Tag: ascese (page 2 of 2)

Para ser santo é preciso desejá-lo muito

Quem quiser ser santo, deve desprender-se das criaturas, vencer as paixões, vencer-se a si próprio, amar as cruzes e sofrer muito

Beati qui esuriunt et sitiunt iustitiam; quoniam ipsi saturabuntur – “Bem-aventurados os que têm fome e se de justiça; porque eles serão fartos” (Mt 5, 6)

Sumário. Quem quiser ser santo, deve desprender-se das criaturas, vencer as paixões, vencer-se a si próprio, amar as cruzes e sofrer muito. Ora, o santo desejo, ao passo que nos dá força para praticar tudo isso, torna-nos a pena mais leve. Pode-se dizer que já é quase vencedor quem possui um grande desejo de vencer. Irmão meu, lança um olhar sobre a tua alma, vê se tens grande desejo da perfeição, e roga a Jesus e Maria que o façam sempre mais crescer em ti.
Continue reading

A parábola dos operários e a recompensa divina

A Parábola dos Trabalhadores

Domingo da Septuagésima

Voca operarios et redde illis mercedem, incipiens a novissimis usque ad primus – “Chama os operários e paga-lhes o jornal, a começar dos últimos até os primeiros” (Mt 20, 8)

Sumário. A vinha do Senhor são as nossas almas; e Jesus Cristo, que é o grande Pai de família, nos chama em qualquer hora do dia e da maneira mais variada, para as cultivarmos. Irmão meu, examina-te sobre como até agora respondeste à voz de Deus. Se achares que foste negligente, recupera os anos perdidos, trabalhando com zelo dobrado, pensando que Deus mede a recompensa de seus servos, não tanto pelo tempo durante o qual, mas pelo modo como foi servido.
Continue reading

Amas-te?

Meditação para o Dia 09 de Julho

1. Ainda que não haja coisa mais natural do que amarem-se todos a si mesmos, contudo são poucos os que verdadeiramente se amam; pois, como quer bem a si aquele que aos bens eternos prefere os da terra? Como ama sua alma o desonesto, o usuário, o avarento, o maldizente, o egoísta? Os bens do mundo passam; nada, absolutamente nada poderás levar contigo à eternidade. Continuarás, pois, a apreciar, a aspirar excessivamente, o que poderá agenciar-te males eternos? Ouve a voz de Deus:

“Quem ama a iniquidade, aborrece a sua alma”

Continue reading

Que valem os Bens da Terra?

Meditação para o Dia 07 de Julho

1. Que pensas a respeito dos bens deste mundo? Tens talvez o coração a eles apegado desordenadamente? Examina-te, pois, até um apóstolo caiu nesta infelicidade que o levou ao suicídio. Bens terrenos, na opinião de alguns, às vezes compensam a falta de virtude e bondade; fazem crer no próprio poder, dispensando Deus e abrindo as portas a todos os vícios. A cobiça tem por consequência infidelidades e injustiças, dureza para com os pobres, avareza para consigo e outros e esquecimento do céu, de Deus e da eternidade. Continue reading

Qual tua Má Inclinação Predominante?

Meditação para o Dia 06 de Julho

1. Ainda que haja muitas inclinações e paixões no coração, é uma delas que procura dominar as outras. Qual será em ti essa inclinação predominante? Facilmente a conhecerás, se refletires bem. Quais sãos as faltas de que em todas as confissões tens de acusar-te? De que te deverias corrigir, se tivesses o salutar costume de um exame de consciência, feito com regularidade todas as noites? Que é o que mais ocupa os teus pensamentos? Que é que outros em ti censuram? Que é o que com vigor sempre novo se manifesta? Responde, e saberás qual o defeito que em ti predomina. Continue reading

Energia e Força de Vontade

Meditação para o Dia 05 de Julho

1. A vontade, como as demais forças da alma, é capaz de aperfeiçoamento. A vontade séria e verdadeira é tão rara! Falta o querer e mais ainda o perseverar, quando se trata de dificuldades na vida sobrenatural da alma. Até aqueles que são vencedores intrépidos no reino da técnica, das descobertas, das ciências, das artes, etc., às vezes não alcançam nem uma única vitória sobre o próprio coração e sobre as suas inclinações; talvez nem num mês, nem num ano inteiro. Heróis em outro plano, acovardam-se neste. Procedes de modo idêntico? Tens uma vontade séria quanto à tua salvação? Ou queres talvez reformar tudo, menos o próprio coração e o teu procedimento? Continue reading

Da Conformidade com a Vontade de Deus

Digamos com Jesus no Getsemani: Fiat Voluntas Tua...

Confira as importantes advertências de Santo Afonso para bem aproveitar esta obra!

CONSIDERAÇÃO XXXVI

Et vita in voluntate ejus. – “E a vida, em sua vontade” (Sl 29, 6)

PONTO I

Todo fundamento da saúde e da perfeição das nossas almas consiste no amor de Deus.

“Quem não ama está morto. A caridade é o vínculo da perfeição” (Jó 3,14; Cl 3,14)

Mas a perfeição do amor é a união da nossa própria vontade com a vontade divina; porque nisto se cifra — como disse o Areopagita — o principal efeito do amor, em unir de tal modo a vontade dos amantes, que não tenham mais que um só coração e um só querer. Portanto, as nossas obras, penitências, esmolas, comunhões, só agradam ao Senhor enquanto se conformam com sua divina vontade; de outra maneira não seriam virtuosas, mas viciosas e dignas de castigo.

Isto, particularmente, nos manifestou com seu exemplo o nosso Salvador, quando do céu desceu à terra. Isto, como ensina o Apóstolo, disse o Senhor ao entrar neste mundo:

“Vós, meu Pai, recusastes as vítimas oferecidas pelo homem e quereis que vos sacrifique a vida deste corpo que me destes. Cumpra-se vossa divina vontade” (Hb 10,57)

Continue reading

Newer posts »

© 2019 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑