Tag: deuteronômio (Page 2 of 3)

Nosso coração deve ser reflexo do Coração de Deus

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,17-24
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 19

1«Quando o SENHOR, teu Deus, eliminar os povos, cuja terra o SENHOR te há-de dar, quando dela tomares posse e habitares nas suas cidades e nas suas casas, 2reservarás três cidades na terra que o SENHOR, teu Deus, te há-de dar para a possuíres. 3Facilitarás o acesso a essas cidades e dividirás em três partes a terra que o SENHOR, teu Deus, te dará em herança, a fim de que todo o homicida possa refugiar-se aí. 4São estes os casos em que o homicida, ao refugiar-se ali, terá a vida salva: quando matar o seu próximo por inadvertência, sem antes lhe ter ódio. 5Por exemplo, quando for à floresta com outro para cortar lenha e, no momento de levantar o machado para derrubar a árvore, o ferro se separar do cabo e atingir o companheiro e ele morrer; então ele poderá fugir para uma dessas cidades e salvar a vida. 6De contrário, o vingador do sangue, enfurecido, poderia persegui-lo e alcançá-lo, matando-o, se o caminho fosse longo. No entanto, esse homem não era réu de sentença de morte, pois antes não sentia ódio. 7Por isso, eu te ordeno: reserva para isso três cidades. Continue reading

“Tu será íntegro para com o Senhor teu Deus!”

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,9-16
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 18

1«Os sacerdotes levíticos – toda a tribo de Levi – não terão parte nem herança com Israel; os sacrifícios oferecidos ao SENHOR são a sua herança, e deles comerão. 2Não terão herança entre os seus irmãos. O próprio SENHOR é a sua herança, como Ele lhes declarou. 3Estes são os direitos que os sacerdotes hão-de receber do povo, dos que oferecerem em sacrifício touros e ovelhas. Darão ao sacerdote a espádua, as mandíbulas e o estômago. 4Dar-lhe-ás as primícias do teu trigo, do teu vinho e do teu azeite e as primícias da lã dos teus rebanhos, 5porque foi a eles e aos seus filhos que o SENHOR, teu Deus, escolheu dentre todas as tribos para estar a servir eternamente o nome do SENHOR.

6Quando um levita vier de uma das tuas cidades, em qualquer parte de Israel onde esteja, e chegar, por sua livre vontade, ao santuário escolhido pelo SENHOR, 7poderá servir o nome do SENHOR, seu Deus, como todos os seus irmãos levitas que estão ali diante do SENHOR. 8Terá porção igual de alimentos, para além das vendas do seu património.» Continue reading

As Festas Litúrgicas e o Povo de Deus

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,169-176
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 16,13-17

13«Celebrarás a festa das Tendas durante sete dias, quando recolheres os produtos da tua eira e do teu lagar. 14Alegrar-te-ás durante a festa, com os teus filhos, as tuas filhas, os teus servos, as tuas servas, com o levita, o estrangeiro, o órfão e a viúva que estiverem dentro das portas da tua cidade. 15Festejarás esses sete dias em honra do SENHOR, teu Deus, no santuário por Ele escolhido, pois o SENHOR, teu Deus, abençoará todos os teus bens e toda a obra das tuas mãos. Faz a festa com alegria.

16Três vezes por ano, todos os varões se apresentarão diante do SENHOR, teu Deus, no santuário que Ele tiver escolhido: na festa dos Ázimos, na festa das Semanas e na festa das Tendas. Ninguém aparecerá com as mãos vazias diante do SENHOR. 17Cada um dará segundo as suas posses, conforme as bênçãos que o SENHOR, teu Deus, lhe tiver concedido.»

Continue reading

Viver imersos no Espírito de Amor

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,161-168
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 16,9-12

9«Depois, contarás sete semanas, a partir do momento em que começares a meter a foice nas searas. 10Celebrarás, então, a festa das Semanas em honra do SENHOR, com as tuas ofertas voluntárias, segundo as bênçãos que o SENHOR, teu Deus, te tiver concedido. 11Alegrar-te-ás na presença do SENHOR, teu Deus, com os teus filhos, as tuas filhas, os teus servos e as tuas servas, o levita que viver dentro das portas da tua cidade, o estrangeiro, o órfão e a viúva que estiverem junto de ti, no santuário que o SENHOR, teu Deus, tiver escolhido para ali estabelecer o seu nome. 12Recorda-te que foste escravo no Egipto; guarda e cumpre fielmente estas leis.»

Continue reading

“Cristo, nossa Páscoa, foi imolado!”

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,153-160
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 16,1-8

1«Guarda o mês de Abib e celebra a Páscoa em honra do SENHOR, teu Deus, porque foi no mês de Abib que o SENHOR, teu Deus, te fez sair do Egipto, durante a noite. 2Imolarás ao SENHOR, teu Deus, em sacrifício pascal, gado miúdo e graúdo, no santuário que o SENHOR tiver escolhido para ali estabelecer o seu nome. 3Não comerás pão fermentado com essas vítimas. Durante sete dias, comerás com elas ázimos, o pão da aflição, porque foi à pressa que saíste do Egipto, para assim te recordares durante toda a tua vida do dia da tua partida. 4Que não se veja fermento algum em todo o teu território durante sete dias. Que não fique para o dia seguinte coisa alguma da carne imolada no sacrifício da tarde do primeiro dia.

5Não poderás imolar o cordeiro pascal em nenhuma das cidades que o SENHOR, teu Deus, te há-de dar, 6mas somente no santuário que o SENHOR, teu Deus, tiver escolhido para ali estabelecer o seu nome. Ali imolarás o sacrifício pascal, ao cair da tarde, depois do pôr-do-sol, à hora em que saíste do Egipto. 7Cozê-lo-ás e comê-lo-ás no lugar que o SENHOR, teu Deus, tiver escolhido. No dia seguinte, poderás regressar à tua tenda. 8Durante seis dias, comerás ázimos e no sétimo dia haverá uma liturgia solene em honra do SENHOR, teu Deus; nesse dia não farás trabalho algum.»

Continue reading

O que eu tenho dado ao meu Deus?

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,145-152
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 15

1«De sete em sete anos, cumprirás a lei do perdão das dívidas. 2Eis a explicação deste perdão: nenhum credor poderá exigir o empréstimo que tiver feito ao seu próximo. Não exercerá contra o seu próximo e contra o seu irmão violência alguma, quando for anunciada a remissão em honra do SENHOR. 3Ao estrangeiro poderás exigir, mas quanto às dívidas do teu irmão farás a remissão.

4Em verdade, não deve haver pobres entre vós, porque o SENHOR te abençoará na terra que Ele próprio te há-de dar em herança para a possuíres; 5mas só se ouvires a voz do SENHOR, teu Deus, para guardares e cumprires todos estes preceitos que eu hoje te ordeno. 6Então o SENHOR, teu Deus, te abençoará como prometeu: poderás emprestar a muitos povos, mas não terás necessidade de pedir emprestado; dominarás muitos povos, mas eles não te dominarão. Continue reading

“Sois filhos do Senhor vosso Deus”

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,137-144
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 14

1«Vós sois filhos do SENHOR, vosso Deus. Não fareis, pois, incisão alguma no vosso corpo, nem rapareis o cabelo entre os olhos, por um morto. 2Na verdade, vós sois um povo consagrado ao SENHOR, vosso Deus, que vos escolheu para si como um povo particular entre todos os povos da terra.

3Não comereis coisa alguma abominável. 4Estes são os animais que podereis comer: o boi, o cordeiro, a ovelha, a cabra, 5o veado, a corça, o gamo, o bode montês, o antílope e o búfalo. 6Podeis comer todos os quadrúpedes que tenham casco dividido em duas unhas distintas uma da outra e sejam ruminantes. 7Não comereis, porém, dos que ruminam mas não tenham a unha fendida, isto é, o camelo, a lebre, o coelho, porque ruminam, mas não têm a unha fendida. Estes serão impuros para vós. 😯 porco, porque tem a unha fendida, mas não rumina, será impuro para vós. Não comereis da carne destes animais nem tocareis no seu cadáver.

9De todos os animais que vivem na água, podereis comer todos os que têm barbatanas e escamas; 10mas não comereis o que não tiver barbatanas nem escamas; esses serão impuros para vós.

11Comereis qualquer ave pura. 12Estas são as que não comereis: a águia, o xofrango, o esmerilhão, 13o falcão e o abutre de qualquer variedade, 14toda a espécie de corvos, 15a avestruz, a andorinha, a gaivota e o gavião, segundo as suas espécies, 16a coruja, o mocho, o íbis, 17o pelicano, o corvo marinho, 18a cegonha, toda a variedade de garças, o faisão e o morcego. 19Qualquer insecto alado será impuro para vós; não o comereis. 20Podereis comer todas as aves puras.

21Não comereis nenhum animal morto. Dá-lo-eis a comer ao estrangeiro que residir dentro das portas da vossa cidade, ou vendê-lo-eis aos de fora, porque vós sois um povo consagrado ao SENHOR, vosso Deus. Não cozereis o cabrito no leite de sua mãe.»

22«Tirarás o dízimo de todo o fruto da sementeira que o teu campo produzir anualmente. 23Comê-lo-ás na presença do SENHOR, teu Deus, no santuário que Ele tiver escolhido para morada do seu nome; comerás ali o dízimo do teu trigo, do teu vinho, do teu azeite e os primogénitos do teu gado graúdo e miúdo, para te acostumares a honrar continuamente o SENHOR, teu Deus.

24Mas, se o caminho for demasiado longo para que possas transportar o teu dízimo – em virtude de estares muito distante do santuário escolhido pelo SENHOR, teu Deus, para morada do seu nome e porque o SENHOR, teu Deus, te cumulou de bens – 25convertê-lo-ás em dinheiro, levarás contigo o seu total e irás ao santuário escolhido pelo SENHOR, teu Deus. 26Comprarás com esse dinheiro tudo o que te agradar, gado graúdo ou miúdo, vinho, ou licores fortes, enfim, tudo o que te aprouver e comê-lo-ás na presença do SENHOR, teu Deus, alegrando-te com a tua família.

27Não deves esquecer o levita que estiver dentro dos muros da tua cidade, porque ele não tem parte nem herança como tu. 28Ao fim de três anos, tirarás o dízimo completo da colheita desse ano e depositá-lo-ás na tua cidade, 29para que o levita, que não tem parte nem herança contigo, o estrangeiro, o órfão e a viúva, que estão dentro dos muros da tua cidade, possam comer e ficar saciados. Assim, o SENHOR, teu Deus, abençoará todas as obras das tuas mãos.»

Continue reading

Os Falsos Profetas

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,129-136
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 13

1«Cumprireis todas as ordens que eu vos prescrevo, sem nada lhes acrescentar ou suprimir. 2Se no meio de vós aparecer um profeta ou um visionário, mostrando-te um sinal ou um prodígio; 3se se realizar o sinal ou prodígio que te anunciou e ele te disser: ‘Sigamos os deuses estrangeiros – que não conhecias – e adoremo-los’, 4não ouvirás as palavras desse profeta ou desse visionário, porque o SENHOR, vosso Deus, vos põe à prova para verificar se realmente o amais com todo o vosso coração e com toda a vossa alma.

5Seguireis ao SENHOR, vosso Deus, e a Ele haveis de temer; cumprireis os seus preceitos e não obedecereis senão à sua voz; a Ele prestareis culto e só a Ele servireis! 6Esse profeta ou esse visionário será condenado à morte, porque pregou a revolta contra o SENHOR, vosso Deus, que vos fez sair da terra do Egipto, que te resgatou da casa da servidão. Esse procura, assim, desviar-te do caminho que o SENHOR, teu Deus, te indicou para seguires por ele. Assim, extirparás o mal do meio de ti. Continue reading

A Lei de Cristo

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,121-128
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 12

1«Eis as leis e os preceitos que devereis pôr em prática na terra que o SENHOR, Deus de vossos pais, vos deu em propriedade; guardai-os todos os dias da vossa vida. 2Destruí todos os santuários em que os povos, por vós desalojados, tiverem prestado culto aos seus deuses, nos altos montes, nas colinas e debaixo das árvores frondosas. 3Derrubai os altares, quebrai os monumentos, queimai os bosques sagrados e abatei as imagens dos seus deuses; fazei desaparecer daquela terra a sua lembrança.

4Não procedereis com o SENHOR, vosso Deus, à maneira desses povos; 5só devereis ir invocar o SENHOR, vosso Deus, no lugar que Ele escolher entre todas as vossas tribos para aí firmar o seu nome e a sua morada. 6Apresentareis ali os vossos holocaustos, os vossos sacrifícios, os vossos dízimos, os tributos das vossas mãos, os vossos votos e as primícias do vosso gado graúdo e miúdo. 7Ali é que os consumireis diante do SENHOR, vosso Deus, e gozareis, vós e as vossas famílias, de todos os bens que as vossas mãos adquirirem com a bênção do SENHOR, vosso Deus. Continue reading

“Fostes vós que fizestes experiência!”

Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,113-120
Agora, leia com piedade, com atenção e um coração que escuta Dt 11

1«Amareis o SENHOR, vosso Deus, e observareis as suas ordens, preceitos, sentenças e leis, durante toda a vida. 2Reconhecereis hoje porque é que não falo aos vossos filhos, que não conheceram nem viram os ensinamentos do SENHOR, vosso Deus, a sua grandeza, a sua mão forte e o seu braço estendido; 3os sinais e as obras que realizou no Egipto contra o faraó, rei do Egipto e contra todo o seu reino; 4o que Ele fez ao exército egípcio, aos carros e à sua cavalaria quando vos perseguiam; como os submergiu nas águas do Mar dos Juncos; o SENHOR os fez desaparecer para sempre; 5o que Ele fez por vós no deserto, até chegardes a este lugar; 6o que fez a Datan e Abiram, filhos de Eliab, descendentes de Rúben, quando a terra, abrindo-se, os engoliu com as suas famílias, as suas tendas e todos os que se levantaram por eles no meio de todo o Israel. 7Os vossos olhos é que puderam ver todas as grandes obras que o SENHOR realizou.

8Guardareis, pois, todos os mandamentos que hoje vos ordeno, para serdes fortes e entrardes e tomardes posse da terra para onde caminhais, a fim de a possuir. 9Assim, prolongareis os dias na terra que o SENHOR jurou dar aos vossos pais e à sua descendência, terra onde corre leite e mel. Continue reading

« Older posts Newer posts »

© 2021 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑