Capítulo 41. O Medo e a Ética - Livro Rumo à Felicidade, de Fulton Sheen
A MAIOR parte das neuroses são baluartes contra o medo. Muitos psicólogos e médicos passaram a adotar esta tese, dado que o medo, na verdade, provoca uma espécie de autodefesa. Não é, decerto, o medo que é temido; o inimigo é a tensão entre a consciência e o que aconteceu. O medo é como o dinamômetro numa caldeira a vapor. Registra simplesmente a pressão.

O modo mais simples, mas o pior, para repelir do espírito o medo é reprimi-lo, isto é, relegá-lo para o inconsciente.

Continue reading