Tag: abandono (Page 1 of 2)

Apresentação da Santíssima Virgem

Capítulo 6: Apresentação da Santíssima Virgem
Maria dá-se a Deus Prontamente

Tudo é mistério na vida da Santíssima Virgem; suas menores ações são cheias de instruções saudáveis, e nos oferecem os mais excelentes modelos de virtude. Viu-se jamais um espetáculo tão edificativo e admirável? Uma menina de três anos vai apresentar-se a Deus no templo, consagrar-se ao serviço dos altares. A fraqueza da idade, a ternura de seus pais, as obrigações que vai contrair, a vida austera e laboriosa que vai abraçar, nada a desanima, nada a suspende quando trata de se dar a Deus. Um santo ardor a conduz ao templo, o amor divino, que a inflama, lhe faz vencer todas as dificuldades que poderiam retardar este sacrifício.

Ó Maria, Virgem sábia e prudentíssima, quanto a vossa prontidão em vos dardes ao Senhor condena a nossa pusilanimidade e funestas dilações, quando tratamos de cumprir o que Deus exige de nós! Alcançai-nos a graça de que necessitamos, para vencer todos os obstáculos que nos impedem de sermos dEle sem reserva. Continue reading

Obrigação e recompensa do serviço de Deus

Meditação para a Segunda-feira da Septuagésima. Obrigação e recompensa do serviço de Deus

Meditação para a Segunda-feira da Septuagésima

SUMARIO

Continuaremos o mesmo objeto de meditação que ontem, e veremos:

1.° Que o Deus, que nos chama para O servir, tem direito de exigir tudo de nós, sem nos prometer coisa alguma;

2.° Que, todavia, recompensa magnificamente os que Lhe concedem tudo.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De não usarmos de reserva no serviço de Deus, e de concedermos à graça tudo o que nos pedir;

2.° De repetirmos muitas vezes a Deus, em forma de oração jaculatória, que Lhe pertencemos inteiramente, e que queremos viver unicamente para Ele.

O nosso ramalhete espiritual será o primeiro mandamento de Decálogo:

“Amarás ao Senhor teu Deus de toda a tua alma e de todas as tuas forças” – Diliges Dominum Deum tuum… ex tota anima tua et ex tota fortitudine tua (Dt 6, 5)

Continue reading

Servir por Amor

Meditação para o Dia 30 de Outubro

O filho serve ao pai como filho e não como escravo, sem temer o castigo nem esperar recompensa. Quer agradar ao pai e dar-lhe prova de amor filial. Amor por amor! Para o coração verdadeiramente amante, a única recompensa para o amoré o próprio amor. É com afeto filial que devemos servir a Deus. Para nos provar que esse dom de piedade filial nos é dado pelo Divino Espírito Santo, diz São Paulo na epístola aos Romanos:

“Não recebemos o espírito de temor e de escravidão, mas o de adoção de filhos de Deus, em virtude de que O chamamos de Pai”

Continue reading

Seja o que Deus quiser!

Meditação para o Dia 24 de Outubro

Nada nos acontece sem permissão divina. Só o que Deus quiser, e nada mais. E isto nos deve encher de consolação, porque Deus só quer o nosso bem. Assim, devemos aceitar com a mesma indiferença a saúde ou a doença, porque, como tudo, elas nos vêm da misericórdia Eterna. Que podem temer as almas entregues, em total abandono, nas mãos de Deus? Chega ao cume da perfeição o que vive abandonado e inteiramente submisso aos decretos da Divina Providência. Continue reading

O Abandono na Via da Infância Espiritual

Meditação para o Dia 01 de Outubro

O abandono está muito longe desse quietismo perigoso e estúpido, que consiste em cruzar os braços indolentemente, deixando a Nosso Senhor todo o encargo de nossa santificação, sem a cooperação da nossa vontade, do nosso sacrifício, e daquilo, diz o Pe. Mateo, a que chamamos abandono e que é, afinal, a expressão do amor perfeito. No dizer de Mons. Charles Gay, o abandono é o cume da montanha do amor, é a perfeição do amor. Na via da infância, é o gesto da criatura que, sentindo-se fraca e incapaz de dar, por si só, um passo no caminho da virtude, atira-se, como uma débil criança, aos braços paternos e adormece, tranquilamente reclinada sobre o Coração Divino, certa, bem certa de que assim não correrá perigo e percorrerá com segurança o seu caminho, sem temor da trevas que o obscurecem em noites tenebrosas de cruéis provações! Continue reading

A Confiança na Via da Infância Espiritual

Meditação para o Dia 28 de Setembro

A confiança é tudo na vida de Teresa. A confiança e o abandono. A criancinha não desconfia, um só momento, do amor materno. Entrega-se à mãe, não pensa em si. Seu único ideal é este: amar. E que mais resta a quem se fez criança por amor de Deus senão confiar, e confiar cega e obstinadamente? Oh! Não é bastante a nossa confiança no Coração de Jesus! Há muitos que rezam o CREDO e não creem na Misericórdia! Infelizes! Jesus não há de usar toda a severidade de sua justiça eterna para os que O amam. Por que desconfiar? “É a confiança e só ela que nos há de levar ao amor”, dizia Teresinha (1). Continue reading

Entregue-se nas Mãos de Deus o Atribulado

Meditação para o Dia 28 de Agosto

Segundo a Imitação de Cristo, Cap. L – L. III

A alma: Senhor, Deus Pai Santo, agora e para sempre sede bendito, porque se faz como Vós quereis e é bom o que fazeis. Alegre-se o vosso servo em Vós, não em si nem em algum outro, porque Vós só sois a verdadeira alegria, Vós só, Senhor, sois a minha esperança, minha coroa, meu gozo e minha glória. Que tem o Vosso servo senão o que de Vós recebeu? E, ainda, sem o ter merecido! Continue reading

Em Liberdade

Meditação para o Dia 15 de Abril

Ninguém é mais livre do que a alma inteiramente abandonada à Vontade de Deus. Nada a perturba e embaraça. Luta, sofre, trabalha, sempre feliz, numa paz inalterável. As almas imperfeitas sofrem muito. Uma palavrinha as perturba, qualquer moléstia ou contrariedade as atira num mar de aflições e queixas desesperadas. A alma abandonada, confiante, só tem um ideal: fazer a vontade de Deus. Passará da saúde para a doença, da secura para as consolações, da calma para a tentação, dos reveses da sorte para a prosperidade, sempre conformada, humilde, feliz por cumprir a Vontade Daquele que tudo dispõe, neste mundo, para nosso bem. Continue reading

Sim! “Fiat!”

Meditação para o Dia 25 de Março

A mais bela palavra que disse Nossa Senhora foi o “Fiat”, o sim da Anunciação. E dessa palavra nos veio a Redenção, com Jesus, e Jesus Crucificado. Como é poderoso o Sim! Como ele opera maravilhas! O Anjo manifesta a Vontade do Altíssimo e Nossa Senhora, sem hesitar, responde:

Eis a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a Sua palavra.

E toda a vida de Maria foi um sim, um “fiat”, um ato de abandono perfeito, total, à Vontade do Pai Celeste. Continue reading

A Bolinha do Menino Jesus

Meditação para o Dia 24 de Março

Que faz uma criança quando ganha uma bolinha nova e graciosa? Alegra-se, toma-a, cheia de carinho, sorri, feliz brinca com seu pequenino tesouro. Depois, atira-a para um canto, onde fica muito tempo esquecida. Um belo dia toma de novo a sua bolinha e com ela brinca e se diverte. E, quando dela se farta, se encontra um alfinete, fura-a toda e acaba por despedaçá-la, curiosa. Fica assim o destino da bolinha sujeito aos caprichos da criança! Continue reading

« Older posts

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑