Perseguição em Roma

Declarada a destronização do Papa, os comissários franceses se apoderaram de sua pessoa e deram começo ao saque do palácio pontifício. As bibliotecas preciosas e raras ali existentes, foram vendidas por preço vil depois de terem sido quebradas as estantes e armários que as continham. Vendo-se burlados por não achar o ouro, nem as joias que ali esperavam encontrar, apresenta-se o calvinista Haller ao Papa e diz-lhe em tom de ameaça:

“A república romana vos intima que me entregueis já vossos tesouros: dai-mos pois”

– “Eu não possuo tesouro algum”

“Não ostentais dois formosos anéis nesse dedo?”

Entregou-lhe um deles o Papa, dizendo-lhe:

“Não posso entregar-vos o outro, porque deve passar a meus sucessores”

Continue reading