Tag: circuncisão

Circuncisão

Circuncisão, Tesouros de Cornélio à Lápide

Que objetivo tinha a circuncisão

Este é o meu pacto que deveis observar entre vós, assim tu, como tua descendência depois de ti: Todo varão entre vós será circuncidado, disse o Senhor a Abraão: Hoc estpactum meum quod observabitis me et vos, et sêmen tuum post te: Circuncidetur ex vobis omne masculinum (Gn 17, 10).

A circuncisão era:

1.° o sinal da aliança feita entre Deus e Abraão;

2.° a prova da fé de Abraão;

3.° o sinal que distinguia os fieis dos infiéis;

4.° era, segundo ensinam os Santos Padres, o sinal da existência do pecado original e de sua expiação por Jesus Cristo; e

5.° figura do batismo e, por esta razão, dava-se um nome novo àquele que se batiza.

Em resumo, a circuncisão era pois o sinal distintivo do povo de Deus, o sinal figurativo do Messias, e também da participação na Redenção por Jesus Cristo; porque o Messias e o Evangelho foram prometidos e revelados à Abraão, primeiro circunciso; era, enfim, o sinal da circuncisão espiritual: Quaeres cur in hoc membro praeputii instituta sit a Deo circumcisio? Respondeo: 1 ° quia in hoc membro Adam primum in obedientiae suae effectum et carnis rebelionem sensit; 2° quia hoc membro generamur, et transfunditur peccatum originale, quod circumcisione curatur; 3° ut significaretur Christus redeptor, et novi foederis institutor, generandus e Abrahae semine. Continue reading

A Circuncisão

Meditação sobre a Circuncisão

Evangelho segundo São Lucas 2, 21

Quando se completaram os oito dias, para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus indicado pelo anjo antes de ter sido concebido no seio materno.

SUMARIO

Consideraremos na nossa oração, a circuncisão de Nosso Senhor:

1.º Como um mistério de amor;

2.º Como um mistério de mortificação.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De começar o novo ano com um espírito de amor para com Jesus Cristo, e de praticar todas as nossas obras com a intenção bem viva de Lhe agradar;

2.° De sofrer de boa vontade, por seu amor todas as tribulações que a Providência nos enviar, e de Lhe oferecer como estreias alguns atos particulares de mortificação.

O nosso ramalhete espiritual será esta palavra da Sagrada Escritura:

“Agora é que eu começo uma vida nova” – Ecce nova facio omnia (Ap 21, 5)

Continue reading

Jesus é o Cordeiro que tira os Pecados do Mundo

Festa da Circuncisão - II. Jesus é o Cordeiro que tira os Pecados do Mundo

II. Sermão para a Festa da Circuncisão

Pregado no 1° de janeiro de 1687, em Paris, na capela da Casa professa dos Jesuítas.

SUMÁRIO

Exordio. — Desenvolvimento do texto: Ipse salvum faciet populum suum a peccatis eorum…

Proposição e divisão. —Jesus é o Cordeiro que tira os pecados do mundo:

1.º O pecado avilta a alma e dá-lhe a morte eterna, mas Jesus ressuscita-a pelo perdão;

2.° A alma perdoada é de novo arrastada ao mal, mas a graça de Jesus fortifica-a contra a tentação;

3.° Neste mundo estamos sempre, sujeitos a abusar da nossa liberdade, mas com a glória do céu torna-nos Jesus impecáveis.

1.º Ponto. — O pecado é um ato de rebelião contra Deus e de ódio contra o próprio indivíduo, um mal íntimo que apaga em nós por completo tudo que nos une a Deus. A graça de Jesus, fruto do Seu sangue divino, cura este mal nas almas penitentes.

2.º Ponto. — O pecado, entrando na nossa alma, e residindo sobretudo nela, faz-lhe chagas que não desaparecem juntamente com Ele, enfraquece a nossa natureza e produz-lhe as maiores alterações. A graça de Jesus, porém, está sempre preparada para nos lavar dos nossos pecados, para nos ajudar a triunfar, para nos premunir enfim contra novas fraquezas.

3.º Ponto. — Finalmente, para completar a sua vitória, a graça de Jesus Cristo há de ajudar-nos a alcançar o repouso eterno, isto é, esse estado em que a nossa alma, firmada na felicidade, não tornará jamais a pecar.

Peroração. — Ai do que diz:

«Eu pequei e que mal me sucedeu?»

Não se lembra de que o Omnipotente o espera no dia fatal, e que, certo do golpe que há de dar, não  precipita a sua vingança. — Elogio do zelo da Companhia de Jesus.

Vocabis nomen ejus Jesum: ipse enim salvum faciet populum suum a peccatis eorum
E vós lhe chamareis Jesus, que quer dizer Salvador, porque é Ele quem há de salvar o povo dos seus pecados (Mt 1, 21)

Continue reading

Realeza de Jesus Cristo

Festa da Circuncisão - I. Realeza de Jesus Cristo

I. Sermão para a Festa da Circuncisão

Pregado no 1º de janeiro de 1654 ou 1656.

SUMÁRIO

Exordio. — O poder real e o poder sacerdotal estão intimamente ligados e derivam naturalmente de duas inclinações que existem no Coração humano: a inclinação para Deus ou para a religião e a inclinação para o homem ou para a sociedade.

Proposição e divisão. — Jesus Cristo é simultaneamente rei e pontífice, porque é salvador: Realeza de Jesus Cristo; em que consiste, como Ele a adquiriu e como a exerce; sacerdócio de Jesus Cristo e Sua excelência.

1.º Ponto. — Jesus Cristo veio ao mundo com um poder real: não é uma realeza temporal, como a entendiam os judeus e os próprios apóstolos, mas uma realeza inteiramente espiritual; e por isso, só durante a Paixão é que se ouve falar da Sua realeza: Tu dicis quia rex ego sum. Jesus reina em toda a parte: Christi regnum et nomen ubique porrigitur, ubique regnat ubique adoratur. Tertuliano.

2.º Ponto. — O sacerdócio de Jesus Cristo é muito mais perfeito do que o de Aarão. O nome de Jesus, que encerra todas as maravilhas da realeza e do sacerdócio, é um nome superior a todos os nomes. Amam-se os reis benfazejos, mas não se ama a Jesus, que é o mais generoso dos reis, Jesus, que deu o Seu sangue para a conquista da nossa alma.

Peroração. — Povos, até quando hesitareis entre dois partidos?

«Se Jesus é o vosso rei, prestai-lhe obediência; mas se o vosso rei é Satanás, colocai-vos ao lado de Satanás. O governo de Jesus sobre os vassalos de Satanás há de ser severo. Renovemos o nosso juramento de fidelidade que devemos a Jesus, o nosso grande rei»

Vocabis nomen ejus Jesum; ipse enim salvum faciet populum
E vós lhe chamareis Jesus, porque é Ele quem salvará o vosso povo (Mt 1, 21)

Continue reading

Circuncisão do Senhor. Bons anos!

Meditação para Dia 01 de Janeiro

1. a) “Bons anos!” é o que hoje, provavelmente, te desejam. Mas, por mais que to desejem, o Ano Bom pode vir a revelar-se mau, e não te aproveitará, se ao fim do mesmo não fores mais virtuoso e mais rico em méritos para o céu. Amas hoje mais a Deus, e estás lhe servindo melhor, do que há um ano? Até quando tardarás? Por que deixas para amanhã o que podes fazer hoje? O tempo voa… Mãos à obra! Faze com que o novo ano ainda te dê prazer, quando todo este mundo já não existir mais…

b) Teu Salvador derramou hoje seu primeiro sangue, oferecendo-o por ti, para satisfazer por tuas culpas. Será justamente Ele, a quem pagarás com ingratidão?… Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑