Tag: fidelidade

José: O Amor Fiel. Um Homem Justo

São José, Amor fiel. Um homem Justo
Vamos contemplar, neste capítulo, a figura de são José. No presépio, ele costuma estar um pouco recuado, quase na sombra, olhando para o Menino e amparando Maria e Jesus com a sua vigilância carinhosa. Que figura, a de são José! O Evangelho o define com uma só palavra: era justo (Mt 1, 19). Vale a pena meditarmos nisso.

Pode ajudar-nos lembrar que, quando a Bíblia afirma que alguém é justo, quer dizer que é bom, que é reto, que está sempre «ajustado» com Deus, ou seja, que vive sempre em sintonia com Deus, com os seus preceitos e os seus pedidos. Numa palavra, que é santo e que, por isso mesmo, também é íntegro e honesto com os outros.

Essas qualidades brilham mais quando lembramos que São José teve um caminho bastante sofrido, misto de sombras e de luzes, até chegar ao Natal. Foi reto no meio das perplexidades, foi totalmente leal a Deus e a Maria nos dias desconcertantes em que não podia entender o que estava acontecendo.
Continue reading

Religião Verdadeira

Meditação para o Dia 19 de Outubro

1. Não é suficiente pertencer de nome à Igreja Católica, Corpo Místico de Jesus:

“Nem todo o que me diz: Senhor! Senhor! Entrará o reino dos céus: mas sim o que faz a vontade de meu Pai”

Invocas talvez a Deus, quando dEle precisas na noite do sofrimento, da contrariedade, da tentação. Onde, porém, o cumprimento dos deveres, que pouco te agradam, contrários às tuas inclinações? Quanta coisa tens por insignificante, que um dia pesará muito sobre tua consciência! Continue reading

Conversão de Nicodemos

Meditação para o Dia 18 de Setembro

1. Nicodemos, um dos príncipes dos judeus, veio a Jesus de noite. Tanta era a irritação dos fariseus contra Jesus, que Nicodemos, membro do Sinédrio, escolhe a hora noturna para não ser visto. Seu respeito humano merece alguma desculpa, porque ainda não conhecia bem a Jesus. Isto não dá, porém, contigo. Se preferes o respeito humano ao temor de Deus, nada tens que alegar em tua defesa. Nicodemos confessou a divindade de Jesus. Tu crês o mesmo; corresponde, porém, tua vida a esta crença? Nunca preferes a Deus pessoas ou coisas da terra? Continue reading

Máximas de Cristo e do Mundo

Meditação para o Dia 01 de Julho

1. Na arte, na ciência e nos ofícios preza-se a opinião e o juízo crítico dos peritos. Quem com maior conhecimento poderá falar, com relação à alma, do que Jesus Cristo e os Santos? Poderá ser bom o que eles condenam, e mau o que recomendam? O juízo de Deus é oposto ao do mundo. Este chama bem-aventurados os ricos, os que tomam vingança. os que não conhecem os trabalhos e desgostos, e os que saciam o próprio coração. Jesus, porém, chama bem-aventurados os pobres de espírito, os castos, os penitentes, os oprimidos… A quem segues? Continue reading

Sê fiel em tudo

Meditação para o Dia 19 de Junho

1. Deus não só te conserva a vida, Ele também trabalha por ti. Assim no Santíssimo Sacramento Jesus reza por ti, oferece-se ao Pai, satisfaz por ti, expõe-se por ti a mil injúrias. Que exemplo para teu amor tão pequeno! Queres amar a Deus, mas sem que te custe coisa alguma. Teu amor não é grande, senão não fugirias do sacrifício. Falhar-te-á a ocasião, para provares teu amor? Não. O cumprimento dos deveres de teu estado pressupõe atenção, dedicação e atividade. És tão fiel no cumprimento de teus deveres quanto o exigem a grandeza, a amabilidade e a bondade de Deus? Feliz, se puderes afirmá-lo! Continue reading

Os Primeiros Cristãos

Meditação para o Dia 11 de Junho

1. Os primeiros cristãos mostram quanto, com o auxílio do Espírito Santo, se pode fazer e conseguir. Não conheciam o meu e o teu, esta causa de tantas discórdias, mas seguiam a palavra de Jesus: “Vendei tudo o que tendes e dai-o aos pobres e depois vinde e segui-me!” e “Quem não dá de mão a tudo que possui, não pode ser meu discípulo”. Renunciaram às honras, glórias e altas posições. Renunciaram a seus próprios amigos e parentes, pais e filhos, para não se arriscarem a perder sua alma. Fazes, pelo menos, os pequenos sacrifícios impostos por tua religião e teu estado? Continue reading

De quem é teu coração?

Meditação para Dia 09 de Fevereiro

1. Pelo preço de cinco siclos a Santíssima Virgem resgatou seu divino Filho das mãos de Deus Pai. Já uma vez Deus nos tinha dado seu Filho que Ele agora de novo nos dá. Já deste algumas vezes teu coração, tua vontade, tuas inclinações a Deus? Por quem lhos tiras e negas em seguida? Por que preferes alguma criatura a teu Deus, o único que poderá encher, para sempre, o vácuo do coração, e tornar eternamente feliz a ti e a todos que amas? Renunciaste a Satanás; ao mundo, à tua carne; por que não segues a Deus mais fielmente? Continue reading

Ele em tudo, Ele é tudo!

São Paulino de Nola

Das Cartas de São Paulino de Nola (355-431), bispo

Desde a origem do mundo que Cristo sofre em todos os Seus.
Ele é «o princípio e o fim» (Ap 1,8); escondido na lei, revelado no Evangelho,
Ele é o Senhor «sempre admirável», que sofre e triunfa «nos Seus santos» (2Ts 1,10; Sl 67,36).

Em Abel foi assassinado pelo irmão;
em Noé foi ridicularizado pelo filho;
em Abraão conheceu o exílio;
em Isaac foi oferecido em sacrifício;
em Jacó foi reduzido a servo;
em José foi vendido; em Moisés foi abandonado e rejeitado;
nos profetas foi lapidado e dilacerado;
nos apóstolos foi perseguido em terra e no mar;
nos Seus inúmeros mártires foi torturado e assassinado.
Continue reading

Bem-aventurado daquele que se conserva fiel a Deus na adversidade

Jesus Crucificado

Usque in tempus sustinebit patiens, et postea redditio iucunditatis – “O homem paciente sofrerá até o tempo destinado, e depois tornar-se-lhe-á a dar a alegria” (Eclo 1, 29)

Sumário. A terra é um campo de batalha, no qual fomos postos todos para combater. Felizes de nós se formos vencedores! Se nos chegarmos a salvar, terminarão as adversidades, as tentações, as enfermidades e todas as misérias da vida presente; e Deus mesmo será a nossa recompensa eterna. Anime-nos a esperança deste galardão a combatermos até à morte, e a não nos deixarmos enquanto não estivermos na posse da pátria bem-aventurada. Para que não sintamos tanto o peso das tribulações, deitemos um olhar sobre Jesus crucificado e lembremo-nos do inferno que temos merecido. Continue reading

© 2017 Rumo à Santidade

Theme by Anders NorenUp ↑