Tag: misericórdia (page 1 of 7)

O Braço da Misericórdia

Meditação para o Dia 14 de Abril

Conta-se, na vida prodigiosa de Santa Catarina de Racconigi, da Ordem Terceira de São Domingos, morta em 1547, que a Santa vira Nosso Senhor de tal modo crucificado, que um braço estava mais longo do que o outro. Jesus lhe disse então que o braço mais curto representava a Sua Justiça e o mais longo a Sua Misericórdia.

“Eles são iguais, minha filha, disse o Crucificado – mas neste século corrompido, a misericórdia se estende mais do que a justiça”

Continue reading

O Escultor Divino

Meditação para o Dia 13 de Abril

Para construir a Jerusalém celeste, quer o Senhor, pedras bem talhadas, obras-primas de arte e estátuas belas e vivas de amor. E Ele, o Divino Escultor, é quem prepara, talha e aperfeiçoa, com o cinzel das criaturas, as pedras vivas da Pátria celeste. O escultor, ante o bloco de mármore, sente palpitar a chama do seu ideal de artista. E bate, corta, desbasta, até que apareça aos seus olhos a estátua que idealizou. Assim faz Nosso Senhor conosco. Somos pedras vivas, destinadas à construção da Jerusalém celeste. Continue reading

Tem paciência Contigo!

Meditação para o Dia 10 de Abril

É preciso que tenhamos muita paciência conosco e ainda mais do que com outros. Somos, às vezes, insuportáveis a nós mesmos. Tanta miséria, quedas repetidas, defeitos incorrigíveis, fraquezas vergonhosas, covardia, desânimos, pecados sobre pecados! Oh! Que desolação! Não nos perturbemos. Calma e paciência. Quanto mais perturbação tanto pior. É orgulho não nos conformarmos com a nossa fraqueza e a nossa miséria. Às vezes é mais fácil termos paciência com os outros do que conosco. Com a natureza rebelde, atrevida, grosseira que possuímos, perdemos a calma! Continue reading

Cego de Misericórdia

Meditação para o Dia 08 de Abril

Estará Nosso Senhor descontente com as nossas misérias? E com os nossos defeitos? São inquirições angustiosas de certas almas que desejam amar a Nosso Senhor e se sentem fracas e desconfiadas. A uma pergunta destas, respondeu Santa Teresinha a uma de suas noviças:

“Sossegue. O Esposo que escolheu possui, certamente, todas as perfeições imagináveis, mas – se assim me é permitido falar – tem, ao mesmo tempo, dois grandes defeitos: é cego e ignora a ciência do cálculo. Essas falhas que seriam lastimáveis num esposo terreno, tornam infinitamente mais belo e amável o nosso Esposo celeste. Continue reading

Um Beijo de Misericórdia e Amor

Meditação para o Dia 07 de Abril

Um dia – conta a Irmã Benigna Consolata – eu pus ao lado da folha de papel em que escrevia uma estatueta do Menino Jesus. Um pequeno movimento que fiz a derrubou. Levantei-a do chão, sem demora, e dei um beijo em Nosso Senhor, dizendo: “Se não tivesses caído, não terias este beijo”. Ele respondeu: “É assim, minha Benigna, quando cometes uma falta involuntária. Não me ofendes, mas o ato da humildade e de amor que fazes depois, é o beijo que me dás, e eu não o teria recebido se não tivesses cometido essa imperfeição”. (1)

Continue reading

Se Não Tivesse Caído…

Meditação para o Dia 06 de Abril

Se caímos numa falta, devemos levantar-nos depressa, correr a Nosso Senhor e pedir-Lhe perdão, cheios de confiança. Não custa o perdão desde que nosso arrependimento seja bem humilde, sincero e firme o nosso propósito de emenda. Oh! Se compreendêssemos o Coração de Jesus! É todo misericórdia, doçura e perdão!

Ah! – dizia Santa Teresinha – Como a misericórdia e a bondade do Coração de Jesus são pouco conhecidas! (1)

Continue reading

Vantagens de Minhas Misérias

Meditação para o Dia 05 de Abril

Uma das artes mais belas é a de aproveitar as nossas misérias para o nosso progresso espiritual, assim como se aproveita o esterco, nos jardins, para florescimento das rosas e açucenas de esquisito e delicado perfume. Quanto mais fracos e miseráveis nos sentimos, tanto mais nos regozijemos, porque nossas caras misérias, como dizia uma alma santa, fazem-nos humildes, desconfiados de nós próprios, matam nossa suficiência e, por isso mesmo, unem-nos mais a Nosso Senhor, se, num gesto de amor e arrependimento, voltamo-nos logo para Ele. Continue reading

Um Milhão de Experiências

Meditação para o Dia 31 de Março

Caímos tantas vezes! Senhor, quanta miséria! Por que nos admirarmos de ser a enfermidade enferma, a fraqueza fraca, a miséria miserável? Que somos diante de Deus, que é o Divino Forte, senão fraqueza? Paciência! Nossa miséria é uma doença que não tem cura neste mundo. Nosso Senhor quer a nossa vontade. Ele faz o resto! A santidade não é obra de um dia. Enquanto não tocarmos a nossa miséria com o dedo e não nos convencermos do nada que somos, ainda nos resta muito a caminhar. Continue reading

Minhas Misérias

Meditação para o Dia 30 de Março

São Paulo tem uma palavra consoladora em relação à nossa miséria:

Diligentibus Deum, omnia cooperanturin bonum – “Aos que amam a Deus, tudo coopera para o bem”

E Santo Agostinho acrescenta:

Etiam peccata – “Até os pecados”

Sim, porque os pecados nos humilham e nossas misérias nos obrigam a tocar o fundo de nossa abjeção e desconfiar de nós. Continue reading

O “Rádium”

Meditação para o Dia 21 de Março

Para o “câncer” a medicina emprega com efeitos maravilhosos, em muitos casos, o “rádium”. Expor a úlcera ao “rádium” é soberano remédio. Na vida espiritual há um “câncer” terrível e perigoso: a impureza. Parece incurável e, se não há cuidado em tratá-lo, deita raízes, envenena toda a alma, arrasta-a ao abismo e à morte. Que fazer quando a ferida perigosa está minando o organismo? Procurar sem demora um bom médico e um instituto de “rádium”. O bom médico, no caso da impureza espiritual, é Nosso Senhor, Médico Divino de nossas almas. A sua Misericórdia Infinita é o “Rádium”, Soberano, que tudo cura. Vamos ao Instituto de “Rádium” que se encontra em toda parte e nada custa: a capela, onde se acha Nosso Senhor Sacramentado, a Hóstia Imaculada da Santa Comunhão. Continue reading

Older posts

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑