Tag: cinzas

Pensamento da Morte

 Meditação para a Quarta-feira de Cinzas. Pensamento da Morte

Meditação para a Quarta-feira de Cinzas

SUMARIO

Consideraremos que a cerimônia da Cinza nos convida a santificar a Quaresma:

1.° Com a penitência e mortificação;

2.° Com o pensamento da morte.

— Tomaremos depois a resolução:

1.° De abraçarmos de boa vontade as mortificações próprias deste santo tempo, o jejum e a abstinência, com todas as tribulações que a Providência nos enviar;

2.° De nos excitarmos a fazer bem todas as coisas conforme a palavra cie São Bernardo:

“Se tivesses de morrer hoje}, farias isto ou aquilo?” – Si modo moriturus esses an hoc vei illud faceres?

Continue reading

A lembrança da morte e o jejum quaresmal

“Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar”

“Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar”

Tire o maior proveito desta Meditação seguindo os passos
para se fazer a Oração Mental proposta por Santo Afonso!

Meditação para Quarta-feira de Cinzas

Memento homo, quia pulvis es et in pulverem reverteris – “Lembra-te, ó homem, que és pó e em pó te hás de tornar” (Gn 3, 19)

Sumário. Os insensatos que não creem na vida futura estimulam-se com o pensamento da morte a passarem bem a vida. De maneira bem diferente devemos nós proceder, os que sabemos pela fé que a alma sobrevive ao corpo. Nós, lembrando-nos de que em breve temos que morrer, devemos cuidar da nossa eternidade e por meio de oração e penitência aplacar a justiça divina. É com este intuito que a Igreja, depois de por as cinzas sobre a cabeça, nos ordena o jejum da Quaresma. Continue reading

11 Coisas que todo católico deve saber sobre a Quarta-feira de Cinzas

Imposição das Cinzas

1. O que é a Quarta-feira de Cinzas?

É o primeiro dia da Quaresma, ou seja, dos 40 dias nos quais a Igreja Católica chama os fiéis a converter-se e a preparar-se verdadeiramente para viver os mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo durante a Semana Santa.

A Quarta-feira de Cinza é uma celebração que está no Missal Romano, o qual explica que no final da Missa, abençoam e impõem as cinzas obtidas da queima dos ramos usadas no Domingo de Ramos do ano anterior. Continue reading

© 2020 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑