Tag: mãe (page 1 of 2)

Sois minha Mãe!

Meditação para o Dia 27 de Maio

Santa Teresinha, a encantadora florzinha do Carmelo, foi a missionária da confiança e do Amor Misericordioso. Na sua doce via da infância espiritual, vai conduzindo a Nosso Senhor legiões de almazinhas do seu Pequenino Caminho. Ela nos ensina a confiar em Maria, e eis como fala de Nossa Senhora:

“Surpreendo-me, às vezes, a dizer à Santíssima Virgem:

– Ó minha Mãe querida, sabeis que me julgo mais feliz do que Vós? Eu Vos tenho por Mãe, e Vós não tendes uma Santíssima Virgem para amar!… Verdade é que sois a Mãe de Jesus, mas Vós me destes Jesus e Ele, na cruz, Vos deu a nós como nossa Mãe. E por isso somos mais ricos do que Vós! Outrora, na Vossa humildade, queríeis ser a pequenina escrava da Mãe de Deus. E eu, pobre criaturinha, sou, não vossa escrava, mas vossa filha! Sois a Mãe de Jesus e sois minha Mãe!” (1)

Continue reading

Causa da Nossa Alegria

Meditação para o Dia 18 de Maio

Alegremo-nos, sim, mas em Deus, como Nossa Senhora.

Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo – “E me alegrei em Deus, meu Salvador” (1)

O Apóstolo nos aconselha a alegria santa, no Senhor. É a alegria que nos vem da meditação da misericórdia Divina, do Céu que esperamos, das magníficas recompensas que Nosso Senhor reserva aos eleitos. É a única verdadeira alegria que podemos gozar neste vale de lágrimas em que vivemos. Continue reading

Sofrer com Maria

Meditação para o Dia 10 de Maio

A mãe não abandona o filho no sofrimento. Fica ao seu lado, carinhosa, solícita, empregando todo o esforço para lhe mitigar a dor e enxugar-lhe o pranto. O coração materno sofre quando sofrem os filhos. A criancinha, quando ferida, grita, instintivamente:

“Mamãe!”

Filhos de Nossa Senhora, eternas crianças, à caça das borboletas de nossas ilusões, tantas vezes caímos e nos ferimos nas pedras do caminho da vida! Nessas ocasiões, façamos como as criancinhas e gritemos:

“Mamãe, Mãe do Céu, meu Refúgio, valei-me!”

Continue reading

O Oceano de Amarguras

Meditação para o Dia 06 de Maio

O Profeta não sabia a que comparar a dor imensa, o doloroso martírio de Nossa Senhora.

“Cui comparabo te vel cui assimilabo te, filia Ierusalem?”

Só a imensidade e as agitações do oceano lhe podem servir de pálida imagem. Comentando as palavras do profeta, exclama um Autor piedoso:

“Virgem bendita, assim como a amargura do mar excede a todas as amarguras, assim a tua dor excede a todas as dores”

Continue reading

Rainha dos Mártires

Meditação para o Dia 05 de Maio

Não se pode contestar, afirma Santo Afonso, que Maria tenha sido mártir. Provam-no Dionísio Cartusiano, Perbalto, Catarino e muitos outros. Para o martírio, basta uma dor suficiente para dar a morte, ainda que, na realidade, não se venha a morrer. São João Evangelista tem as honras do martírio, embora não tenha morrido na caldeira de azeite fervente. A obediência faz mártires. Maria foi mártir, sem que tocassem os algozes em seu corpo virginal. Ela teve um martírio dos mais cruéis: o do coração. Continue reading

Não há Vinho!

Meditação para o Dia 04 de Maio

Nossa Senhora é sempre mãe solícita e carinhosa. Vede nas bodas de Caná. Faltou vinho. Os noivos ficariam confusos e envergonhados com a situação. Não era chegada a hora de Jesus. Sabia-o Nossa Senhora, mas não se pôde conter na bondade do seu coração materno. Volta-se para o Filho:

“Vinum non habent!” – “Não há mais vinho!”

Não obstante a resposta de Jesus, de que ainda não havia chegado a Sua hora, Ela dá ordem aos criados:

“Quodcumque dixerit vobis facite” – “Fazei o que Ele vos ordenar”

Continue reading

Machucou-se, meu Filho?

Meditação para o Dia 02 de Maio

Há uma lenda que traduz a delicadeza do coração materno. Um moço, apaixonado por uma criatura perversa e má, sujeitava-se a todos os seus caprichos, à custa dos maiores sacrifícios. Um dia, fez-lhe ela a monstruosa exigência de arrancar o coração materno e lho levar. “Impossível”, diz, com desespero, o jovem. “Pois não terás o meu amor! Retira-te!”. O pobre e infeliz apaixonado, desvairado e cego, acaba por satisfazer o criminoso desejo do viperino objeto de seu louco amor. Mata a desventurada mãe, arranca-lhe o coração e o envolve, quente e palpitante, numa toalha. Continue reading

Mãe! Minha Mãe!

Meditação para o Dia 01 de Maio

Maio, primavera de nossas almas, doce mês de Nossa Senhora!

“Temos um sagrado instinto – diz o Apóstolo São Paulo que nos leva a chamar pelo Senhor e dizer-Lhe: “Abba”! “Pater”! Pai! Pai!

Na mais bela das preces, Nosso Senhor quer ser chamado Pai:

“Pai Nosso, que estais no Céu”

Continue reading

Alegrias e Dores de tua Mãe

Meditação para o Dia 30 de Dezembro

1. Se amas a Maria, tua Mãe, não te pode ser indiferente nada que a ela se refere. Vê-a, pois, novamente, junto à lapinha de Jesus. Sua alegria na pobre gruta de Belém era indizível. Tinha diante de si a quem há tanto tempo e tão vivamente esperara. Viu satisfeito o desejo do mundo inteiro. Mais ainda: pôde chamar de filho ao Salvador, seu filho e seu Deus ao mesmo tempo. Alegrando-te com tua Mãe, pede-lhe que não se esqueça de seres outro filho seu, que tanto precisa de seu cuidado maternal. Continue reading

Natividade de Nossa Senhora

Meditação para o Dia 08 de Setembro

1. O próprio Deus deve alegrar-se em Maria, que hoje nasceu. Ele não podia criar alguém com quem entrasse em relações mais íntimas do que com ela. Maria, por sua dignidade de todo excepcional e única, é dotada de todas as perfeições corporais e espirituais, é “cheia de graça”, criatura em que Deus Pai vê sua Filha; Deus Filho, sua Mãe; o Espírito Santo, sua Esposa. Ainda é criança, e a Santíssima trindade já a contempla com suma complacência. Que espetáculo maravilhoso para todos os anjos do céu! Que dignidade a de Mara Santíssima, tua Mãe; sim, tua! Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑