Dom Henrique Soares da Costa
Reze o Salmo 119/118,97-104
Agora, medite, pensando em Jesus, em Is 42,1-9

1«Eis o meu servo, que Eu amparo, o meu eleito, que Eu preferi. Fiz repousar sobre ele o meu es­pírito, para que leve às nações a verdadeira justiça. 2Ele não gritará, não levantará a voz, não clamará nas ruas. 3Não quebrará a cana rachada, não apagará a mecha que ainda fumega. Anunciará com toda a fidelidade a verdadeira justiça. 4Não desanimará, nem desfalecerá, até estabelecer na terra o direito, as leis que os povos das ilhas esperam dele. 5Eis o que diz o Senhor Deus, que criou os céus e os estendeu, que consolidou a terra com a sua vegetação, que deu vida aos seus habitantes, e o alento aos que andam por ela. 6Eu, o Senhor, chamei-te por causa da justiça, segurei-te pela mão; formei-te e designei-te como aliança de um povo e luz das nações; 7para abrires os olhos aos cegos, para tirares do cárcere os prisioneiros, e da prisão, os que vivem nas trevas. 8Eu sou o Senhor, este é o meu nome, a ninguém cedo a minha glória, nem aos ídolos a honra que me é devida. 9Os primeiros acontecimentos já se cumpriram. Agora anuncio algo de novo e comunico-o a vós antes que aconteça.»

1. É o primeiro dos quatro cânticos do Servo Sofredor, o misterioso personagem apresentado na segunda parte da profecia de Isaías… Quem é ele? Às vezes, parece que é todo o Povo de Israel: “Tu és o Meu Servo, Israel, em quem Me gloriarei” (Is 49,3); outras vezes, aparece claro que é Alguém que, em nome de todo o Israel, sofrerá, tomando sobre Si os pecados do povo e até de toda a humanidade:

“Eu Te constituí como Aliança do Povo, como luz das nações” (Is 42,6b)

Então, o Servo é Israel, mas o Israel que é assumido e levado à perfeição por Alguém que representa todo o Povo sacerdotal do Antigo Testamento e que tomará sobre Si a sorte de Israel e realizará a expiação pelo pecado do Povo da Aliança e de toda a humanidade. Em última palavra, esse Servo é Jesus nosso Senhor! Várias vezes o Novo Testamento interpretou assim. Basta, como exemplo, ler Mt 12,15-21... Lendo e meditando esses cânticos impressionantes vemos como o Pai determinou que o Senhor Jesus cumprisse a Sua missão e, verdadeiramente admirados, vemos o quanto o Filho foi realmente Servo, obediente ao desígnio misterioso do Pai… Contemplemos e aprendamos com Jesus!

2. Neste primeiro cântico, é o Pai, o Deus de Israel, Quem fala, apresentando-nos o Seu Servo. Leia com atenção o v. 1… Recorda-lhe algum texto dos evangelhos? Agora leia Mt 3,16s…

“Eis o Meu Servo que Eu sustento // Este é o Meu Filho amado, em Quem Me comprazo!”

“Pus sobre Ele o Meu Espírito” // … e ele viu o Espírito de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre Ele”…

A mensagem é clara: o Pai revela que Jesus é o Filho amado, mas esse Filho, agora cheio do Espírito para a missão pública, deverá cumprir essa missão como Servo sofredor! Eis o caminho do Senhor Jesus, que vai levá-Lo à Paixão, à Cruz, à Morte! Isto custou tanto ao Senhor… Mas, por nós, Ele obedeceu ao Pai! Como os caminhos do Senhor Deus são misteriosos! Reze o Salmo 139/138…

3. O Servo deverá cumprir Sua missão em mansidão, em humildade, procurando salvar o que está perdido, sem quebrar a cana já rachada ou apagar a mecha que ainda fumega… Leia os vv. 2-3. Agora, leia Mt 11,28-30. Peça um coração como o Coração de Jesus! Leia Fl 2,5 – siga este conselho, esta exortação!

4. O Servo vem para salvar, para libertar Israel e a humanidade de todas as suas misérias! A libertação que Ele trará não é simplesmente de cunho político, social, material… É muito mais radical e profunda: Ele vem libertar o homem de seu próprio fechamento em si mesmo, da sua situação de alienação em relação a Deus, da sua autossuficiência, que faz perder a Deus e fazer da própria vida e da vida dos demais um inferno! Quando o homem acolhe o Servo e se deixa reconciliar com o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, tudo muda na sua vida pessoal e social! Como “todos pecaram e estão privados da Glória de Deus” (Rm 3,23), o Servo veio para todos, para salvar a todos, israelitas e gentios. Leia os vv. 1b.2-4.6s.

5. Um outro aspecto importante: a missão do Servo é para a glória do Senhor Deus, para a realização do Seu plano de salvar a todos, a toda a humanidade e a toda a criação! Leia os vv. 5.8.

Nunca esqueça: Cristo veio ao mundo, Cristo viveu entre nós, Cristo sofreu e padeceu até a morte por nossa salvação, pela salvação sua, minha e do mundo inteiro! Tudo isto, dentro de um misterioso desígnio do Senhor Deus. Leia o v. 9.

6. Como responder a um amor tão grande, a um desígnio tão impressionante? Como Israel respondeu: com o cântico de admiração e júbilo de Is 42,10-17! Louve o Senhor! Ele é bom! Ele é grande! Ele é Santo!