Tag: inveja

Avareza

Avareza, Tesouros de Cornélio à Lápide

O que é avareza?

As riquezas, diz Santo Ambrósio, chamam-se assim porque dividem ou rasgam a alma: Dives dicta sunt, eo quod dividant, distrahantque mentem (Serm. V).

A palavra avaro significa ávido de ouro, diz Santo Isidoro: Avarus, quasi auri avidus (Lib. X, Origine).

Ser avaro, diz Santo Agostinho, não é somente amar o dinheiro, senão perseguir algo com imoderado ardor. Quem quer que deseje mais do que necessita, é avarento[1]. Continue reading

Contentamento

Capítulo 1. Contentamento - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
O CONTENTAMENTO não é uma virtude inata. É adquirido com grande decisão e diligência no domínio dos desejos desordenados; por isso, é uma arte que tem poucos discípulos. Porque há milhões de almas descontentes no mundo atual, poderá ser-lhes proveitoso analisar as quatro principais causas de descontentamento, e sugerir os meios de contentamento.

A principal causa de descontentamento é o egoísmo, ou amor-próprio, que coloca o eu acima de tudo, como o centro do mundo, ao derredor do qual toda a gente deve girar. A segunda causa de descontentamento é a inveja, que nos faz considerar as riquezas e os talentos alheios, como se nos tivessem sido roubados. A terceira causa é a cobiça, ou o desejo desordenado de ter mais, para compensar o vazio do nosso coração. A quarta causa de descontentamento é o ciúme, que, umas vezes, é ocasionado pela melancolia e tristeza e, outras, pelo ódio àqueles que possuem o que para nós cobiçamos. Continue reading

A Inveja

Meditação para o Dia 19 de Setembro

1. Mestre, quem estava contigo da outra banda do Jordão, de quem tu deste testemunho, ei-lo aí, está batizando e todos vem a Ele“. Eis os discípulos de São João invejosos. Até pessoas santas veem-se tentados por este vício, que faz falar dos outros com desprezo e exagero.

Todos vem a Ele”

Os discípulos, zelando a honra de São João, visavam sua própria glória, que julgavam ameaçada. Nunca cedeste a este vício? Amas a glória de Deus mais do que a tua? A inveja, indigna do homem sob todos os pontos de vista, não deve entrar em teu coração. Continue reading

A Inveja

Meditação para o Dia 12 de Julho

1. Deus, o Senhor de todas as coisas, distribui seus bens segundo Ele quer. Não é arrogância, pois, invejar os do próximo? O mero desejo de gozar bens semelhantes é natural e perdoável. Este desejo, porém, começa a ser pecaminoso, quando voluntariamente cede a movimentos de inveja, que mais e mais inquietarão o coração até envenená-lo completamente. Vício ignóbil! Pela inveja do demônio entrou a morte no mundo, e, ainda agora, o demônio, por inveja, leva os homens à rebelião contra Deus. Foge do vício que te faz semelhante a Satanás! Continue reading

Cai um apóstolo!

Meditação para Dia 27 de Fevereiro

1.Então foi ter um dos doze, que se chama Judas Iscariotes, com os Príncipes dos sacerdotes“. Judas lamentou a soma gasta na compra do óleo precioso, derramado por Madalena sobre os pés do Salvador. A avareza, que o fez censurar esta obra de amor, fê-lo odiar, desde este momento, seu divino Mestre, e levou-o, finalmente, a tomar a resolução de vender Jesus aos seus inimigos. Quanto não se deve recear uma paixão que, embora pequena a princípio, leva a tais abismos! Estás de todo isento dela? Ou tens uma outra a combater? Continue reading

A Inveja

Meditação para Dia 25 de Fevereiro

1. a) “Eis – diziam os fariseus – corre atrás dEle todo mundo”. É esta a linguagem da inveja. Os fariseus, vendo as grandiosas homenagens prestadas a Jesus, por ocasião de sua entrada em Jerusalém, ficaram indignados. Os invejosos, sem motivo sério que os justifique, atormentam-se a si mesmos, prejudicando a saúde de seu corpo e de sua alma.

b) A inveja exagera. Os fariseus dizem “todo o mundo“, quando é só muito povo. Este vício torna o homem injusto e fá-lo lançar mão da mentira, para se excitar a si mesmo. Oxalá todo o mundo seguisse a Jesus, o Caminho, a Verdade e a Vida! Continue reading

A Vítima Divina

Meditação para Dia 22 de Fevereiro

1. a) “Se o deixarmos… virão os romanos”. Os inimigos de Jesus, reunidos contra Ele em conselho, assim falam, não por temor, mas por hipocrisia. Bem sabem que Jesus não aspira nenhuma poder temporal. A inveja tem sempre o que censurar, ora exagerando o que há, ora inventando onde nada encontra. És, de todo, livre de tão indigno e repugnante vício?

b) Os judeus mais tarde sofreram o justo castigo que com sua iniquidade procuravam afastar de si: vieram os romanos a destruir a cidade e exterminar seu povo. O mesmo Deus ainda hoje vive e pagará o bem e o mal, segundo cada um merecer.
Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑