O pecador não quer obedecer a Deus

O pecador não quer obedecer a Deus

A saeculo confregisti iugum meum, rupisti vincula mea, et dixisti: non serviam – “Quebraste desde o princípio o meu jugo, rompeste os meus laços, e disseste: não servirei” (Jr 2, 20)

Sumário. Grande Deus! Todas as criaturas obedecem a Deus, como a seu supremo Senhor; os céus, a terra, o mar, os elementos obedecem-lhe de pronto ao menor sinal. E o homem, mais amado e privilegiado de Deus do que todas essas criaturas, não quer obedecer-lhe, e cada vez que peca, diz por suas obras com inaudita temeridade a Deus: Senhor, não Vos quero servir ― Confregisti iugum meum, dixisti: non serviam. Irmão meu, é isso o que tu também fizeste, se tiveste a desgraça de pecar.
Continue a ler

A Casa de Deus

Meditação para o Dia 23 de Agosto

1. A casa de Deus é uma casa de oração. O Infinito, em sua extrema bondade, escolheu um lugar na terra, onde pode ser visitado, adorado e rogado. Este lugar deve ser respeitado, sendo indispensável o recolhimento externo e interno. Teu proceder deve ser baseado no pensamento: Quem é Deus? Quem sou eu?

Tudo na igreja deve lembrar-te de Deus; o Crucifixo – falando da paixão e morte de Jesus; as Imagens – recordando as virtudes dos santos; o Confessionário – teus pecados e a misericórdia de Deus; o Altar – o preço da tua salvação; o Tabernáculo e a Mesa da Comunhão – o Sacramento do Amor. Continue a ler

Comemoração da agonia e oração de Jesus no Horto

Agonia e oração de Jesus no Horto

Et factus in agonia prolixius orabat – “E, posto em agonia, orava (Jesus) com maior instância” (Lc 22, 43)

Sumário. Imaginemos ver a Jesus, que, pela previsão dos tormentos e ignomínias que o esperavam, e muito mais da ingratidão com que os homens lhe haviam de pagar, cai em agonia no Horto e sua sangue; mas nem assim deixa de rogar a seu eterno Pai. É este o exemplo que devemos seguir, quando nos achamos em aflição e desolação. Unamos então as nossas penas às de Jesus; mas não deixemos de orar e de repetir com Ele: Pai, seja feita a vossa vontade.
Continue a ler

Valor da Santa Missa

Meditação para o Dia 22 de Agosto

1. A santa missa é indubitavelmente a mais excelente das orações. Nela é o próprio Jesus que reza, encarregando-se das tuas petições e apoiando-as com Seus méritos infinitos. Apresenta-se ao Pai como suplicante e vítima; faz falar por ti todo o seu sofrimento, durante 33 anos, todas as suas chagas e todo o seu sangue. Pela santa missa tornas-te infinitamente rico, dando a Deus mais do que lhe pedes; pois lhe dás o Filho amado, enquanto pode suas graças. Continue a ler

Para ser santo é preciso desejá-lo muito

Quem quiser ser santo, deve desprender-se das criaturas, vencer as paixões, vencer-se a si próprio, amar as cruzes e sofrer muito

Beati qui esuriunt et sitiunt iustitiam; quoniam ipsi saturabuntur – “Bem-aventurados os que têm fome e se de justiça; porque eles serão fartos” (Mt 5, 6)

Sumário. Quem quiser ser santo, deve desprender-se das criaturas, vencer as paixões, vencer-se a si próprio, amar as cruzes e sofrer muito. Ora, o santo desejo, ao passo que nos dá força para praticar tudo isso, torna-nos a pena mais leve. Pode-se dizer que já é quase vencedor quem possui um grande desejo de vencer. Irmão meu, lança um olhar sobre a tua alma, vê se tens grande desejo da perfeição, e roga a Jesus e Maria que o façam sempre mais crescer em ti.
Continue a ler

A parábola dos operários e a recompensa divina

A Parábola dos Trabalhadores

Domingo da Septuagésima

Voca operarios et redde illis mercedem, incipiens a novissimis usque ad primus – “Chama os operários e paga-lhes o jornal, a começar dos últimos até os primeiros” (Mt 20, 8)

Sumário. A vinha do Senhor são as nossas almas; e Jesus Cristo, que é o grande Pai de família, nos chama em qualquer hora do dia e da maneira mais variada, para as cultivarmos. Irmão meu, examina-te sobre como até agora respondeste à voz de Deus. Se achares que foste negligente, recupera os anos perdidos, trabalhando com zelo dobrado, pensando que Deus mede a recompensa de seus servos, não tanto pelo tempo durante o qual, mas pelo modo como foi servido.
Continue a ler

A Missa Quotidiana

Meditação para o Dia 21 de Agosto

1. Não há lei eclesiástica que obrigue a assistir à missa, senão aos domingos e dias santos; todavia, não haverá responsabilidade alguma deixando de assisti-la nos dias úteis, quando é fácil? Não será um menosprezo deste altíssimo mistério de amor? O sacrifício é oferecido por todos os fiéis, pelo que todos dele aproveitam; só os assistentes, porém, colhem os frutos especiais, de eterno valor. Cego, louco e caprichoso que és, renunciando a um tesouro que tão facilmente podes ter! Como te envergonham os primeiros cristãos e os neo-conversos! Como te arrependerás no termo da tua viagem por este mundo! Continue a ler

Meditação para a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora

Dom Henrique Soares da Costa
Por Dom Henrique Soares da Costa

Hoje celebramos a maior de todas as solenidades da Mãe de Deus: a sua Assunção gloriosa ao Céu.

A oração inicial da Missa hodierna pediu:

“Deus eterno e todo-poderoso, que elevastes à glória do Céu em corpo e alma a imaculada Virgem Maria, Mãe do Vosso Filho, dai-nos viver atentos às coisas do Alto, a fim de participarmos da sua glória”

A Liturgia da Igreja, sempre tão sábia e tão sóbria, resumiu aqui o essencial desta solenidade santíssima. Com efeito, Deus elevou à glória do Céu em corpo e alma a imaculada Virgem Maria! Ela, uma simples criatura, ela, tão pequena, tão humilde, foi eleva a Deus, ao Céu, à plenitude em todo o seu ser, corpo e alma!

Como isso é possível? Não é a morte o destino comum e final de tudo quanto vive? Isso dizem os pagãos, isso dizem os descrentes, os sábios segundo o mundo, aqueles que não têm esperança em Cristo Jesus, os que se conformam com a morte…
Mas, nós, nós sabemos que não é assim! Nosso destino é a Vida, nosso ponto final é a Glória no Coração de Deus: glória no corpo, glória na alma, glória em tudo que somos! Foi isso que Deus nos preparou por meio de Cristo Jesus, nosso Senhor – bendito seja Ele para sempre!
Continue a ler

Santa Manhã – Santa Noite

Meditação para o Dia 20 de Agosto

1. Dai a Deus as primícias do vosso dia – diz São João Clímaco – porque este será todo daquele que o ocupar primeiro“. Não permitas que pensamentos mundanos, embora lícitos, entrem antes de Deus em teu coração. Não foi o repouso um benefício de Deus? Não é uma graça o dia que te concede, enquanto muitos outros faleceram durante a noite? Inicia todos os dias com uma vitória sobre a própria comodidade; saúda teu Criador com cordiais orações; agradece-Lhe, pede-O, renova teus bons propósitos e a boa intenção. Continue a ler

Vantagens da Boa Intenção

Meditação para o Dia 19 de Agosto

1. A boa intenção, como que uma varinha mágica, transforma as ações mais simples e insignificantes em gemas preciosas. Ela é para a ação o que é o alicerce para o edifício, a raiz para a árvore, a alma para o corpo. Sem o alicerce, o edifício cai por terra; sem a raiz, a árvore seca; se, a alma, o corpo não é mais que um cadáver. Sucede o mesmo com a boa intenção. Além de alcançar méritos, a boa intenção influi para que seja bem feita a ação toda. Ela ainda facilita a posse do céu, por tornar meritórias as mais ordinárias ações, tais como descansar, dormir, comer, etc. Continue a ler

« Older posts

© 2017 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑