Tag: graça

Meditação sobre o Fim do Homem

Garotinha rezando, por Roberto Ferruzzi

Garotinha rezando, por Roberto Ferruzzi

Capítulo X

PREPARAÇÃO

1. Põe-te na presença de Deus.
2. Pede a Deus que te inspire.

CONSIDERAÇÃO

1. Não foi por nenhum motivo de interesse que Deus nos criou, pois nós Lhe somos absolutamente inúteis; foi unicamente para nos fazer bem, em nos facultando, com Sua graça, participar de Sua glória; e foi por isso, Filotéia, que Ele te deu tudo o que tens: o entendimento, para O conheceres e adorares; a memória, para te lembrares dEle; a vontade, para O amares; a imaginação, para te representares os Seus benefícios; os olhos, para admirares as Suas obras; a língua, para O louvares, e assim as demais potências e faculdades. Continue reading

O Mistério da Anunciação

Meditação para o Dia 12 de Dezembro

1. a) Eu te saúdo, cheia de graça, o Senhor é contigo“. O anjo não falou de si, mas louvou a outrem. Reconheces, de bom grado, os méritos dos outros? Quanto a ti, fala, como o anjo, não de teus méritos, saber, virtude, etc., e sim daquilo que possa ser útil a tua alma. Deves visar em tudo a glória de Deus, o bem de tua alma e da do próximo.

b) Cheia de graça, o Senhor é contigo“. A graça é a única coisa que tem valor aos olhos de Deus. E está ela em tua alma, ou acha-se esta cheia de imperfeições e pecados? Continue reading

Não Adiar a Conversão!

Meditação para o Dia 18 de Maio

1. Que te impede de voltar todo inteiro a Deus? Será o medo de novas obrigações? A leviandade? Queres adiar a cura até que a chaga se torne mais perigosa? Cada pecado agrava o teu estado, aumenta as tristes consequências, enfraquece ainda mais a tua vontade e aperta a corrente que te prende ao mundo e a Satanás. Querendo, podes. Deus o quer, em todo momento. Preferirás mostrar a Ele negra ingratidão e expor-te a gravíssimos perigos?

2. Em que confias? Teu leito de morte pode ser a cadeira ou o banco em que estás assentado, o assoalho ou o caminho em que andas, a cama em que te deitas, a rua pela qual passas. Que coisa é mais incerta do que a morte? que é mais incerto do que a hora, o lugar e o modo desta morte? Uns 100.000 homens, dia por dia, passam da terra para a eternidade. Um dia farás parte deste número. És forte, sadio, moço? Jovens e robustos acham-se entre esses 100.000. Tem sempre azeite em tua lâmpada, isto é, está na graça de Deus, para que o divino Esposo não te exclua de seu reino. Quanto mais tempo já passou, sem utilidade para tua vida futura, mais te deves esforçar. É incerta a data do dia das contas finais.

Voltar para o Índice de Meditações Diárias do Frei Pedro Sinzig

(Sinzig, Frei Pedro. Breves Meditações para todos os Dias do Ano. 8ª Ed. Editora Vozes, 1944, p. 153)

A fraqueza humana

Meditação para Dia 12 de Março

1. “Serei para todos vós uma ocasião de escândalo nesta noite”. Jesus predisse que os apóstolos não perseverariam na fidelidade. Uma coisa é pensar no perigo, na perseguição e na morte, outra é vê-la presente. Mil vezes fizeste o propósito de não ofender a Deus, por mais que te custasse, e, entretanto, por tão pouco caíste. Vive, pois, em santo temor; não confies nas próprias forças e em tua firme vontade, mas na graça de Deus. Humilha-te, sobretudo na confissão, em face dos pecados cometidos; aliás não deixes de agradecer a Deus, que te preservou de faltas ainda mais numerosas e mais graves. Continue reading

Zelo d’almas

Meditação para Dia 10 de Janeiro

1. a) Além dos acidentes da penosa viagem e longa ausência, os Magos arriscaram sua fama de sábios e prudentes, quando seguiram a estrela muda e inanimada. Os primeiros representantes do paganismo tiveram de fazer sacrifícios pela graça da vocação que tu recebeste gratuitamente. Corresponde tua gratidão à grandeza do benefício?

b) Os Magos cooperam com a graça; Herodes, obstinado, a despreza. Os sacramentos e as graças da mesma Igreja a uns salvam, a outros aumentam a responsabilidade. De que lado estás tu? Continue reading

Do bem inefável que é a graça divina e do grande mal que é a inimizade com Deus

"Caríssimos, não descuidemos de nossa salvação. Sabei que se alguém se entrega a Deus de todo o coração, Deus tem piedade dele e lhe concede o Espírito de conversão." (Santo Antônio Abade)

“Caríssimos, não descuidemos de nossa salvação. Sabei que se alguém se entrega a Deus de todo o coração, Deus tem piedade dele e lhe concede o Espírito de conversão.” (Santo Antônio Abade)

Confira as importantes advertências de Santo Afonso para bem aproveitar esta obra!

CONSIDERAÇÃO XIX

Nescit homo pretium ejus – “Não compreende o homem o seu preço” (Jo 28, 13)

PONTO I

Diz o Senhor que aquele que sabe distinguir o precioso do vil é semelhante a Deus, que reprova o mal e escolhe o bem (Jr 15,19).

Vejamos quão grande é a graça divina, e que mal mesmo é a inimizade com Deus. Os homens não conhecem o valor da graça divina (Jo 28,13).

Por isso é que trocam por ninharia, um fumo sutil, um punhado de terra, um deleite irracional. E, todavia, ela é um tesouro de valor infinito, que nos torna dignos da amizade de Deus (Sb 7,14); de modo que a alma no estado da graça é amiga do Senhor. Os pagãos, privados da luz da fé, julgavam impossível que a criatura pudesse manter relações de amizade com Deus; e, falando segundo o ditame de seu coração, não deixavam de ter razão, pois que a amizade — conforme diz São Jerônimo — torna os amigos iguais. Deus, contudo, declarou repetidas vezes que, por meio de sua graça, podemos tornar-nos seus amigos se observarmos e cumprirmos sua lei (Jo 15,14). Exclama São Gregório:

“Ó bondade de Deus! Não merecemos sequer ser chamados servos seus, e ele se digna chamar-nos seus amigos”.

Quanto se julgaria feliz aquele que tivesse a dita de ser amigo de seu rei! Mas, se a um vassalo fora temeridade pretender a amizade de seu príncipe, não obsta que uma alma aspire à amizade de Deus. Refere Santo Agostinho que, achando-se dois cortesãos num mosteiro, um deles começou a ler a vida de Santo Antônio Abade e, à medida em que ia lendo, seu coração se desprendia de tal modo dos afetos mundanos, que falou a seu companheiro nestes termos:

“Amigo, que é que procuramos?… Servindo ao imperador, que mais poderemos pretender do que conseguir sua amizade? E, mesmo que a tanto chegássemos, exporíamos a grande perigo a salvação eterna. Com grande dificuldade lograríamos ser amigos de César, enquanto desde já, se o quiser, posso ser amigo de Deus”.

Continue reading

A Santa Missa é um meio eficaz para obtermos as graças de Deus

Santos Redentoristas

In omnibus divites facti estis in illo – “Em todas as coisas fostes enriquecidos nele” (1 Cor 1, 5)

Sumário. Posto que o Senhor esteja sempre disposto a nos conceder as suas graças, dispensa-as todavia com mais largueza no tempo da missa aos rogos do sacerdote, juntos aos de Jesus Cristo que é o oferente principal. Os mesmos anjos aproveitam o tempo da missa para intercederem mais eficazmente em nosso favor; e o que então se não obtém, obter-se-á dificilmente em outro tempo. Que tesouros podemos, pois, ajuntar pela celebração devota do divino sacrifício e pela sua devota assistência! Continue reading

Paz do justo na hora da morte

A paz de um justo na hora da morte

Confira as importantes advertências de Santo Afonso para bem aproveitar esta obra!

CONSIDERAÇÃO IX

Justorum animae in manu Dei sunt; non tanget illos tormentum mortis; visii sunt oculis insipientium mori, illi autem sunt in pace – “As almas dos justos estão na mão de Deus e não os tocará o tormento da morte. Pareceu aos olhos dos insensatos que morriam; mas eles estão em paz” (Sb 3, 1)

PONTO I

Justorum animae in manu Dei sunt. Se Deus tem em suas mãos as almas dos justos: quem é que poderá lhas arrebatar? Certo é que o inferno não deixa de tentar e perseguir os próprios Santos na hora da morte, mas Deus, — diz Santo Ambrósio, — não cessa de assisti-los, aumentando seu socorro à medida em que cresce o perigo de seus servos fiéis. O servo de Eliseu ficou consternado quando viu a cidade cercada de inimigos. Mas o Santo animou-o, dizendo: “Não temas, porque há mais gente conosco que da parte deles” (4Rs 6,16), e em seguida mostrou-lhe um exército de anjos enviados por Deus para a sua defesa. O demônio não deixará de tentar o moribundo, mas acudirá também o Anjo da Guarda para confortá-lo; virão os santos protetores; virá São Miguel, destinado por Deus para a defesa dos servos fiéis, no combate derradeiro; virá a Virgem Santíssima, e acolhendo sob o seu manto quem foi seu devoto, derrotará os inimigos; virá Jesus Cristo mesmo a livrar das tentações essa ovelha inocente ou penitente, cuja salvação lhe custou a vida. Continue reading

Efeitos que em nós produz a divina graça

Graça de Deus

Tire o maior proveito desta Meditação seguindo os passos
para se fazer a Oração Mental proposta por Santo Afonso!

Infinitus thesaurus est hominibus; quo qui usi sunt, participes facti sunt amicitiae Dei – “Ela é um tesouro infinito para os homens; do qual os que usaram têm sido feito participantes da amizade de Deus”

Sumário. Porque havemos de ter inveja dos grandes do mundo? Se estamos na graça de Deus, participamos da sua própria natureza; somos, por assim dizer, um com Ele e de momento a momento podemos adquirir tesouros imensos de merecimentos para a eternidade. A nossa alma é então tão bela aos olhos do Senhor, que põe nela a sua complacência. Tudo isto Jesus Cristo no-lo mereceu pela sua Paixão; e por isso devemos prestar-Lhe contínuas ações de graças. Continue reading

© 2018 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑