Tag: consolo

Vinde a Mim!

Meditação para o Dia 01 de Junho

Um dia, Nosso Senhor, cheio de ternura e de compaixão pelos sofrimentos que nos acabrunham, abriu seus braços, num gesto de amor, e exclamou:

“Vinde a mim, vós que sofreis e estais sobrecarregados, e Eu vos aliviarei” (1)

Que bondade do coração de Jesus! Quer consolar-nos a aliviar-nos das amarguras da vida. E são tantas! Que nos há de consolar neste mundo?

“Os homens – diz Jó – são consoladores importunos. Só Nosso Senhor, só Ele,Bondade Infinita, Abismo insondável de misericórdia, pode aliviar-nos do peso quase insuportável dos sofrimentos da vida!”

Continue reading

O Sorriso da Virgem

Meditação para o Dia 13 de Maio

Aos 13 de maio, a florzinha delicada de Nossa Senhora, Santa Teresinha do Menino Jesus, foi agraciada pelo sorriso da Virgem. Uma doença estranha acabrunhava a pobre criança. O pai e as irmãs recorreram à Santíssima Virgem.

“E eu – escreve Teresinha – já não encontrando nenhum socorro neste mundo, quase a morrer de dor, voltara-me para minha Mãe do Céu, suplicando-Lhe que tivesse compaixão de sua filhinha. Animou-se de súbito a estátua (1).

A Virgem tomou um aspecto tão belo que nunca achei expressão para descrever essa formosura Divina. Ressumbravam do seu semblante uma doçura, uma bondade e ternura inefáveis, mas o que se me gravou nas profundezas da alma foi o seu sorriso arrebatador! Desvaneceram-se minhas mágoas, brotaram-se-me dos olhos duas grossas lágrimas, que me rolaram silenciosamente pela face. Ah! Eram lágrimas de alegria celeste e sem mistura! A Virgem Santíssima adiantou-se para mim! Sorriu-me!… Que ventura a minha!” (2)

Continue reading

Sorriso que Conforta

Meditação para o Dia 12 de Maio

“Na época em que se realizavam as aparições de Lourdes, conta o Conde de Broussard, eu me encontrava em Cauterets. Nenhuma crença tinha nessas aparições, nem acreditava na existência de Deus. Era um devasso e ateu declarado.

Lendo num jornal a notícia de que Bernadete tivera mais uma aparição, em 16 de junho, na qual a Virgem lhe sorria, tomei a resolução de ir a Lourdes para convencer a menina de que era uma embusteira.

Fui à casa dos Soubirous, onde encontrei Bernadete sentada à porta, cerzindo meias. Ela me parecia bastante vulgar, mas, nos traços do semblante sofredor, espalhava-se uma grande doçura. Continue reading

No Céu verei Maria!

Meditação para o Dia 11 de Maio

É a mais consoladora esperança. No Céu, lá na pátria bem-aventurada, onde não haverá mais luto, nem prantos, nem dores, nem enfermidades: lá onde a felicidade é eterna, verei Maria, minha Mãe, meu doce refúgio! Consoladora verdadeira! Oh! Tenhamos paciência no exílio. A vida passa tão depressa! Suportemos pacientemente as trevas desta noite, em péssima hospedaria, no dizer de Santa Teresa. Logo, no dia eterno e esplendoroso do Céu, veremos Nossa Senhora, a beleza e o encanto do Paraíso! Continue reading

Conforto para novos sofrimentos

Meditação para Dia 16 de Março

1. a)Então lhe apareceu um anjo do céu que o confortava“. É este o fruto da oração de Jesus. Sê fiel a Deus na provação. No auge da dor, quando mais o precisares, Deus te consolará.

b) Quanta humildade a de Jesus! Em sua infância e durante sua vida aceitou, como se deles precisasse, os serviços e os cuidados por parte dos homens; agora aceita a consolação dum anjo. Se o Criador se deixa consolar pela criatura, rejeitarás orgulhoso o conselho e o auxílio de teus semelhantes ou súditos? Fica sabendo que nesta vida ninguém é seu próprio condutor. Continue reading

Jesus triste até à morte

Meditação para Dia 13 de Março

1. a) Por excesso de amor Jesus sujeitou-se a sofrer tristeza e aflição mortais no monte das Oliveiras. Via diante de si todas as fases de sua paixão e morte, da qual se horrorizava sua natureza humana.

b) Mais ainda, oprimia-o o peso dos pecados cometidos desde Adão até ao fim do mundo; pecados de omissão, de pensamentos, de palavras e obras; pecados sem número. Viu também os teus. Sofreu excessiva dor, prevendo, na ingratidão humana, a causa do desaproveitamento dos frutos da sua paixão. Continue reading

A época da graça e do amor

Meditação para Dia 17 de Janeiro

1. Jesus é todo amor. No Sinai, entre relâmpagos e trovões, foi promulgada a lei do Altíssimo; em Belém, coros angélicos anunciaram a paz a todos que tem boa vontade. Na antiga lei, mesmo aos sacerdotes era vedado entrar no santuário interior; na nova, os pastores são convidados pelos próprios anjos a visitarem o Menino Deus. Na antiguidade, Jeová era Deus de majestade tremenda; no Novo Testamento, Jesus anda com os pecadores e convida:

“Vinde a mim vós todos, que andais carregados e aflitos, consolar-vos-ei”

Continue reading

Jesus no Santíssimo Sacramento, nosso Consolador

Vinde visitar a Jesus Sacramentado muitas vezes durante a semana

Venite ad me omnes, qui laboratis et onerati estis, et ego reficiam vos – “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt 11, 28)

Sumário. Enquanto vivermos sobre a terra, nunca nos faltarão angústias, tribulações e trabalhos; aliás ela não seria para nós um vale de lágrimas. Se, porém, quisermos sentir menos o peso das cruzes, amemos muito a Jesus, e habituemo-nos a recorrer frequentemente a Ele no seu Santíssimo Sacramento. Imaginemos vê-lo ali coroado de espinhos, coberto de chagas, aflito e chorando a ingratidão dos homens. Unamos as nossas lágrimas com as de Jesus. Oh, quanto é doce chorar com o nosso divino Consolador!
Continue reading

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑