

Sumário. Consideremos o ardente amor que tinha a Deus esta seráfica santa. Parecia-lhe impossível que pudesse haver no mundo uma pessoa que não amasse a Deus, e chegou a dizer que não teria pena de ver outros no céu mais felizes do que ela, porém que não poderia consentir em ver alguém amar a Deus mais do que ela. Pondo os seus atos em harmonia com as suas palavras, esforçava-se por cumprir tudo que sabia ser agradável a Deus. Se, à imitação da santa, quisermos fazer progressos no amor, desapeguemos o nosso coração das criaturas, com a resolução de obrar e padecer por Jesus Cristo. Continue reading

Os Três Graus da Conformidade

Meditação para o Dia 07 de Janeiro

São três os graus da conformidade com a vontade de Deus. No primeiro grau, a alma sofre com paciência; mas preferiria não sofrer. Não é isento de queixa,embora acompanhada sempre do estribilho: Não pode ser!… Paciência! Deus assim quis! Seja feita a Vontade de Deus! Já é agradável a Nosso Senhor a alma assim resignada, mas ela se acha ainda na via do temor e da imperfeição. No segundo grau, o sofrimento é acolhido como um hóspede do Céu, sendo reconhecido o seu valor e as vantagens que traz para o nosso adiantamento. Continue reading

Festa de Santa Teresa de Ávila

Meditação para o Dia 15 de Outubro

1. Santa Teresa é a Santa da oração. Pela oração a alma entra em relações íntimas com Deus. Santa Teresa, já quando criança, teve por esse santo exercício tão ardente desejo do martírio, que tentou ir à Mourama para derramar seu sangue por Jesus. Fez em seguida do seu jardim um deserto, do seu quarto um oratório, do seu coração um altar, e do seu corpo e de sua alma as vítimas a oferecer cada dia a Deus. Nas tentações e nas necessidades recorria à oração, não a deixando nunca, nem quando nada sentia de consolações divinas. E tu?… Quanto te custa, às vezes, esperar o fim duma oração em comum! Continue reading

História da Igreja 5ª Época: Capítulo III

Concílio Tridentino (Concílio de Trento)

A guerra encarniçada que os protestantes tinham declarado a Igreja, e a necessidade urgente de reanimar no clero e no povo a santidade dos costumes, tornavam necessária a convocação de um concílio ecumênico. Convocou-o, efetivamente, o Papa Paulo III, em Trento, cidade do Tirol italiano, donde, tomou o nome de Concílio Tridentino. Este é o décimo nono concílio ecumênico. Durou mais de dezoito anos, por ter sido interrompido diversas vezes, por causa da epidemia ou das guerras. Abriu o concílio o Papa Paulo III, no ano 1545; foi continuado sob Júlio III, e levado a feliz termo, no ano 1563, no pontificado de Pio IV, graças ao zelo do infatigável São Carlos Borromeu.
Continue reading

11 Conselhos de Santa Teresa para uma vida de Oração

Criança Orando
Queridos irmãos e irmãs, como estamos progredindo em nossa vida de Oração? Acaso descuidemo-nos de reservar um momento à sós com Deus para agradecê-Lo e render-Lhe louvores? Lembremo-nos que para orar não há necessidade de estarmos exclusivamente no ambiente da Igreja, mas podemos exercitar um hábito de vida orante por meio de Jaculatórias, por exemplo. Vejamos algumas dicas de Santa Teresa para progredirmos nessa intimidade com Deus:

1. Dirige a Deus cada um dos teus atos; oferece-os e pede-lhe que seja para Sua honra e glória.

2. Oferece-te a Deus cinquenta vezes por dia, e que seja com grande fervor e desejo de Deus. Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑