Category: Meditações Diárias (page 1 of 36)

Diversas obras de Meditações Diárias para todos os dias do ano, a fim de buscarmos crescer em nossa Espiritualidade e intimidade com Deus.

Um ano que lá vai

Meditação para o Dia 31 de Dezembro

1. O ano está a findar-se. A quem deves a graça de veres ainda seu fim? Favores sem número, sem limites, recebeste de Deus. Ele conservou-te a vida, preservou-te de inúmeros perigos; salvou-te em outros e provê a todas as tuas necessidades. Na vida espiritual favoreceu-te com benefícios ainda maiores. Quantos sacramentos administrados, quantos ensaios e exemplos, quantas boas inspirações, não concedidas a outros! Com Maria podes dizer:

“Grandes coisas me fez quem é poderoso”

És grato como ela? Como mostrarás praticamente tua gratidão a Deus? Continue reading

Alegrias e Dores de tua Mãe

Meditação para o Dia 30 de Dezembro

1. Se amas a Maria, tua Mãe, não te pode ser indiferente nada que a ela se refere. Vê-a, pois, novamente, junto à lapinha de Jesus. Sua alegria na pobre gruta de Belém era indizível. Tinha diante de si a quem há tanto tempo e tão vivamente esperara. Viu satisfeito o desejo do mundo inteiro. Mais ainda: pôde chamar de filho ao Salvador, seu filho e seu Deus ao mesmo tempo. Alegrando-te com tua Mãe, pede-lhe que não se esqueça de seres outro filho seu, que tanto precisa de seu cuidado maternal. Continue reading

Pastores e Anjos

Meditação para o Dia 29 de Dezembro

1. E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto que era como se lhes havia dito“. Não era para estranhar que os pastores, sendo agraciados com a vinda e o canto dos anjos e ainda com a visita ao presépio, distinguidos a tal ponto, mostrassem sua gratidão. O mesmo Jesus está continuamente esperando tua visita no tabernáculo. No presépio ocultou Sua divindade; aqui o faz também, ocultando ainda Sua humanidade, mas não deixará de dar-te as mesmas graças que dispensou aos pastores, se vieres e voltares com as mesmas disposições santas. Continue reading

A Mãe Feliz – Os Santos Inocentes

Meditação para o Dia 28 de Dezembro

1. Maria conservava todas estas coisas, conferindo-as no seu coração“. Belo exemplo! Maria guardou tudo o que os pastores fizeram e disseram em louvor de seu Filho, e tu tão facilmente abandonas as aspirações que não faltam nunca, quer venham diretamente de Deus, quer por intermédio de Seus ministros! Maria meditava em tudo. Por que não te lembras mais vezes das graças já recebidas, agradecendo-as devidamente e correspondendo-lhes sempre melhor? Esqueceste que só uma coisa é necessária, tratar da salvação de tua alma? Continue reading

Os Pastores Adorando – São João

Meditação para o Dia 27 de Dezembro

1. a) E vieram a toda pressa e acharam a Maria e José e ao Menino posto na manjedoura“. Vieram sem ordem terminante do anjo, mas impelidos pelo santo e ardente desejo de ver seu Salvador e de prestar-lhe suas homenagens. Cooperas assim com as graças e inspirações de Deus?

b) E vendo isto, conheceram a verdade do que se lhes havia dito acerca deste Menino“. Obedecendo às inspirações de Deus, conhecerás mais e mais quanto é bom, nobre, de perfeição infinita, e quão grande a felicidade de amá-Lo. Contempla-O de novo no presépio e toma-O por teu modelo. Continue reading

Os Pastores em Belém – Santo Estêvão

Meditação para o Dia 26 de Dezembro

1. Desapareceram os anjos, mas suas misteriosas palavras ficaram gravadas nos corações dos pastores, que incontinente resolveram:

“Vamos até Belém e vejamos o que sucedeu”

Oxalá, assim não desapareçam de teu coração as salutares resoluções tomadas na oração! Segue os pastores até Belém. vê com eles Aquele que veio salvar-te. Vê a pobreza de Jesus, Sua humildade, amabilidade e candura. Rende-lhe graças, oferece-lhe teu coração e entrega-lho para todo o futuro. Ama-O, pois Ele o permite, e até o quer. Poder amar a um Deus, ser amado por Ele – oh! Quem compreende tanta ventura! Continue reading

Natal

Meditação para o Dia 25 de Dezembro

1. Natal!… Abstraindo de tudo, tem hoje olhos e ouvidos só para Belém. A quem vês na obscura gruta? Teus olhos corporais divisam uma criancinha pobre, tenra, desabrigada, tremendo de frio; teus olhos espirituais veem “o Verbo que se fez carne e habitou entre nós“. A fé não se escandaliza pelas miseráveis faixas, pela falta de todo cômodo, pela ausência de sinais que manifestassem Sua divindade. Pobre veio Jesus, para que também O amem os que são pobres, em bens ou em virtudes; veio amável, para cativar os corações. Seu amor só com amor podes pagar. Continue reading

A Noite Santa

Meditação para o Dia 24 de Dezembro

1. Ao dia de hoje seguirá a mais bendita noite. Nasce o Salvador, há quatro mil anos esperado ardentemente. Nasce o Salvador; do presépio estende Seus bracinhos para aplacar a justiça de Deus ofendido; com Suas lágrimas lava as nossas culpas; com Seus gemidos pede para nós misericórdia. Trem de frio, sofrendo para nos salvar. Se em tal estado todo o menino recém-nascido te comove, o que deves sentir e fazer ao contemplar Jesus, que por ti desceu à terra, que por ti tanto padeceu e que quer ser todo teu! Continue reading

Maria e José sem cômodo decente

Meditação para o Dia 23 de Dezembro

1. Em toda a cidade de Belém não havia um único lugar para Maria, José o Deus Infante a nascer. Uma pobre e rude gruta, estábulo de animais, serviu de refúgio ao Criador do céu e da terra, à sua Mãe puríssima e a seu casto Pai nutrício. Eis como Deus permite serem tratados aqueles que lhe são mais caros no céu e na terra!

Sofrimentos e desgostos, aos olhos de Deus, são graças de valor incalculável; aproveita-os, em santa resignação, quando Deus com eles te favorecer. Consolar-te-á o exemplo de Jesus, Maria e José em Belém e o pensamento na eterna retribuição pela mão generosa de Deus. Continue reading

Repelidos em Belém

Meditação para o Dia 22 de Dezembro

1. Veio para o que era seu e os seus não o receberam“. Assim se tratou a Jesus, já antes que Ele nascesse. Os esposos mais santos que houve e haverá na terra são repelidos de todas as casas. Para todos e para tudo há lugar, menos para eles. Assim, em vão pede Jesus entrada num coração que já está ocupado por outrem: pelas vaidades do mundo, por paixões, más inclinações não combatidas, etc. Não é recebido porque vem tarde. Em tal coração foi hospedado antes o demônio; este entrou já pelo pecado original, e, expulso, procura logo voltar. Quem reina em ti? Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑