Category: Breviário da Confiança (page 1 of 35)

Confia e Espera!

Meditação para o Dia 13 de Dezembro

Lucie-Christine é o pseudônimo que oculta o nome de uma grande mística contemporânea, que viveu em Paris e nos deixou, em seus escritos, luzes maravilhosas sobre a Bondade Infinita de Nosso Senhor. Ela escreveu em um diário íntimo, publicado pelo Pe. Poulain, S.J., esta nota breve e tão sugestiva:

“25 de agosto de 1882 – Bondade de Jesus sentida na Comunhão. – Morremos sem ter conhecido a bondade de Nosso Senhor, mesmo com estas inefáveis comunicações”

Continue reading

Confiança-Barômetro

Meditação para o Dia 12 de Dezembro

“Nossa confiança – diz o Pe. Paulo de Jaeguer, S.J. – é, infelizmente, como um barômetro: abaixa com a chuva e sobe com o tempo bom” (1)

Sentimos na oração, na santa comunhão, um fervor delicioso, um recolhimento doce, lágrimas de ternura: sobe nossa confiança. Depois, vêm logo, muitas vezes, uma aridez torturante, fadiga, distrações na oração, provações, etc. Que frieza! Julgamo-nos tíbios e indiferentes. A tempestade, a chuva, a borrasca, as trevas. Nossa confiança desce e desce muito. Continue reading

No Jardim da Misericórdia

Meditação para o Dia 11 de Dezembro

“Quando tivermos deixado esta terra de exílio – escreve piedoso autor – e nossos olhos se entreabrirem aos esplendores e encantos do além, tudo nos será revelado. Como nos havemos de felicitar então pela nossa confiança obstinada em Nosso Senhor! Como nos alegraremos por ter tido uma confiança tão imensa como a nossa imensa miséria”

Continue reading

O Trabalho do Divino Artista

Meditação para o Dia 10 de Dezembro

O pintor, ao começar a sua obra, traça riscos na tela e faz borrões azuis, amarelos, verdes etc. Quem não entende e jamais viu como se executam as obras-primas, sorri, talvez incrédulo e sem perceber o que deseja o artista. Mas uns minutos e o borrão azul é um céu, o verde, uma campina, o amarelo, um canteiro de rosas. O quadro maravilhoso aí está, chamando a atenção e a provocar as críticas e exclamações mais lisonjeiras de todos. A obra maravilhosa do Artista Divino, a que Ele executa nas almas, é também assim. Continue reading

Milagres da Confiança

Meditação para o Dia 09 de Dezembro

O pobre Jó, todo ferido, no auge do sofrimento e da miséria, ainda esperava no Senhor.

“Ainda que o Senhor me tirasse a vida, ainda assim esperaria Nele”

Deus recompensou tamanha confiança, e a saúde e a prosperidade voltaram à casa de Jó. Exemplos sublimes dessa confiança heroica, sempre os encontramos nas Escrituras e na vida dos santos. Nunca se ouviu dizer deixasse Nosso Senhor sem recompensa quem Nele confiou. A confiança faz milagres. Numa de suas viagens, São Martinho caiu nas mãos de salteadores, na estrada. Foi roubado e despojado. Iam já os bandidos matar o santo, quando, repentinamente, cheios de um pavor misterioso, puseram-no em liberdade, contra toda expectativa. Continue reading

A Mãe da Santa Esperança

Meditação para o Dia 08 de Dezembro

Mãe da santa esperança, e esperança até dos desesperados, é Maria Santíssima, cuja Imaculada Conceição celebra hoje, entre os esplendores da Liturgia, a Santa Igreja de Deus!

Tota pulchra es Maria – “Toda bela sois, Maria”

Et macula originalis non est in te – “E a mancha do pecado não existe em Vós”

Assim canta hoje a prece litúrgica. E, para consolo nosso, acrescenta:

Tu Advocata peccatorum, ora pro nobis, interce pro nobis ad Dominum – “Vós, advogada dos pecadores, rogai por nós, intercedei por nós”

Continue reading

O Mérito dos Bons Desejos

Meditação para o Dia 07 de Dezembro

Consolem-se as boas almas, cheias de ardor apostólico, na sua enfermidade. Esta página Diário da Confidente do Amor Misericordioso há de lhes falar ao coração. Estava enferma a esposa predileta de Nosso Senhor.

– “Minha Benigna – disse-lhes Jesus – agora estás aqui sem nada fazer e tinhas tanto que escrever! Entretanto, agora fazes muito mais, porque fazes a Minha Vontade. Que fiz Eu quando estava oculto no seio de Minha Santíssima Mãe? Vim para salvar o mundo e fazia a Vontade de Meu Pai. Continue reading

Cada dia, o que Deus quiser!

Meditação para o Dia 06 de Dezembro

O segredo de sofrer com paciência é não se inquietar nem com o passado, nem com o presente, e muito menos, com o futuro. Aceitai o que vier cada dia. Nosso Senhor nos manda tomar a cruz de cada dia para O seguir.

Tollat crucem suam… quotidie

Notai bem:

“A cruz de cada dia…”

Sufficit diet malitia sua – “Basta a cada dia a sua malícia”

Um sofrimento, um revés, uma doença, um golpe de coração. Aceitemos resignadamente tudo, tudo. Absolutamente tudo. Continue reading

Crer sem Ver e Compreender

Meditação para o Dia 05 de Dezembro

Esmagada sob o peso das mais horrorosas tentações contra a fé, Soror Benigna, a confidente da Misericórdia Divina, ouviu a doce voz de Nosso Senhor:

“Coragem, minha esposa, coragem! Embora não O vejas, embora não O ouças, o teu Deus está sempre junto de ti. O sentimento, ainda que dê a certeza, diminui a fé. Retiro a consolação sensível à alma que quero exercitar perfeitamente na virtude da fé. É preciso crer sem ver, crer sem compreender. Assim é que se sujeita a razão e se glorifica a Deus. Queres agradar a Deus? Não te metas a perscrutar os seus desígnios a teu respeito. Deixa que Ele te trate como melhor Lhe apraz. Continue reading

Amém! Amém! Amém!

Meditação para o Dia 04 de Dezembro

Veio a enfermidade, e o apóstolo, sequioso de almas, sonhando arrebatar e conquistar muitos corações para Jesus Cristo, vê-se reduzido a uma inação forçada, preso entre as paredes de um quarto de enfermo, numa solidão, quase abandonado. Deus assim o quis! E quem pode saber os desígnios da Providência? O Pe. Perreyve, que havia experimentado essa provação difícil, escrevia a um amigo em idêntica situação:

“Meu caro, Deus neste momento te faz uma pergunta estranha, pergunta que sempre repete Ele às almas que O desejam servir muito:

‘Meu filho, consentes em ser absolutamente nada?’

– Sim, Senhor.

– Pois então, pasce agnos meos… Super multa te constituam… Duc in altum… Coragem, meu amigo, demos tudo o que Jesus pede. Esta é a condição para a fecundidade de nosso apostolado e da felicidade no Céu, Amém! Soframos, Amém! Trabalhemos, ou nada façamos, o silêncio, a palavra, a doença, a força, a glória, a vergonha, a vida, a morte!… Amém! Amém! Amém!”

Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑