Tag: graça (page 1 of 2)

Não Chores!

Meditação para o Dia 08 de Junho

“Aconteceu que ia depois para uma cidade chamada Naim e iam com ele os seus discípulos e uma grande multidão de povo. E, chegando perto da porta da cidade, eis que era levado um defunto, filho único de sua mãe, e esta era viúva, e vinha com ela muita gente da cidade. Logo que o Senhor a viu, movido de compaixão para com ela, disse-lhe: Não chores. E aproximou-se e tocou o esquife (pararam logo os que o levavam) e lhe disse: Moço, eu te ordeno, levanta-te. Então se assentou o que estava morto e começou a falar, e Jesus o entregou à sua mãe.” (1)

Continue reading

Queres ficar São?

Meditação para o Dia 06 de Junho

“Ora, há em Jerusalém uma piscina probática, que, em hebreu, chama-se Betsaida, a qual tem cinco alpendres. Ora, estava aí um homem que havia trinta e oito anos se achava enfermo. A este, vendo-o Jesus deitado e sabendo que já de há muito tempo estava enfermo lhe disse: Quereis ficar são? Respondeu-Lhe o enfermo: Senhor, não tenho ninguém que me lance na piscina quando a água estiver revolta, porque, enquanto vou, outro entra antes de mim. Disse-lhe Jesus: Levanta-te, toma o teu leito e anda.” (1)

Continue reading

A Graça e a Cruz

Meditação para o Dia 18 de Abril

Perguntaram ao santo Cura d’Ars o que era preciso para alcançar o Céu. “A graça e a cruz”, respondeu o santo. Que precisamos mais? A graça faz-nos dignos do Céu pela Misericórdia Divina; a cruz nos enriquece de méritos, desapega-nos da terra e nos ajuda a morrer para nós e a ressuscitar para a vida do Amor, que aqui começa e se consuma na glória. Deus nos promete a sua graça, mas, para que a conservemos, são-nos necessários o sofrimento, a mortificação, a paciência, a conformidade com a vontade de Deus, o que, tudo, só na cruz podemos encontrar. Continue reading

O Sagrado Coração, Reservatório de Graças

Haurietis aquas in gaudio de fontibus Salvatoris – “Tirareis com alegria águas das fontes do Salvador” (Is 12, 3)

Sumário. O Coração de Jesus é verdadeiramente o reservatório de todos os favores divinos. Podemos considerar quatro fontes no Coração de Jesus: a primeira de misericórdia; a segunda de paz e consolação; a terceira de devoção; e a quarta de amor. Aquele que vai haurir nestas felizes fontes que temos no Coração de Jesus terá sempre águas de alegria e de salvação. Se não recebeste, até agora, graças mais copiosas, é porque te descuidaste de vir tomá-las no Coração de Jesus.
Continue reading

A Graça de Deus e a nossa Responsabilidade

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,33-40
Agora, leia com piedade e coração que escuta na fé Dt 3

1. Várias vezes aparece neste capítulo o Senhor Deus combatendo por Israel: é Ele mesmo Quem entrega Og nas mãos dos israelitas (cf. vv. 1-7). O Senhor é o Deus que combate pelos Seus: é Ele Quem entrega os inimigos, mesmo que as muralhas sejam altas e fortificadas, mesmo que os portões tenham ferrolhos fortes! Lembre o que foi dito sobre a guerra santa: ela é sempre imagem dos nossos combates, sobretudo dos combates espirituais… O Senhor combate ao nosso lado; na potência do Seu Espírito, Ele combate em nós; Ele nunca nos abandona; Ele é Fidelidade, Ele é Amor! Reze o Salmo 127/126.

Quanto ao tema da guerra santa, não esqueça: tudo deveria ser exterminado e consagrado ao Senhor. Na meditação passada, já expliquei o significado disto! Quanto a nós, temos uma guerra santa a travar, até que o inimigo seja exterminado: nossos vícios, nossos pecados… Combatamos, sem medo e sem frouxidão, o bom combate da fé. Leia Ef 6,10-20. Continue reading

Meditação sobre o Fim do Homem

Garotinha rezando, por Roberto Ferruzzi

Garotinha rezando, por Roberto Ferruzzi

Capítulo X

PREPARAÇÃO

1. Põe-te na presença de Deus.
2. Pede a Deus que te inspire.

CONSIDERAÇÃO

1. Não foi por nenhum motivo de interesse que Deus nos criou, pois nós Lhe somos absolutamente inúteis; foi unicamente para nos fazer bem, em nos facultando, com Sua graça, participar de Sua glória; e foi por isso, Filotéia, que Ele te deu tudo o que tens: o entendimento, para O conheceres e adorares; a memória, para te lembrares dEle; a vontade, para O amares; a imaginação, para te representares os Seus benefícios; os olhos, para admirares as Suas obras; a língua, para O louvares, e assim as demais potências e faculdades. Continue reading

O Mistério da Anunciação

Meditação para o Dia 12 de Dezembro

1. a) Eu te saúdo, cheia de graça, o Senhor é contigo“. O anjo não falou de si, mas louvou a outrem. Reconheces, de bom grado, os méritos dos outros? Quanto a ti, fala, como o anjo, não de teus méritos, saber, virtude, etc., e sim daquilo que possa ser útil a tua alma. Deves visar em tudo a glória de Deus, o bem de tua alma e da do próximo.

b) Cheia de graça, o Senhor é contigo“. A graça é a única coisa que tem valor aos olhos de Deus. E está ela em tua alma, ou acha-se esta cheia de imperfeições e pecados? Continue reading

Não Adiar a Conversão!

Meditação para o Dia 18 de Maio

1. Que te impede de voltar todo inteiro a Deus? Será o medo de novas obrigações? A leviandade? Queres adiar a cura até que a chaga se torne mais perigosa? Cada pecado agrava o teu estado, aumenta as tristes consequências, enfraquece ainda mais a tua vontade e aperta a corrente que te prende ao mundo e a Satanás. Querendo, podes. Deus o quer, em todo momento. Preferirás mostrar a Ele negra ingratidão e expor-te a gravíssimos perigos?

2. Em que confias? Teu leito de morte pode ser a cadeira ou o banco em que estás assentado, o assoalho ou o caminho em que andas, a cama em que te deitas, a rua pela qual passas. Que coisa é mais incerta do que a morte? que é mais incerto do que a hora, o lugar e o modo desta morte? Uns 100.000 homens, dia por dia, passam da terra para a eternidade. Um dia farás parte deste número. És forte, sadio, moço? Jovens e robustos acham-se entre esses 100.000. Tem sempre azeite em tua lâmpada, isto é, está na graça de Deus, para que o divino Esposo não te exclua de seu reino. Quanto mais tempo já passou, sem utilidade para tua vida futura, mais te deves esforçar. É incerta a data do dia das contas finais.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 153)

A fraqueza humana

Meditação para Dia 12 de Março

1. “Serei para todos vós uma ocasião de escândalo nesta noite”. Jesus predisse que os apóstolos não perseverariam na fidelidade. Uma coisa é pensar no perigo, na perseguição e na morte, outra é vê-la presente. Mil vezes fizeste o propósito de não ofender a Deus, por mais que te custasse, e, entretanto, por tão pouco caíste. Vive, pois, em santo temor; não confies nas próprias forças e em tua firme vontade, mas na graça de Deus. Humilha-te, sobretudo na confissão, em face dos pecados cometidos; aliás não deixes de agradecer a Deus, que te preservou de faltas ainda mais numerosas e mais graves. Continue reading

Zelo d’almas

Meditação para Dia 10 de Janeiro

1. a) Além dos acidentes da penosa viagem e longa ausência, os Magos arriscaram sua fama de sábios e prudentes, quando seguiram a estrela muda e inanimada. Os primeiros representantes do paganismo tiveram de fazer sacrifícios pela graça da vocação que tu recebeste gratuitamente. Corresponde tua gratidão à grandeza do benefício?

b) Os Magos cooperam com a graça; Herodes, obstinado, a despreza. Os sacramentos e as graças da mesma Igreja a uns salvam, a outros aumentam a responsabilidade. De que lado estás tu? Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑