Tag: trabalho

O puríssimo Coração de Maria

Capítulo 29: O puríssimo Coração de Maria
O Coração mais perfeito

O Coração de Maria é o mais perfeito, o mais digno de nossa veneração e respeito, obra prima das mãos do Criador. Toda a Santíssima Trindade concorreu para a formação deste primor de perfeição, e se empenhou em enriquecê-lo dos mais excelentes dons, das mais preciosas e abundantes graças. O Pai Eterno empenhou todo o Seu poder para formar em Maria um coração de filha, cheio de respeito, docilidade e obediência para com o Criador; o Filho deu-lhe um coração de mãe, repleto de ternura, onde Ele havia de habitar como num santuário bendito; o Espírito Santo deu-lhe um coração de esposa, todo abrasado no mais puro e ardente amor. O espírito humano nunca poderá compreender todas as grandezas, riquezas e perfeições, que encerra este sagrado Coração.

Unamo-nos aos espíritos bem-aventurados, que não cessam de cantar no céu os seus louvores; honremo-o com terna devoção, para que mereçamos ir celebrar a sua glória e inefáveis grandezas na bem-aventurança eterna. Continue reading

A vida oculta da Sagrada Família em Nazaré

Capítulo 20: A vida oculta da Sagrada Família em Nazaré
Vive na pobreza

Consideremos a Sagrada Família, composta de Jesus, de Maria e de José. Esta Santíssima Família tinha só a Deus por seu único bem, vivia na obscuridade, nos trabalhos, talvez em desprezo, e sem dúvida na pobreza. Mas quanto não era rica em graças e virtudes! Nunca houve família mais santa, mais respeitável, mais feliz nem mais digna da vassalagem dos anjos e dos homens. Não são os bens e as honras deste mundo, o que faz a verdadeira felicidade, mas sim a graça de Deus; a virtude e a santidade. Oh! Quanto é rico e ditoso aquele que ama a Deus, e só a Ele possui! Continue reading

Vida laboriosa de Jesus em Nazaré

Meditação para o Sábado da 5ª Semana depois da Epifania. Vida laboriosa de Jesus em Nazaré

Meditação para Sábado da 5ª Semana depois da Epifania

SUMARIO

Depois de termos visto Jesus adolescente, em Nazaré, crescendo em sabedoria e em graça, o consideraremos hoje chegado à idade do homem feito; e veremos:

1.° Que Ele tinha na Sua pobre morada uma vida laboriosíssima;

2.° Como santificava o Seu trabalho.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De não perdermos o tempo, mas de o empregarmos assiduamente no trabalho;

2.° De oferecermos o nosso trabalho a Deus, rogando-Lhe que o abençoe e nos ajude a fazê-lo bem;

3.° De unirmos o nosso trabalho e as nossas intenções ao trabalho e às intenções de Jesus Cristo.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra que Jesus Cristo disse de Si próprio:

“Tenho trabalhado desde a minha mocidade” – In laboribus a juventute mea (Sl 88, 16)

Continue reading

Repouso

Capítulo 15. Repouso - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
NUNCA, como hoje, tiveram os homens tantos meios de poupar tempo. E nunca, como agora, tiveram tão pouco tempo de lazer ou de repouso. Contudo, poucos se dão conta disto: os reclamos criaram, na mentalidade moderna, a falsa noção de que lazer e não trabalhar são a mesma coisa, de que, quanto mais rodeados estivermos de ferrolhos e rodas, de interruptores e aparelhos, mais tempo temos ao dispor. Continue reading

Trabalho

Capítulo 14. Trabalho - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
MUITO poucos, nos tempos que vão correndo, fazem aquela espécie de trabalho que gostariam de fazer. Em vez de escolherem, livremente, as suas ocupações, são forçados, por necessidade econômica, a dedicar-se a tarefas que não conseguem satisfazê-los. Dizem muitos: «eu deveria ocupar-me em alguma coisa de superior ao que estou agora a fazer», ou «este meu trabalho só é importante, porque mo pagam». Tal atitude está na base de tanto trabalho imperfeito e mal executado. O homem que escolhe o trabalho, porque este satisfaz a uma finalidade que se harmoniza com o seu modo de ser, é o único que se engrandece pelo trabalho. Verdadeiramente, só ele poderá dizer, quando chegar ao fim:

«Está acabado»

Continue reading

Ao Despertar

Meditação para o Dia 17 de Maio

O primeiro pensamento que ordinariamente nos assalta, pela manhã, ao despertar, é, o que nos possa estar reservado, no correr do dia, de alegrias ou de trabalhos e cruzes. Quando o peso da vida se nos faz sentir quase esmagador, basta esse pensamento para nos amargurar o coração.

Coragem, almas cristãs! Nosso Senhor não nos manda carregar a cruz de cada dia e segui-Lo? Continue reading

Trabalhar, Sofrer, Morrer!

Meditação para o Dia 26 de Janeiro

Nas horas de angústia, nos momentos tristes e amargos da vida, quando as tribulações e a adversidade nos visitam com todo o seu doloroso cortejo, ah!

Quanto nos custou a resignação e conformidade com a Santíssima Vontade de Deus!

Paciência! Paciência!

Trabalhar, sofrer, morrer, eis a lei de que ninguém se pode isentar, a condição de todos os mortais.

Paciência! Paciência!
Continue reading

Vida Ativa

Meditação para o Dia 13 de Agosto

1. Trabalhar é esforça-se. Ocupar-se ainda não é trabalhar; há ocupações que mais se assemelham à ociosidade do que ao trabalho. Este pressupõe vencer dificuldades. A lei do trabalho todos estão sujeitos. Desde que Adão se rebelou, o homem foi condenado a trabalhar no suor do rosto. Em nenhum campo de ação, profano ou religioso, se faz algo de valor sem esforço, sem trabalho. Ainda que outros por ti trabalham, não tens o direito à ociosidade… Como gastas o teu tempo? Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑