São Judas Tadeu: sua Vida, Martírio e Culto, por Mons. Ascânido Brandão

Sua Vida, Martírio e Culto

por Mons. Ascânio Brandão

ÍNDICE
Aos leitores

CAPÍTULO I. Quem é São Judas?
O nome de São Judas
Parentesco com Jesus
Judas Apóstolo

CAPÍTULO II. São Judas no Evangelho
Na escola do Mestre Divino
São Judas no cenáculo
A traição anunciada
Instituição da Eucaristia
São Judas na Paixão de Cristo
Após a Ressurreição
Missão dos Apóstolos
São Judas na Ascensão do Senhor
A substituição de Judas Traidor
Vinda do Espírito Santo
O Credo dos Apóstolos
São Judas e Maria Santíssima

CAPÍTULO III. São Judas escritor Sagrado
A Epístola de São Judas
Cuidado com os hereges
Profecias sobre os hereges
Comentários (Introdução)
Exemplos e lições
Que são os hereges?
Advertências
Conclusão
O livro de Enoque
Duas epístolas semelhante

CAPÍTULO IV. São Judas pregador
São Judas em Mesopotâmia
São Judas em Edessa
Uma carta de Jesus
Encontro com Abgar
A cura miraculosa
São Judas salva um inocente da calúnia

CAPÍTULO V. São Judas Mártir de Cristo
São Judas Mártir
São Judas, os feiticeiros e encantadores
A grande disputa
As Serpentes
Uma narração do Martírio

CAPÍTULO VI. Culto e relíquias de São Judas
Relíquias
Na Basílica do Vaticano
Outras relíquias
Um documento
Na Alemanha
A devoção

CAPÍTULO VII. São Judas na Liturgia — Orações
O Santuário de São Judas Tadeu
Missa em honra de São Judas Tadeu
Oração dos Santos a São Judas Tadeu
Orações a São Judas Tadeu
O Santuário de São Judas Tadeu em São Paulo


Aos leitores

A devoção a São Judas Tadeu é hoje verdadeiramente impressionante em toda parte. Há um grande fervor e um entusiasmo sempre crescentes pelo Santo Apóstolo de Cristo. O povo o invoca e sente a proteção valiosa do Grande Taumaturgo. Há devoções que a Divina Providência reserva para certas épocas, embora sejam das mais antigas e tenham ficado esquecidas durante séculos muitas vezes. Não foi assim por exemplo com a devoção a São José até o século de Santa Teresa?

Mártires da Igreja primitiva como Santa Filomena e Santo Expedito só tiveram um culto fervoroso e fizeram prodígios e milagres nos últimos tempos. Desígnios da Providência! São Judas cujo nome lembrava sempre o do Traidor foi bem esquecido em alguns séculos. Diz-nos, todavia, a História que em épocas remotas, sobretudo na Idade Média, o Santo
Apóstolo foi muito invocado e o consideravam um Grande Taumaturgo.

Teve devotos e apóstolos fervorosos do seu culto como São Bernardo, Santa Gertrudes e outros. Hoje se revigora admiravelmente a devoção ao Grande Apóstolo de Cristo. Há uma grande curiosidade dos fiéis em torno da Vida e prodígios do Santo. E, infelizmente, há também grande confusão e ignorância em certas devoções supersticiosas sob o nome de devoção a São Judas.

Era mister uma Vida ou algo que viesse esclarecer os fiéis, e mostrar quem foi São Judas Tadeu.

Estas páginas se destinam a isto. Estudei os documentos que me puderam chegar às mãos. Percorri as páginas de muitos Flos Sanctorum e recorri há grande fonte erudita dos Bollandistas. Não quis fazer uma obra de rigorosa crítica e nem de erudição e longas discussões em torno de pontos históricos controvertidos e mil vezes discutidos, sem conclusão alguma. Evitei as controvérsias e longas discussões dos eruditos e sábios Bollandistas. Servi-me das opiniões mais seguras de alguns Santos Doutores e historiadores antigos, e aproveitei tudo quanto encontrei na História, nas tradições, e nas opiniões prováveis de bons escritores. Os Bollandistas distinguem São Judas Tadeu de São Tadeu, contra a opinião de São Jerônimo que não distingue dois Santos com este nome. Muitos autores e vários Flos Sanctorum contam indistintamente os fatos da vida de São Judas conhecidos pela Tradição e através de alguns antigos historiadores, sem distinguirem São Judas de São Tadeu. Ora, tomei o mais seguro partido que me pareceu o de São Jerônimo e de inúmeros autores abalizados, e fugi das discussões dos Bollandistas que me pareceram inúteis. Preferi ficar com São Jerônimo. Os Santos Apóstolos que viveram na intimidade de Cristo Nosso Senhor, merecem nossa devoção toda especial. A Igreja os celebra em sua Liturgia com toda pompa do seu rito. São Judas além de Apóstolo de Cristo, pertenceu à família Santa e privilegiada que deu ao mundo o Salvador. Mais um motivo para a nossa crença de que deve ter Ele grande poder junto de Deus no céu para nos socorrer.

Que estas páginas levem a muitas almas um aumento de fervor e um desejo de imitação na devoção a São Judas e esclareçam muitos espíritos.

Em São Paulo o templo Santuário de São Judas tornou-se um centro de edificante piedade e renovação espiritual. Sente-se ali a mão de Deus mostrando que quer a glorificação do Santo Apóstolo.

Estas páginas sirvam de estimulo aos devotos e esclareçam os que pela ignorância ainda se sentem confusos ante o nome de Judas que traz o Santo Apóstolo Taumaturgo.

O AUTOR