Tag: presunção

Como se deve fugir à vã esperança e presunção

Livro I. AVISOS ÚTEIS PARA A VIDA ESPIRITUAL

Capítulo VII

1. Insensato é quem põe sua esperança nos homens ou nas criaturas. Não te envergonhes de servir a outrem por Jesus Cristo, e ser tido como pobre neste mundo. Não confies em ti mesmo, mas põe em Deus tua esperança. Faze de tua parte o que puderes, e Deus ajudará tua boa vontade. Não confies em tua ciência, nem na sagacidade de qualquer vivente, mas antes na graça de Deus, que ajuda os humildes e abate os presunçosos. Continue reading

Sobre a Presunção

Meditação para o Décimo Quarto Sábado depois de Pentecostes. Sobre a Presunção

Meditação para o Décimo Quarto Sábado depois de Pentecostes

SUMARIO

Meditaremos sobre outro vício oposto à humildade, que é a presunção; e veremos:

1.° Quanto este vício é indigno de uma alma cristã;

2.° De quantos modos nos tornamos presunçosos.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De nos abismarmos diante de Deus no sentimento das nossas misérias, e de repelirmos toda a complacência no bom conceito, que fôssemos tentados a formar de nós mesmos;

2.° Confiarmos só em Deus, e de desconfiarmos de nós até evitar as menores ocasiões do pecado.

O nosso ramalhete espiritual será a palavra do Espírito Santo:

“Quanto maior sois, tanto mais vos deveis humilhar em todas coisas” – Quanto magnus es, humillia te in omnibus (Ecl 3, 20)

Continue reading

O Sonho, a Realidade

Meditação para o Dia 15 de Março

Sonhadores, temo-los e muito. Há quem não seja amigo do bom senso e, em vez de se apegar à realidade das coisas, sonha e sonha doidamente. Na vida espiritual, sobretudo, é bem desastrado sonhar, abandonando a realidade da vida cristã. Os sonhadores não querem aceitar a penitência do cumprimento dos deveres de estado, monótonos, cheios de pequeninos sacrifícios e exigindo, por vezes, uma contínua abnegação. Entretanto, pensam em trapas, em conventos, em vida mística, em prodígios de apostolado, em uma santidade original, exótica, fora do comum. Certas almas sonhadoras, quando contrariadas, não atendem aos seus diretores espirituais. Desprezam os pequeninos sacrifícios quotidianos, sonham e têm a presunção de aspirar à penitência dos anacoretas. Continue reading

© 2021 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑