Tag: mãe (page 1 of 2)

Maria, Santíssima Rainha de Misericórdia

Meditação para o dia 05 de Maio. Maria, Santíssima Rainha de Misericórdia

Meditação para o dia 05 de Maio

Maria é Rainha de Misericórdia

Maria é, Rainha. Mas saibamos todos, para consolação nossa, que é uma Rainha cheia de doçura e de clemência, sempre inclinada a favorecer e fazer bem a nós pobres pecadores. Quer por isso a Igreja saudemo-la nesta oração com nome de Rainha de misericórdia. O próprio nome de rainha, considera Santo Alberto Magno, denota piedade e providencia para com os pobres, enquanto que o de imperatriz dá ares de severidade e rigor. A magnificência dos reis e das rainhas consiste em aliviar os desgraçados, diz Sêneca. Enquanto que os tiranos governam tendo em vista apenas seu interesse pessoal, devem os reis procurar o bem de seus vassalos. Por isso na sagração dos reis se lhes unge a testa com óleo. É o símbolo da misericórdia e benignidade de que devem estar animados para com seus súbditos. Continue reading

O poder de Maria para nos salvar

Meditação para o dia 04 de Maio. O poder de Maria para nos salvar

Meditação para o dia 04 de Maio

Maria é toda poderosa junto de Deus

Tão grande é o prestígio de uma mãe, que nunca pode tornar-se súdita de seu filho, ainda que ele seja monarca e tenha domínio sobre todas as pessoas do seu reino. É verdade, sentado agora à direita de Deus Pai, no céu, reina Jesus e tem supremo domínio sobre todas as criaturas e também sobre Maria. E o tem mesmo como homem, diz Santo Tomás, por causa da união hipostática com a pessoa do Verbo. Todavia, é também certo que nosso Redentor, quando vivia na terra, quis humilhar-se a ponto de ser submisso a Maria.

“E lhes estava sujeito” (Lc. 2, 51)

Continue reading

Maria, cheia de Graças para nos salvar

Meditação para o dia 03 de Maio. Maria, cheia de Graças para nos salvar

Meditação para o dia 03 de Maio

Inegavelmente foi a alma de Maria a mais bela que Deus criou. Depois da Encarnação do Verbo foi esta a obra mais formosa e mais digna de si, feita pelo Onipotente neste mundo. Uma maravilha enfim que só é excedida pelo próprio Criador, como diz Nicolau monge. Por isso não desceu a graça em Maria, gota a gota como nos outros santos. Desceu ao contrário tal como, “a chuva sobre o velo” (Sl 71, 6). Semelhante à lã do velo sorveu a Virgem com alegria toda a grande chuva da graça, sem perder uma só gota.

Era-lhe, pois lícito exclamar:

“Na plenitude dos santos está minha morada” (Eclo 24, 16)

Continue reading

A Presença Real de minha Mãe!

Meditação para o Dia 10 de Novembro

“Nada mais triste – escreveu Frederico Ozanan – nada mais desolador do que o vácuo aberto pela morte em redor de nós. Conheci esse tormento depois da morte de minha mãe, porém, durou pouco. Não tardaram a vir outros momentos, em que cheguei a compreender que não estava só e que algo, de uma suavidade infinita, passou-se dentro de mim. Era uma confiança que não me havia abandonado. Era uma presença benfazeja, embora invisível. Era como se uma alma estremecida me acariciasse, de passagem, com a ponta de suas asas. E, assim como outrora, eu reconhecia agora os passos, a voz, a respiração de minha mãe. Continue reading

Rosário, minha Alegria!

Meditação para o Dia 07 de Outubro

Nossa Senhora, dizem as ladainhas lauretanas, é causa de nossa alegria – CAUSA NOSTRAE LAETITIAE. O Rosário trouxe alegria ao mundo convulsionado e triste, nos dias de São Domingos. Hoje, quando tanto se padece neste exílio, precisamos, mais do que em tempo algum, recorrer a Maria. E o Rosário é a mais bela e consoladora das preces. Quanto conforta um terço bem rezado nas nossas aflições!

“Um terço aos pés do Sacrário – dizia uma santa alma – me consola mais do que tudo neste mundo”

Continue reading

Sois minha Mãe!

Meditação para o Dia 27 de Maio

Santa Teresinha, a encantadora florzinha do Carmelo, foi a missionária da confiança e do Amor Misericordioso. Na sua doce via da infância espiritual, vai conduzindo a Nosso Senhor legiões de almazinhas do seu Pequenino Caminho. Ela nos ensina a confiar em Maria, e eis como fala de Nossa Senhora:

“Surpreendo-me, às vezes, a dizer à Santíssima Virgem:

– Ó minha Mãe querida, sabeis que me julgo mais feliz do que Vós? Eu Vos tenho por Mãe, e Vós não tendes uma Santíssima Virgem para amar!… Verdade é que sois a Mãe de Jesus, mas Vós me destes Jesus e Ele, na cruz, Vos deu a nós como nossa Mãe. E por isso somos mais ricos do que Vós! Outrora, na Vossa humildade, queríeis ser a pequenina escrava da Mãe de Deus. E eu, pobre criaturinha, sou, não vossa escrava, mas vossa filha! Sois a Mãe de Jesus e sois minha Mãe!” (1)

Continue reading

Causa da Nossa Alegria

Meditação para o Dia 18 de Maio

Alegremo-nos, sim, mas em Deus, como Nossa Senhora.

Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo – “E me alegrei em Deus, meu Salvador” (1)

O Apóstolo nos aconselha a alegria santa, no Senhor. É a alegria que nos vem da meditação da misericórdia Divina, do Céu que esperamos, das magníficas recompensas que Nosso Senhor reserva aos eleitos. É a única verdadeira alegria que podemos gozar neste vale de lágrimas em que vivemos. Continue reading

Sofrer com Maria

Meditação para o Dia 10 de Maio

A mãe não abandona o filho no sofrimento. Fica ao seu lado, carinhosa, solícita, empregando todo o esforço para lhe mitigar a dor e enxugar-lhe o pranto. O coração materno sofre quando sofrem os filhos. A criancinha, quando ferida, grita, instintivamente:

“Mamãe!”

Filhos de Nossa Senhora, eternas crianças, à caça das borboletas de nossas ilusões, tantas vezes caímos e nos ferimos nas pedras do caminho da vida! Nessas ocasiões, façamos como as criancinhas e gritemos:

“Mamãe, Mãe do Céu, meu Refúgio, valei-me!”

Continue reading

O Oceano de Amarguras

Meditação para o Dia 06 de Maio

O Profeta não sabia a que comparar a dor imensa, o doloroso martírio de Nossa Senhora.

“Cui comparabo te vel cui assimilabo te, filia Ierusalem?”

Só a imensidade e as agitações do oceano lhe podem servir de pálida imagem. Comentando as palavras do profeta, exclama um Autor piedoso:

“Virgem bendita, assim como a amargura do mar excede a todas as amarguras, assim a tua dor excede a todas as dores”

Continue reading

Rainha dos Mártires

Meditação para o Dia 05 de Maio

Não se pode contestar, afirma Santo Afonso, que Maria tenha sido mártir. Provam-no Dionísio Cartusiano, Perbalto, Catarino e muitos outros. Para o martírio, basta uma dor suficiente para dar a morte, ainda que, na realidade, não se venha a morrer. São João Evangelista tem as honras do martírio, embora não tenha morrido na caldeira de azeite fervente. A obediência faz mártires. Maria foi mártir, sem que tocassem os algozes em seu corpo virginal. Ela teve um martírio dos mais cruéis: o do coração. Continue reading

« Older posts

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑