Tag: dom henrique (page 1 of 7)

Esclarecimentos sobre o Sacrifício Eucarístico

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Algumas vezes, na internet, tenho encontrado figurações da Santa Missa nas quais o sacerdote segura a hóstia e, do outro lado, o próprio Cristo também a segura. A intenção é exprimir a fé católica, segundo a qual a Celebração eucarística é memorial do mesmíssimo sacrifício de Cristo.

Suposta rpresentação da Eucaristia que circula pela internet

Esta imagem não exprime a fé católica
sobre a Eucaristia.

Mas, aí há um problema gravíssimo: o Cristo apresentado nessas montagens aparece flagelado, como esteve nas dores do Calvário. Ora, isto de modo algum exprime a fé católica; antes, é um grave erro, que contraria a reta doutrina da Igreja sobre o Sacrifício da Missa! Explicarei isto em algumas proposições: Continue reading

Homilia para o 11º Domingo Comum

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

No Evangelho deste Domingo, o Senhor nosso Jesus Cristo fala-nos sobre o Reino de Deus que Ele mesmo veio inaugurar com Sua santa Encarnação, com Seu ministério público, com Sua Paixão, Morte e Ressurreição; Reino que Ele, efetivamente, nos deu com o dom do Seu Espírito Santo!

Observai, Irmãos, que sempre que fala do Reino, Jesus nosso Senhor usa imagens, fala-nos em parábolas. É que o Reino não pode ser descrito, não pode ser resumido num conceito; sequer esse Reino bendito pode ser totalmente compreendido por nós. Por isso o Evangelho fala em “mistério do Reino de Deus” (Mc 4,11)!

Continue reading

Homilia para o 10º Domingo Comum

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Leituras do Dia

Gn 3,9-15
Sl 129
2Cor 4,13-18 – 5,1
Mc 3,20-35

Caríssimos, iniciemos a nossa meditação da Palavra que o Senhor nos dirige neste X Domingo Comum partindo da tremenda pergunta que o Senhor Deus fez aos nossos primeiros pais e nos faz a nós, filhos de Adão de todos os tempos:

“Onde estás?”

Onde te encontras, ó homem, com tua ânsia de ser como Deus, de ser dono da tua vida, de viver fechado em ti mesmo, no teu comodismo, na tua frieza, na tua autossuficiência, como se te bastasses? Onde estás, ó homem, bicho tirado do pó da terra, no qual soprei, com Meu Espírito, o desejo do Infinito? Continue reading

Homilia para o IX Domingo Comum

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Caríssimos, comecemos nossa meditação da Palavra de Deus com uma pergunta: o que diz a Escritura Santa sobre o sábado?

A palavra shabbat significa repouso. Segundo a narrativa do Gênesis, no sétimo dia, o Senhor Deus repousou de toda a Sua obra, depois de ter visto que tudo que criara era muito bom:

“Deus concluiu no sétimo dia a obra que fizera e no sétimo dia descansou de toda obra que fizera. Deus abençoou o sétimo dia e o santificou, pois nele descansou depois de toda a obra da criação” (2,2s).

No pensamento do Antigo Testamento, o homem deveria, portanto, descansar no sábado para imitar o Senhor Deus e para reconhecer Nele o Criador de todas as coisas. O sábado seria o dia de louvar e bendizer o Senhor pela criação. O homem reconhece, então, que ele não é Deus; é apenas criatura: só o Senhor é Deus, o Criador do céu e da terra!

Continue reading

Meditação para a Solenidade de Corpus Christi

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

“Hoje a Igreja te convida:/ o Pão vivo que dá Vida/ vem com ela celebrar”.

Eis, caríssimos Irmãos, o sentido desta hodierna Solenidade: celebrar com a Igreja, celebrar como Igreja o Cristo, Pão vivo, Pão vivente, que nos dá a Vida divina, Vida que é o próprio Santo Espírito!

Nunca esqueçamos: no santíssimo Sacramento da Eucaristia, o próprio Senhor Jesus Cristo, imolado e ressuscitado, está realmente presente nas aparências do pão e do vinho, cheio de Espírito Santo, Espírito de Ressurreição, a ponto de a Escritura exclamar:

“O Senhor é o Espírito!” (2Cor 3,17)

Pois bem: quem comunga com o Corpo e Sangue do Senhor, recebe a Vida Eterna, isto é, o Espírito Santo, que nos cristifica, nos preparando para a Vida imperecível na Glória! Continue reading

Meditação para a Solenidade da Santíssima Trindade

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Terminado o tempo pascal com a Solenidade de Pentecostes, a Liturgia celebra a Santíssima Trindade.

Após proclamar nos santos mistérios que o Pai entregou o Filho por amor ao mundo na potência do Espírito Santo e, no mesmo Espírito Eterno, O ressuscitou dos mortos para nossa salvação, a Solenidade de agora é um modo que a Igreja encontra para louvar, engrandecer e adorar na proclamação exultante, o amor sem fim da Trindade Santa, o Deus Triuno que nos criou, que nos falou, que veio a nós, que nos reúne como Igreja, que em nós habita e que nos chama e nos conduz à comunhão com Ele por toda a Eternidade.

Estejamos atentos: por confessar a fé na Santa Trindade, os cristãos têm um modo absolutamente original de compreender Deus.
Os judeus sabem que Deus é um só: Aquele que os arrancou da terra do Egito, da casa da servidão. Ouvimos falar Dele na primeira leitura:

“Reconhece hoje e grava em teu coração, que o Senhor é o Deus lá em cima no céu e cá embaixo na terra, e que não há outro além Dele”

Continue reading

Meditação para a Ascensão do Senhor

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Hoje, celebramos o mistério da Ascensão do Senhor.

É mistério porque brota do Coração de Deus, o Santo, o Infinito, o Inabarcável, o Incompreensível, o Eterno, o Inefável, o Sábio, Aquele cujas profundezas jamais poderão ser sondadas pela mente e pelo coração humanos; é mistério porque ultrapassa tudo quanto possamos imaginar ou compreender, é mistério porque nos dá a Vida eterna, Vida divina, Vida que “os olhos não viram, os ouvidos não ouviram e o coração do homem não percebeu” (1Cor 2,9), é mistério porque trata-se de uma realidade que somente pode ser compreendia no Espírito Santo de Cristo (cf. 1Cor 2,10) e jamais nos simples limites da humana razão.

A hodierna Solenidade, caríssimos, é uma só com a do Dia de Páscoa:

Aquele, feito homem igual a nós, morto como nós, que admiramos levantado dentre os mortos e constituído em Glória na Ressurreição, hoje, contemplamo-Lo à Direita de Deus, com a mesma autoridade do Pai, e O proclamamos Cabeça da Igreja, Senhor sobre toda a criação, sobre toda a humanidade, Princípio e Fim da história humana e Juiz dos vivos e dos mortos. Continue reading

Meditação para 2º Domingo da Páscoa – Domingo in Albis

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Há oito dias, no primeiro dia após o Sábado dos judeus, ao anoitecer, Jesus ressuscitado entrou onde estavam os discípulos e lhes disse:

“A paz esteja convosco!”

Há oito dias, no Dia da Ressurreição, o nosso Jesus, vencedor da morte, enviado pelo Pai no Espírito Santo, soprou esse mesmo Espírito sobre Seus discípulos, Sua Igreja, e disse:

“Como o Pai Me enviou, também Eu vos envio. Recebei o Espírito Santo!”

Continue reading

Meditação para o Domingo de Ramos e da Paixão

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação para a Procissão dos Ramos

Este Domingo sagrado celebra dois mistérios: (1) a Entrada solene do Senhor Jesus em Jerusalém para viver Sua Passagem do mundo para o Pai e (2) o Mistério de Sua Paixão, Morte e Sepultura. Daí o título deste dia: Domingo de Ramos e da Paixão. A procissão é de ramos; a missa é da paixão.

Que significa a entrada de Jesus em Jerusalém hoje?

Ele é o descendente de Davi, o Filho de Davi e, portanto, o Messias prometido por Deus e esperado por Israel. Por isso o povo grita:

“Bendito o Rei, que vem em Nome do Senhor!”

Jesus é saudado como o Rei de Israel, novo Davi, Messias que chega à Cidade de Davi! E Jesus, de fato, é Rei, é Messias! Continue reading

A nossa fé tem de desembocar na vida!

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,81-88
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 29 – 30

Dt 29, 1Moisés convocou todo o Israel e disse-lhes: «Vistes tudo o que o SENHOR fez diante dos vossos olhos na terra do Egipto, ao faraó, aos seus servos e a todo o país: 2as grandes provações que os vossos olhos viram, esses sinais e prodígios extraordinários. 3Até hoje, porém, o SENHOR não vos tinha dado coração para entender, olhos para ver, nem ouvidos para ouvir. 4Eu vos conduzi durante quarenta anos pelo deserto, mas as roupas que vestíeis não se gastaram, e o calçado não se rompeu nos vossos pés. 5Não foi pão que comestes, não foi vinho nem bebida alcoólica que bebestes, para saberdes que Eu sou o SENHOR, vosso Deus.

6Chegastes a esta região, e Seon, rei de Hesbon, e Og, rei de Basan, saíram ao nosso encontro para nos fazer guerra, mas nós derrotámo-los. 7Tomámos a terra deles e demo-la em herança a Rúben, a Gad e à metade da tribo de Manassés. 8Guardareis, pois, as palavras desta Aliança e as cumprireis, para serdes bem sucedidos em tudo o que fizerdes.
Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑