Tag: profecia de simeão

A Profecia de Simeão

Capítulo 17: A Profecia de Simeão
Dor que Maria Santíssima sente, ouvindo o que o santo velho profetiza a respeito:

De seu divino Filho

Quando o velho Simeão teve a dita de receber nos braços o Deus Menino, depois de testemunhar sua gratidão ao Senhor por lhe ter concedido ver o Salvador que vinha ser a luz para iluminar as gentes, e a glória do povo de Israel; alumiado com luz profética, o venerando ancião profere este triste oráculo:

“Este Menino está posto para alvo de contradição”

Aqui, de repente, e como numa lance de olhos, foram presentes à Senhora todas as perseguições de que seria objeto o seu bendito Filho, e todas as circunstâncias de sua dolorosa Paixão. De quanta amargura este espetáculo não repassaria o seu amantíssimo coração! E todavia, que admirável resignação e tranquilidade conservava no meio de tantas angústias! Com que rendimento se submete aos inefáveis decretos de Deus! Aprendamos daqui a conformarmo-nos com as disposições da divina Providência em todas as tribulações da vida, embora tenhamos de sacrificar os nossos mais justos e santos afetos. Continue reading

As Sete Dores de Maria

As 7 Dores da Virgem Maria

Reflexões do Arcebispo Fulton J. Sheen sobre as Sete Dores de Nossa Senhora

“Oh Santa Mãe, fixai as chagas do Crucificado fortemente em meu coração; de Vosso Filho ferido que por mim quis sofrer, partilhai comigo as dores.”

A Primeira Dor: Profecia de Simeão

Profecia de Simeão, a primeira dor de Maria

A ferida inicial foi a profecia de Simeão. O Divino Menino, com a idade de quarenta dias, foi levado ao Templo; mal Simeão teve em seus braços a Luz do Mundo, logo de seus lábios saiu o canto do cisne: está pronto a morrer, porque viu o Salvador. Depois de ter anunciado que esse menino será objeto de contradição, disse a Maria:

“A Tua alma será trespassada por uma espada de dor.”

Notai que Simeão não disse que uma espada lhe trespassaria o corpo. A lança do centurião poderia trespassar o Corpo de Cristo; o Seu Corpo poderia ter sido ferido ao ponto de “os seus ossos se poderem contar”, mas o Corpo de Maria será poupado.

Assim como, na Anunciação, quando Ela concebeu, o êxtase – ao contrário do amor humano – foi, primeiro, na sua alma, e, depois, no seu corpo, assim, na sua compaixão, as dores do martírio penetram primeiro a sua alma, para depois terem ressonância no seu corpo, como eco de todos os golpes com que a carne de Seu Filho foi flagelada, com que as Suas mãos e os Seus pés foram trespassados. Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑