Categoria: Retiro Quaresmal (page 1 of 10)

É vivendo como irmãos que cumpriremos a lei de Cristo!

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXXI – quinta-feira da V semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 73-80:

73As tuas mãos me criaram e formaram;
dá-me inteligência para aprender os teus mandamentos.
74Ao verem-me, os teus fiéis hão-de alegrar-se,
porque assentei a minha esperança na tua palavra.
75SENHOR, eu sei que as tuas sentenças são justas
e que me castigaste para meu proveito.
76Que a tua bondade me sirva de conforto,
conforme o que prometeste ao teu servo.
77Mostra-me a tua misericórdia e viverei,
porque a tua lei faz as minhas delícias.
78Sejam confundidos os insolentes,
que injustamente me torturam,
a mim que medito nos teus preceitos.
79Unam-se a mim os que te obedecem
e conheçam os teus preceitos.
80Que o meu coração obedeça às tuas leis,
para não ter de que me envergonhar.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 6, 1-6:

1Irmãos, se porventura um homem for apanhado nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi essa pessoa com espírito de mansidão; e tu olha para ti próprio, não estejas também tu a ser tentado. 2Carregai as cargas uns dos outros e assim cumprireis plenamente a lei de Cristo. 3É que, se alguém julga ser alguma coisa, nada sendo, engana-se a si mesmo. 4Mas examine cada um a sua própria acção, e então o motivo de glória que encontrar, tê-lo-á em relação a si próprio e não em relação ao outro. 5Pois cada um terá de carregar o próprio fardo.

6Mas quem está a ser instruído na Palavra esteja em comunhão com aquele que o instrui, em todos os bens.

Continue reading

Devemos pautar a nossa vida pelo Espírito de Cristo

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXX – quarta-feira da V semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 65-72:

65Trataste com bondade o teu servo,
segundo a tua palavra, SENHOR.
66Dá-me sabedoria e conhecimento,
pois confio nos teus mandamentos.
67Antes de me teres humilhado, eu pecava;
mas, agora, cumpro a tua palavra.
68Tu és bom e generoso;
ensina-me as tuas leis.
69Os soberbos forjam mentiras contra mim,
mas eu cumpro as tuas instruções de todo o coração.
70O seu coração tornou-se insensível,
mas eu deleito-me na tua lei.
71Foi bom para mim ter sido castigado,
pois assim aprendi os teus decretos.
72Prezo mais a lei da tua boca
do que milhões em ouro e prata.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 5, 16-26:

16Mas eu digo-vos: caminhai no Espírito, e não realizareis os apetites carnais. 17Porque a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito, o que é contrário à carne; são, de facto, realidades que estão em conflito uma com a outra, de tal modo que aquilo que quereis, não o fazeis.

18Ora, se sois conduzidos pelo Espírito, não estais sob o domínio da Lei. 19Mas as obras da carne estão à vista. São estas: fornicação, impureza, devassidão, 20idolatria, feitiçaria, inimizades, contenda, ciúme, fúrias, ambições, discórdias, partidarismos, 21invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Sobre elas vos previno, como já preveni: os que praticarem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.

22Por seu lado, é este o fruto do Espírito: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, 23mansidão, auto-domínio. Contra tais coisas não há lei. 24Mas os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e desejos. 25Se vivemos no Espírito, sigamos também o Espírito. 26Não nos tornemos vaidosos, a provocar-nos uns aos outros, a ser invejosos uns dos outros.

Continue reading

A verdadeira liberdade nasce do amor de Cristo

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXIX – terça-feira da V semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 57-64:

57SENHOR, eu disse: «A herança que me toca
é pôr em prática as tuas ordens.»
58De todo o coração imploro:
tem piedade de mim, segundo a tua promessa!
59Reflecti sobre os meus caminhos
e voltei a obedecer aos teus preceitos.
60Apressei-me e não demorei
em cumprir os teus mandamentos.
61Cercaram-me os laços dos ímpios,
mas não me esqueci da tua lei.
62A meio da noite levanto-me para te louvar,
por causa das tuas justas sentenças.
63Sou amigo de todos os que te obedecem
e cumprem as tuas ordens.
64SENHOR, a terra está cheia da tua bondade;
ensina-me as tuas leis.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 5, 13-26:

13Irmãos, de facto, foi para a liberdade que vós fostes chamados. Só que não deveis deixar que essa liberdade se torne numa ocasião para os vossos apetites carnais. Pelo contrário: pelo amor, fazei-vos servos uns dos outros. 14É que toda a Lei se cumpre plenamente nesta única palavra:

Ama o teu próximo como a ti mesmo.
15Mas, se vos mordeis e devorais uns aos outros, cuidado, não sejais consumidos uns pelos outros.

16Mas eu digo-vos: caminhai no Espírito, e não realizareis os apetites carnais. 17Porque a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito, o que é contrário à carne; são, de facto, realidades que estão em conflito uma com a outra, de tal modo que aquilo que quereis, não o fazeis.

18Ora, se sois conduzidos pelo Espírito, não estais sob o domínio da Lei. 19Mas as obras da carne estão à vista. São estas: fornicação, impureza, devassidão, 20idolatria, feitiçaria, inimizades, contenda, ciúme, fúrias, ambições, discórdias, partidarismos, 21invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes a estas. Sobre elas vos previno, como já preveni: os que praticarem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.

22Por seu lado, é este o fruto do Espírito: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fidelidade, 23mansidão, auto-domínio. Contra tais coisas não há lei. 24Mas os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e desejos. 25Se vivemos no Espírito, sigamos também o Espírito. 26Não nos tornemos vaidosos, a provocar-nos uns aos outros, a ser invejosos uns dos outros.

Continue reading

Cristo Jesus é o único meio de acesso ao Pai

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXVIII – segunda-feira da V semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 49-56:

49Lembra-te da palavra que deste ao teu servo,
pois nela me fizeste colocar a minha esperança.
50É esta a consolação na minha angústia:
que a tua palavra me dê vida!
51Os soberbos zombaram de mim,
mas não me afastei da tua lei.
52Recordo-me dos teus decretos de outrora;
neles encontro consolação, ó SENHOR.
53Fico indignado à vista dos ímpios,
que rejeitam a tua lei.
54Os teus preceitos são o motivo dos meus cânticos
na terra do meu peregrinar.
55Durante a noite lembro-me do teu nome, SENHOR,
e penso muito na tua lei.
56Só isto conta para mim:
obedecer às tuas instruções!

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 5, 1-12:

1Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes, e não vos sujeiteis outra vez ao jugo da escravidão.

2Reparai, sou eu, Paulo, que vo-lo digo: se vos circuncidardes, Cristo de nada vos servirá. 3Uma vez mais o atesto a todo o homem que se circuncida: fica obrigado a cumprir toda a Lei. 4Tornastes-vos uns estranhos para Cristo, vós os que pretendeis ser justificados pela Lei; abandonastes a graça. 5Porque nós, é em virtude da fé, pelo Espírito, que aguardamos a justiça que esperamos. 6Pois, em Cristo, nem a circuncisão vale alguma coisa, nem a incircuncisão, mas sim a fé que actua pelo amor.

7Corríeis bem. Quem foi que vos deteve, impedindo-vos de obedecer à verdade? 8Uma persuasão assim não vem daquele que vos chama. 9Um pouco de fermento faz fermentar toda a massa. 10Eu, a respeito de vós, tenho confiança no Senhor, de que de maneira nenhuma ireis pensar de outro modo. Mas quem vos perturba sofrerá a condenação, seja ele quem for. 11Quanto a mim, irmãos, se eu ainda prego a circuncisão, porque sou ainda perseguido? 12Acabou-se, portanto, o escândalo da cruz. Aqueles que vos inquietam, o que eles deviam era castrar-se.

Continue reading

Homilia para o V Domingo da Quaresma – Ano C

Dom Henrique Soares da Costa

Por Dom Henrique Soares da Costa

Is 43,16-21
Sl 125
Fl 3,8-14
Jo 8,1-11

Vai-se intensificando a preparação para o Tríduo Sacro que nos faz celebrar a Santa Páscoa. Desde a segunda-feira passada, as leituras do Evangelho de João apresentam-nos Cristo em tensão com os judeus, tensão que culminará com Sua Morte. Hoje, a liturgia permite que cubramos as imagens de roxo ou branco, exprimindo o jejum dos nossos olhos: a necessidade de purificar o olhar de nosso coração, para irmos direto ao essencial:

“a caridade, que levou o Filho a entregar-se à morte no Seu amor pelo mundo” (Oração da Coleta)

A partir de amanhã, segunda-feira, este clima de preparação para o mistério pascal intensifica-se ainda mais com o Prefácio da Paixão, rezado em cada Missa. Continue reading

A liberdade para a qual Cristo nos libertou

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXVII – sábado da IV semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 41-48:

41Desça sobre mim, SENHOR, a tua bondade;
salva-me, segundo a tua promessa!
42Darei, então, resposta aos que me insultam,
porque confio na tua palavra.
43Não me tires da boca a palavra da verdade,
porque pus a minha esperança nas tuas sentenças.
44Assim, cumprirei continuamente a tua lei,
para todo o sempre.
45Andarei seguro no meu caminho,
porque busquei as tuas instruções.
46Diante dos reis falarei dos teus preceitos
e ninguém me há-de envergonhar.
47Deleito-me nos teus mandamentos,
que muito amo.
48Levanto as mãos para os teus mandamentos
e meditarei nas tuas leis.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 5, 1-12:

1Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes, e não vos sujeiteis outra vez ao jugo da escravidão.

2Reparai, sou eu, Paulo, que vo-lo digo: se vos circuncidardes, Cristo de nada vos servirá. 3Uma vez mais o atesto a todo o homem que se circuncida: fica obrigado a cumprir toda a Lei. 4Tornastes-vos uns estranhos para Cristo, vós os que pretendeis ser justificados pela Lei; abandonastes a graça. 5Porque nós, é em virtude da fé, pelo Espírito, que aguardamos a justiça que esperamos. 6Pois, em Cristo, nem a circuncisão vale alguma coisa, nem a incircuncisão, mas sim a fé que actua pelo amor.

7Corríeis bem. Quem foi que vos deteve, impedindo-vos de obedecer à verdade? 8Uma persuasão assim não vem daquele que vos chama. 9Um pouco de fermento faz fermentar toda a massa. 10Eu, a respeito de vós, tenho confiança no Senhor, de que de maneira nenhuma ireis pensar de outro modo. Mas quem vos perturba sofrerá a condenação, seja ele quem for. 11Quanto a mim, irmãos, se eu ainda prego a circuncisão, porque sou ainda perseguido? 12Acabou-se, portanto, o escândalo da cruz. Aqueles que vos inquietam, o que eles deviam era castrar-se.

Continue reading

“Vós, irmãos, como Isaac, sois filhos da Promessa!”

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXVI – sexta-feira da IV semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 33-40:

33Ensina-me, SENHOR, o caminho das tuas leis
e eu hei-de cumpri-las com fidelidade.
34Dá-me entendimento para cumprir a tua lei;
hei-de obedecer-lhe de todo o coração.
35Conduz-me pela senda dos teus mandamentos,
porque neles estão as minhas delícias.
36Inclina o meu coração para as tuas ordens,
e não para a cobiça.
37Desvia os meus olhos dos deuses vãos;
faz-me viver nos teus caminhos.
38Confirma ao teu servo a tua promessa
destinada aos que te obedecem.
39Afasta de mim a afronta, que eu temo,
pois são agradáveis os teus decretos.
40Vê como tenho desejado os teus preceitos;
faz-me viver segundo a tua justiça.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 4, 21-31:

21Dizei-me, vós que quereis estar sob o domínio da Lei: afinal não dais ouvidos à Lei? 22Com efeito, está escrito que Abraão teve dois filhos: um da escrava e outro da mulher livre. 23Mas, enquanto o da escrava foi gerado segundo a carne, o da mulher livre foi gerado por causa da promessa.

24Isto está dito em alegoria; pois elas representam duas alianças: uma, a do monte Sinai, foi a que gerou para a escravidão; essa é Agar. 25Ora, Agar é o nome dado, na Arábia, ao monte Sinai, e corresponde à Jerusalém actual, já que se encontra sob a escravidão, juntamente com os seus filhos. 26Mas a Jerusalém do alto é livre; essa é a nossa mãe, 27pois está escrito:

Alegra-te, ó estéril, que não dás à luz;
rejubila e grita, tu que não sentes as dores de parto;
pois são muitos os filhos da abandonada,
mais do que os daquela que tem marido!
28E vós, irmãos, à semelhança de Isaac, sois filhos da promessa. 29Só que, como então o que foi gerado segundo a carne perseguia o que o foi segundo o Espírito, assim também agora. 30Mas que diz a Escritura?

Expulsa a escrava e o seu filho, porque o filho da escrava não poderá herdar juntamente com o filho da mulher livre. 31Por isso, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da mulher livre.

Continue reading

É por causa de Cristo, é em Cristo, é com Cristo!

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXV – quinta-feira da IV semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 25-32:

25A minha alma está prostrada por terra;
dá-me vida segundo a tua palavra.
26Expus-te os meus caminhos e Tu me respondeste;
ensina-me as tuas leis.
27Faz-me compreender o caminho dos teus preceitos
para meditar nas tuas maravilhas.
28A minha alma chora de tristeza;
reconforta-me, segundo a tua palavra.
29Afasta-me dos caminhos da mentira;
concede-me a graça da tua lei.
30Escolhi o caminho da verdade
e preferi as tuas sentenças.
31Abraço as tuas ordens;
não permitas, SENHOR, que seja confundido.
32Correrei pelo caminho dos teus mandamentos,
porque deste largas ao meu coração.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 4, 12-20:

12Isto vos peço, irmãos: sede como eu, pois também eu me tornei como vós. Em nada me ofendestes. 13Mas sabeis que foi por causa de uma doença corporal que vos anunciei o Evangelho pela primeira vez. 14Embora o meu corpo fosse para vós uma provação, não reagistes com desprezo nem nojo. Pelo contrário: recebestes-me como um anjo de Deus, como a Cristo Jesus.

15Onde estava, pois, a vossa felicidade? Sim, disto eu sou testemunha a vosso favor: se tivesse sido possível, teríeis arrancado os vossos olhos para mos dar.

16Tornei-me então vosso inimigo, ao dizer-vos a verdade? 17Não é por bem que eles andam a interessar-se por vós. Pelo contrário: o que querem é separar-vos de mim, para que vos interesseis por eles. 18Bom é, sim, que vos interesseis sempre pelo bem, e não apenas quando estou convosco.

19Meus filhos, por quem sinto outra vez dores de parto, até que Cristo se forme entre vós! 20Sim, como desejaria estar agora convosco e mudar o tom da minha voz! É que eu estou perplexo a vosso respeito.

Continue reading

“Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura!”

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXIV – quarta-feira da IV semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 17-24:

17Concede ao teu servo uma longa vida
e eu cumprirei as tuas palavras.
18Abre os meus olhos
para que eu veja as maravilhas da tua lei.
19Sou um peregrino nesta terra;
não me escondas os teus mandamentos.
20A minha alma suspira sem cessar,
desejando conhecer os teus juízos.
21Tu repreendes os soberbos;
amaldiçoas os que se afastam dos teus mandamentos.
22Livra-me dos seus insultos e desprezos,
porque tenho cumprido os teus preceitos.
23Ainda que os grandes conspirem contra mim,
o teu servo meditará nas tuas leis.
24Os teus preceitos são as minhas delícias;
são eles os meus conselheiros.

Leitura da Epístola de São Paulo aos Gálatas 4, 8-11:

8Mas outrora, quando não conhecíeis a Deus, servistes os deuses que, na realidade, o não são. 9Agora, porém, tendo conhecido a Deus, ou melhor, sendo conhecidos por Deus, como é possível que vos convertais outra vez aos elementos fracos e pobres, querendo novamente ser escravos deles?

10Observais os dias e os meses, as estações e os anos! 11Temo, a vosso respeito, que afinal tenha sido em vão o trabalho que suportei por vós.

Continue reading

“Enviou Deus o Seu Filho!”

Dom Henrique Soares da Costa

Meditação XXIII – terça-feira da IV semana da Quaresma

Por Dom Henrique Soares da Costa

Reze o Salmo 118/119, 9-16:

9Como poderá um jovem manter puro o seu caminho?
Só guardando as tuas palavras.
10Eu procuro-te com todo o coração;
não deixes que me afaste dos teus mandamentos.
11Guardo no meu coração as tuas promessas,
para não pecar contra ti.
12Bendito sejas, SENHOR!
Ensina-me as tuas leis.
13Anuncio com os meus lábios
todos os decretos da tua boca.
14Alegro-me mais em seguir as tuas ordens,
do que em possuir qualquer riqueza.
15Meditarei nos teus preceitos
e prestarei atenção aos teus caminhos.
16Hei-de alegrar-me com as tuas leis;
não esquecerei as tuas palavras.

Retornemos ao texto que estávamos meditando. Leia Gl 4, 1-7:

1Mas eu digo-vos: durante todo o tempo em que o herdeiro é criança, em nada difere de um escravo, apesar de ser senhor de tudo. 2Pelo contrário, está sob o domínio de tutores e administradores, até ao dia fixado pelo seu pai. 3Assim também nós, quando éramos crianças, estávamos sob o domínio dos elementos do mundo, a eles sujeitos como escravos.

4Mas, quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sob o domínio da Lei, 5para resgatar os que se encontravam sob o domínio da Lei, a fim de recebermos a adopção de filhos. 6E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito do seu Filho, que clama: “Abbá! – Pai!” 7Deste modo, já não és escravo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro, por graça de Deus.

Continue reading

« Older posts

© 2019 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑